ESTUDO PARA ENCONTRO DE DEPARTAMENTOS. TEMA: Inimigos do crente – Parte 01

Inimigos do crente – Parte 01

1Pedro 5.8

INTRODUÇÃO

De todos os inimigos do crente, o diabo é o que assusta mais. Isso geralmente ocorre quando se tem pouco conhecimento das Escrituras e muito de mitos e de crendices populares. Apesar de ser um inimigo vencido, Satanás não se dá por derrotado e vez por outra tenta nos fazer crer que é invencível.

É verdade que não podemos ignorar os seus “ardis” (2Co 2.11), mas ele foi vencido por Cristo na cruz do Calvário e sua sentença já foi preanunciada (veja Mateus 25.41). Por essa razão, Deus preparou o lago do fogo e enxofre (Ap 20.10) para ser o cárcere definitivo de Satanás e seus demônios. Enquanto o diabo está “solto” suas ameaças não podem ser ignoradas, antes precisamos nos equipar com todas as armas da luz para derrotá-lo nas batalhas do dia-a-dia [Bíblia Esperança; Edições Vida Nova].

 

PROPOSIÇÃO: A nossa resistência contra o diabo está em Deus.

 

I     – “O DIABO, VOSSO ADVERSÁRIO…”.

O apóstolo Pedro declara que só é possível enfrentarmos o diabo se estivermos “sóbrios e vigilantes”. No grego, temos a palavra néfo traduzida: para ser sóbrio, ser equilibrado, autocontrolado. O contrário de sóbrio é bêbado ou drogado. Já o verbo gregoréo significa estar ou manter-se desperto, vigilante, estar alerta, plenamente acordado. O sentido de sobriedade aponta para ações controladas pela temperança, e o da vigilância tem a ver com uma espécie de desconfiança dosada acerca de tudo que envolve o mundo e a carne.

Pedro cita um dos nomes descritivos do arquiinimigo de Deus. O termo diabo deriva da palavra grega diabolos, é o mesmo que satan no hebraico e significa caluniador, fofoqueiro, acusador, difamador. Esse nome revela um detalhe do caráter de Satanás e trata-se do ódio e profundo desprezo que ele manifesta pelos filhos de Deus. Quem difama, fala mal, semeia contenda entre irmãos está a serviço do maligno (veja Provérbios 6.19).

O texto em estudo declara que o diabo é nosso permanente “adversário”. Isso acontece conosco no exato momento de nossa conversão a Cristo (veja Atos 26.18). O Dicionário Sacconi define a palavra adversário nos seguintes termos: “Que ou aquele que está em luta contra outra pessoa; oponente”. No grego, adversário é antídikos, inimigo, oponente de uma forma geral. Ele busca um defeito moral não corrigido, um pecado não confessado para nos acusar diante de Deus (Apocalipse 12.10).

 

II.O DIABO É SEMELHANTE A UM LEÃO FEROZ E FAMINTO.

Pedro empresta uma figura da fauna para descrever com clareza o caráter violento, rápido, destruidor e de tenaz perseguidor que o leão representa.

Ele quer “devorar” suas vítimas. Esse termo no grego é katapíno e significa comer, tragar e engolir – como o grande peixe que engoliu Jonas (2.1). Quando Satanás “engole” sua presa, essa se toma uma “parte dele”, incorpora seu caráter, e passa a fazer parte do seu plano e estratégia, isso acontece tanto fora (governo) quanto dentro da Igreja (introdução de falsos obreiros – amantes de si mesmos; veja 2Timóteo 4.3 – e de heresias destruidoras – 2Pedro 2.1).

 

III – “…RESISTI-LHE FIRMES NA FÉ”.

A fé verdadeira é uma das armas que dispomos para enfrentar e vencer nosso feroz inimigo. A fé praticada é um lugar seguro e resistente (veja Lucas 6.46-48). Mas quem vive em pecado não está em condições de lutar contra o diabo, pois se encontra num “pântano espiritual” cheio de lama (sujeira moral) e areia movediça (conceitos filosóficos e humanistas).

O verbo resistir no grego é anthístemi, colocar-se contra alguém, opor-se. Resistir é mesmo que não dar oportunidade alguma para o diabo formar um “ponto de apoio” em nossa vida, Paulo diz: Não deis lugar ao diabo (veja Efésios 4.27), ou seja, todo o nosso ser deve estar totalmente controlado, preenchido pelo Espírito Santo (Efésios 5.18). Um velho ditado diz acertadamente o seguinte “mente vazia é oficina do diabo”.

Resistimos ao diabo quando decidimos ficar firmes no propósito de Deus para nossa vida e ministério, a despeito de toda perseguição e dificuldades. Opomo-nos ao diabo quando combatemos o bom combate da fé (veja ITimóteo 6.12) com determinação, ou seja, não desistimos da fé em Cristo por nada, e mesmo agonizando (combater no grego é agonizomai, agonizar, esforçar-se extremante) perseveramos em nossa fidelidade a Deus.

Pelo poder e graça do Senhor Jesus e em Seu nome (veja Marcos 16.17), podemos fazer com que o diabo fuja de nós. Tiago afirma que a nossa resistência contra o maligno está em Deus, vejamos: “Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” (4.7). Ser sujeito a Deus é o mesmo que lhe ser obediente, submisso e esse ato nos fortalece para enfrentarmos e vencermos o inimigo.

Nossas armas contra o diabo são: O sangue e o nome de Jesus (veja 1 João 1.7), a Palavra de Deus (Apocalipse 12.11), o Espírito Santo habitando em nós (1 João 4.4), a oração e o jejum com persistência (Mateus 6 13; Efésios 6.18), todas as peças da armadura de Deus (Efésios 6.14-17), a comunhão da igreja, o louvor a Deus etc.

 

CONCLUSÃO

 

Não precisamos ter medo do diabo, até porque Deus não nos deu espírito de temor, mas de amor, poder e moderação (veja 2Timóteo 1.7), aliás, o medo é um aliado de Satanás, e ele o usa contra nós para construir nossa derrota. Entretanto, não devemos menosprezar o seu poder de ataque, pois ele teve coragem para tentar Jesus Cristo (Mateus 4.1-11) e também astúcia para “pôr palavras” na boca de Pedro (Marcos 8.31-33). Mas apesar de todo poder que o diabo possa ter, ele ainda é uma criatura, é limitado e como diz Calvino “anda pra lá e pra cá arrastando as suas correntes”.

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s