Estudo para Encontro de Homens, mulheres e jovens. Tema: A oração de Jabez

A oração de Jabez

I Crônicas 4.9,10

INTRODUÇÃO

É fato curioso o autor de I Crônicas ter interrompido a lista enorme de nomes da genealogia israelita, para inserir um personagem estranho com sua oração. Mas tudo tem uma razão de ser. Por exemplo, quando Jacó mudou o nome de seu filho caçula para Benjamim (veja Gênesis 35.18), na verdade ele estava desfazendo um ato errado de sua falecida esposa, que em meio a grande dor colocou um nome no recém-nascido (Benoni – filho da minha tristeza) com uma carga moral muito ruim. Com relação a Jabez – cujo nome também tem um significado ruim – nada foi feito. Do ponto de vista da cultura judaica, Jabez já nasceu derrotado, porque seu nome significa dor, ou que causa dores. Em vez de ser um perdoador, Jabez alcançou notoriedade por conta de sua estreita comunhão com Deus. Sua oração tem quatro conceitos espirituais de muita importância, e que devem servir para modelo do tipo da oração eficaz que todos devemos fazer.

PROPOSIÇÃO: A oração é capaz de mover a mão de Deus e as situações mudam.

 

JABEZ INVOCOU O DEUS DE ISRAEL, DIZENDO:

  1. “Oh! Tomara que me abençoes…”

Jabez estava buscando alguma coisa que fugia da capacidade humana, pois o verbo abençoar aqui empregado tem o sentido de pedir ou dar algo sobrenatural (veja Lucas 9.16). Eliseu fez um pedido extraordinário para Elias, que somente Deus podería conceder-lhe (2Reis 2.9,10). Abençoar, do hebraico bãrak significa: conceder poder para alcançar sucesso, prosperidade, fecundidade, longevidade. Bênção é o ato de conceder verbalmente boas coisas.

Em Provérbios lemos: “A bênção do Senhor enriquece, e, com ela não traz desgosto” (10.22), portanto, o alvo de Jabez era a bênção que Deus tinha em mente para ele. Se o Senhor o abençoasse, ele não se importaria com o que os outros acreditavam ou falavam dele, por conta da maldição do seu nome. Jesus afirma que quem pede, busca e bate de maneira insistente é abençoado em “tudo” (Lc 11.8).

  1. “…e me alargues as fronteiras”.

Até onde temos ido? Qual tem sido o nosso alcance e influência onde Deus nos colocou como vizinhança, escola, trabalho e ministério? Estamos conformados com o que temos, e o que é pior com a mediocridade? Mediocridade é o mesmo que: aquilo que é mediano, ordinário, comum. Jabez acreditava que Deus tinha o melhor para ele.

“Fronteira” tem o sentido de território, domínio, poder. Jabez queria fazer diferença, ter influência por Deus (“Em Deus faremos proezas”, isto é: algo incomum, tremendo, de valor – SI 108.13). Em que área da nossa vida precisamos de “alargamento” sobrenatural? Casamento, ministério, negócios? Quem quer estar acima da média?

  1. “…que seja comigo a tua mão”.

Esta petição revela absoluta dependência, fala também de vida marcada pela fé. As mulheres que foram ao sepulcro de Cristo deram o passo de fé, dependiam da mão de Deus para tirar a pedra (veja Marcos 16.3). Jabez sabia que a suficiência, a capacidade para se ter ou ser aquilo que Deus tinha em mente, não estava nele (2Coríntios 3.5).

A expressão “… a mão do Senhor” (Is 59.1) tem conotação com: proteção, livramento, presença, aprovação e o agir de Deus em favor do Seu povo (veja Atos 11.21). Devemos lembrar que parte da boa nova do evangelho vem pela certeza de que não estamos sós (Mateus 28.20).

  1. “…e me preserves do mal”.

Jesus nos ensinou a orar: “…e não me deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal” (Mt 6.13). Na expressão “e me preserves do mal”, Jabez faz um pedido a Deus por proteção e livramento dos ardis, armadilhas, dardos e tentações do diabo. Está em foco também a busca por uma humildade e dependência ainda maior, sobretudo quando a bênção de Deus vier sobre nós, ou seja, quando Ele nos “alargar as fronteiras”.

Quem não quer ficar em “cima do muro”, vai incomodar o inimigo, por isso deve pedir a Deus consciência de batalha espiritual (veja Efésios 6.10). O segredo da vitória de Jabez está em buscar em Deus a satisfação de todas as suas necessidades. Como vimos, sua oração foi simples e objetiva.

 

CONCLUSÃO

A oração de Jabez é um exemplo de que Deus abençoa todo aquele que O invoca com sinceridade e fidelidade, e que a Sua proteção é uma realidade na vida de todo aquele que se dedica a fazer a Sua vontade. Todos nós devemos fazer essa oração diariamente, com muita convicção, para experimentarmos uma dimensão nova de vida, poder e vitória sobre as circunstâncias e situações que nos sobrevierem.

Fonte: https://pastorjosiasmoura.com/

Para Mais informações acesse: http://setebras.hospedanet.org/

One thought on “Estudo para Encontro de Homens, mulheres e jovens. Tema: A oração de Jabez

  1. Graça e Paz meu pastor……Deus lhe conceda um repleto de bênçãos!!!!Pastor por favor,como saber mais sobre a autoria do livro de Jó?

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s