Estudo Biblico para a confraternização do departamento de homens, mulheres e jovens. Tema: Resgatando a família

Resgatando a família

Colossenses 3.18-21

INTRODUÇÃO

A família é a mais antiga e resistente instituição que há no mundo. Isto se deve essencialmente à sua origem divina, pois foi Deus quem a formou! No livro de Gênesis está registrado o motivo que levou o Senhor a criá-la: completar a felicidade do homem (veja Gênesis 2.18). Portanto, sua existência tem uma razão especial de ser, permitir ao homem desfrutar bênçãos, por exemplo: ter um lugar de refúgio, um espaço de repor as forças, desenvolver o amor (compartilhar e receber) etc. Mas para que isto aconteça de uma maneira ampla e duradoura, o homem deve permitir o amoroso controle de Deus sobre a sua vida e família.

PROPOSIÇÃO:A família bem-sucedida é aquela que adota o padrão de Deus como regra de conduta.

 

I– O PADRÃO BÍBLICO PARA A FAMÍLIA.

-Sendo a família uma idéia de Deus e não do homem, somente a Escritura está autorizada a conceituá-la adequadamente e a regulá-la, isto é, o seu perfeito funcionamento depende de diretrizes traçadas pelo seu Criador (veja Salmo 127.1).

-O que vai determinar em questões de qualidade de vida familiar é se fazemos ou não da Bíblia a nossa regra de fé e prática. Jesus afirmou que se a nossa casa (conceito amplo de família) estiver sobre a rocha, ela nunca será destruída (veja Lucas 6.46-49), ou seja, se nos adequarmos às regras, preceitos e mandamentos de Deus, conseguiremos resistir ao tempo e ao espaço.

-Em linhas gerais, a Escritura determina o seguinte para a família: 1. O marido como “cabeça” da mulher (veja 1 Coríntios 11.3) é o líder material e espiritual do lar, que propicia segurança e estabilidade emocional. Deve exercer sua autoridade com amor e sensibilidade, e também educar os seus filhos “…na disciplina e na admoestação do Senhor” (Ef 6.4). 2. A mulher se submete ao marido como a Igreja se submete a Cristo (veja Efésios 5.22), e junto dele educa os filhos “…sob disciplina, com todo o respeito” (lTm 3.4), com sabedoria “…para que não fiquem desanimados” (Cl 3.21). 3. Os filhos obedecem aos pais, pois isto éjusto (Efésios 6.1- 3). E é possível afirmar que os filhos reproduzirão em idade adulta o modelo que receberam dos pais (Provérbios 22.6).

 

II– O PERIGO DA INVERSÃO DE VALORES.

-A passividade e o conformismo ao modelo preconizado pelo mundo (veja Romanos 12.2) em matéria de convivência familiar – marido e mulher, pais e filhos – levam o homem a reproduzir atitudes equivocadas, alienadoras e em razão disso, a colher resultados destrutivos em curto prazo.

-A família sem “alicerce” está solta, vulnerável, frágil, pois vive a mercê das influências ou “ventos” de modismos dominantes. Esta é a razão de observarmos o desastroso número de separações conjugais (até entre cristãos professos; veja 1 Coríntios 7.10,11), de violência doméstica, de crianças desencorajadas (Colossenses 3.21) etc.

-A maior parte dos problemas familiares ocorre em conseqüência da desobediência à Palavra de Deus, por exemplo: as discussões, ofensas, gritarias são vencidas pelo fruto do Espírito (veja Gálatas 5.22,23). Podemos afirmar que a falta de longanimidade, tolerância, paciência e amor combinado com humildade (perdão) dentro de muitos lares, é a razão de tanta destruição, uma vez que essas qualidades são indispensáveis para uma boa convivência familiar.

-O diabo – por meio do homem perdido – quer inverter a ordem das coisas, o certo já não é mais viável e o errado está em moda: a mulher exerce funções masculinas, usa temo e gravata, pratica esportes radicais (pára-quedismo, fisiculturismo) etc.; os homens se tomam “donos de casa”, passam a gostar de novela, usam cremes para o corpo e brincos nas orelhas etc. Os jovens desprezam a pureza e o respeito no namoro etc.

-Os valores se invertem quando o ambiente familiar está impregnado de mundanismo, carnalidade (TV, música e vídeo profano etc.) e deixa de ser uma continuação da igreja; é preciso resgatar a oração e a leitura diária no lar. O louvor produz uma atmosfera espiritual ideal para harmonizar as relações familiares, pois Deus habita em meio aos louvores (veja Salmo 22.3) e onde Deus habita, a justiça (retidão), a paz e a alegria no Espírito Santo reinam (Romanos 14.17).

 

III– O RESGATE DA FAMÍLIA.

-A restauração da família só poderá acontecer quando: 1. Houver abandono dos modismos e das formas de pensar e agir próprios do mundo, pois: “…a aparência deste mundo passa” (I Co 7.31) e fazemos isto renovando nossa mente pela Palavra de Deus (veja Romanos 12.2). 2. Por essa razão, se faz necessário estabelecer convicções espirituais fortes e firmes (temor de Deus, santidade pessoal, sensibilidade ao pecado etc.). 3. Reassumir o compromisso com os interesses do Reino de Deus (cada um encontra o que fazer dentro da igreja). 4. Todos devem cumprir seus papéis determinados por Deus nas Escrituras; marido e mulher, pais e filhos (Colossenses 4.1-4). Esse é o modelo de família nuclear. Uma verdadeira fonte de apoio afetivo e segurança para todos.

-Além de tudo o que já foi dito, podemos avaliar o grau da qualidade do relacionamento familiar pela existência ou não de três elementos básico:

1.      Prioridade claramente determinada, pessoas antes de coisas, Deus antes do “eu”.

2.      Solidariedade (um encoraja e ajuda o outro);

3.      Atenção, pois cada indivíduo é capaz de perceber e manifestar cuidado especial às carência do outro.

 

CONCLUSÃO

 

A família foi criada não somente para a felicidade do homem, mas também para a glória de Deus {veja Romanos 11.36), e ela alcança esse maravilhoso propósito divino quando cumpre alegremente o seu papel, que é o de espalhar o conhecimento de Deus, ser “o sal e a luz” do mundo. A sociedade é formada por milhares de núcleos familiares, família sadia é o mesmo que igreja, bairro e cidade sadios. A restauração do lar não esta nas mãos do governo, empresários ou de alguma ONG em especial, mas em cada um de nós!

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s