Estudo para a conversa com Casais na quinta feira às 19.30h. Igreja Betel Geisel. Tema: Três conselhos para um casamento.

casal-maos-dadas-istock-4757068801

Três conselhos para um casamento

Salmo 32.8

INTRODUÇÃO

Casamento perfeito não existe, e não passa de mito, pois não há ninguém perfeito, entretanto, quando marido e mulher são realmente governados por Deus, é possível uma convivência pacífica, produtiva, amável, feliz até entre pessoas bem diferentes. Nos lares cristãos também existem problemas, mas a forma de enfrentá-los é claramente ensinada nas Escrituras, dessa maneira passaremos a considerar três importantes conselhos que poderão evitar uma série de males na importante jornada da vida a dois.

I- OS CÔNJUGES DEVEM SER SINCEROS UM COM O OUTRO.

O contrário exato de sinceridade é hipocrisia, fingimento, mentira, falsidade e coisas do gênero. A sinceridade desenvolve e preserva outra qualidade indispensável para um bom relacionamento: a confiança. E sabido que o casamento toma duas pessoas em uma (veja Gênesis 2.24), e temos aí uma forte razão para somente falar a verdade um para o outro (Efésios 4.25).

Outro aspecto da sinceridade no casamento diz respeito à fidelidade sexual (veja I Coríntios 7.2-5). Quem é sincero no seu amor conjugal, expressa isso por meio de um comportamento respeitoso, atencioso e responsável. Toda pessoa casada deve evitar a todo custo certas brincadeiras – com indivíduos do sexo oposto – e atitudes impróprias, ou não deve mais agir como se fosse solteira. O homem deve “ter olhos” somente para a sua mulher (Mateus 18.9; Jó 31.1) e a mulher precisa ser criteriosa na maneira de se vestir, falar etc., e no contato com outros homens.

II- O RELACIONAMENTO PRECISA SER BASEADO NO RESPEITO MÚTUO.

Quem é sincero e fiel a seu cônjuge é porque o ama e respeita. Respeitar é o mesmo que ter consideração, apreço. O marido que respeita sua mulher evita a todo custo tratamentos indelicados, depreciativos, rudes ou violentos, pois o mandamento de Deus diz: “Maridos, amai vossa esposa e não a trateis com amargura” (Cl 3.19).

Em Provérbios, está escrito o seguinte: “Como jóia de ouro em focinho de porco, assim é a mulher formosa que não tem discrição” (11.22). Quem respeita, também deve ser discreto, e ser discreto é o mesmo que reservado, cuidadoso no que diz e faz. Os problemas conjugais (debilidades, inexperiência) não devem ser compartilhados com qualquer um, e defeitos um do outro precisam ser corrigidos, mas tendo todo cuidado em preservar a reputação e a honra de cada um. A boa comunicação entre os cônjuges permite uma discussão saudável dos problemas, bem como a busca de solução.

III – EXERCITE A PACIÊNCIA DIANTE DAS DIFERENÇAS.

Ser uma só carne com seu cônjuge leva tempo (veja Gênesis 2.24). Os devidos ajustes no relacionamento são feitos com humildade e tolerância. As diferenças entre homem e mulher são inúmeras, e nada pode ser feito a respeito (sem falar de defeitos morais). Em vez de querer: mudar o seu cônjuge, procure se adaptar a ele. Somente Deus pode mudar uma pessoa. Quem ama respeita, é fiel e tem total disposição para encarar uma situação desagradável, mas de forma serena, calma, com oração e em paz (Romanos 14.17).

O caráter do verdadeiro amor (ágape) é marcado pela paciência e o desejo de servir, de se doar, pois o amor nunca é egoísta, e busca em todo o tempo a felicidade do outro {veja I coríntios 13.4-8). A paciência é irmã gêmea da humildade, e esta última é o contrário exato de arrogância. Agimos com humildade quando reconhecemos nossos erros e pedimos perdão e também somos mais tolerantes com as falhas de nosso cônjuge.

Em resumo, a Bíblia nos diz: “Revesti-vos (…) de temos afetos de misericórdia, de bondade de humildade, de mansidão, de longanimidade. Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós” (Cl 3.12,13).

CONCLUSÃO

Em um bom casamento também surgem problemas! Todavia, o casamento construído sobre as bases da obediência à Palavra de Deus possui toda condição de encarar e vencer qualquer problema (veja Salmo 127.1). Que Deus abençoe a todos.

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s