SERMÃO: TRÊS TROCAS QUE DEUS QUER FAZER COM VOCÊ

TRÊS TROCAS QUE DEUS

QUER FAZER COM VOCÊ

ISAÍAS 61:3

ü  Isaías 61:3:  “… e a pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para a sua glória.”

1.  Introdução

A palavra aqui é profeticamente dirigida aos que estão de luto ou tristes em Sião. É neste momento que Deus traz uma palavra para o seu povo. Aqui Deus, se propôs a fazer três trocas com este povo. As trocas desejadas por Deus tem por objetivo mudar as suas vidas.

O objetivo de Deus é que sejamos conhecidos como carvalhos de Justiça. O carvalho era uma árvore ornamental. Servia para ornamentar, enfeitar ambientes. Deus quer nos fazer conhecidos como carvalhos cheios da sua justiça, que espalham e refletem a sua glória. Mas, para isso ele quer fazer três trocas.

2.  Desenvolvimento

Proposição: Deus quer trocar cinzas por coroas, choro por alegria, espírito deprimido por louvor e adoração. Vejamos cada uma destas:

2.1    Deus quer trocar cinzas por coroas (“…ornamento por cinza…”)

As cinzas representavam a lamentação e a tristeza pelas perdas. Estas cinzas representam para nós a destruição e as perdas. Quanto de nós já perdemos coisas importantes. É horrível ficar privado de alguma coisa que possuímos.

Algumas das mais piores perdas são aquelas que acontecem em família. A perda de Lazaro comoveu Marta, Maria e até o próprio Cristo.

Mas, é importante nós filhos de Deus aprendermos a ver a ação de Deus em nossas vidas diante de todas as nossas perdas. Podemos perder algo hoje para mais tarde termos em nossas cabeças uma coroa.

Deus tem o poder de transformar perdas em grandes vitórias. Lembra-se de Jó, e como Deus fez? Lembra-se de Daniel e como Deus fez?

ILUSTRAÇÃO: Um certo homem saiu em uma viagem de avião. Era um homem temente a Deus, e sabia que Deus o protegeria. Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar um dos motores falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado no oceano.

Quase todos morreram, mas o homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservasse em cima da água. Ficou boiando à deriva durante muito tempo até que chegou a uma ilha não habitada.

Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu a Deus por este livramento maravilhoso da morte. Ele conseguiu se alimentar de peixes e ervas. Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço conseguiu construir uma casinha para ele.

Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, com paus e folhas. Porém significava proteção. Ele ficou todo satisfeito e mais uma vez agradeceu a Deus, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que talvez pudessem existir na ilha.

Um dia, ele estava pescando e quando terminou, havia apanhado muitos peixes.  Assim comia comida abundante, estava satisfeito com o resultado da pesca. Porém, ao voltar-se na direção de sua casa, qual tamanha não foi sua decepção, ao ver sua casa toda incendiada. Ele se sentou em uma pedra chorando e dizendo em prantos:

“Deus! Como é que o Senhor podia deixar isto acontecer comigo? O Senhor sabe que eu preciso muito desta casa para poder me abrigar, e o Senhor deixou minha casa se queimar todinha. Deus, o Senhor não tem compaixão de mim?”

Neste mesmo momento uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo: “Vamos, rapaz?”

Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual não foi sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro todo fardado e dizendo: “Vamos, rapaz. Nós viemos te buscar.”

“Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?” “Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro. O capitão ordenou que o navio parasse e me mandou vir lhe buscar naquele barco ali adiante.”

Os dois entraram no barco e assim o homem foi para o navio que o levaria em segurança de volta para os seus queridos.

AQUELE MAL CONTRIBUIU PARA UM BEM MAIOR. A casa daquele homem se queimou, porem tudo contribuiu para um bem maior.

MORAL: Quantas vezes “nossa casa se queima” e nós gritamos como aquele homem gritou? Na Bíblia, em Romanos 8:28 lemos que todas as coisa contribuem para o bem daqueles que amam a Deus. Às vezes, é muito difícil aceitar isto, mas é assim mesmo. Em alguns momentos perdemos algo aqui, para ganharmos uma porta aberta por Deus, mais adiante.

Mas, o fato é que Deus quer trocar cinzas por coroa. Vejamos o que diz a palavra em Tiago 1:12: “Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam.”

Meu querido, suporte as cinzas, porque depois Deus te coloca uma coroa na cabeça. 

2.2    Deus que trocar choro por alegria(“…óleo de alegria, em vez de pranto….”)

O salmista diz em Salmos 30:5: “…Ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã.”  O momento mais difícil é o anoitecer, e este momento vem acompanhado de choro.

É interessante o que Jesus diz em João 16:21,22: “…A mulher, quando está para dar à luz, tem tristeza, porque a sua hora é chegada; mas, depois de nascido o menino, já não se lembra da aflição, pelo prazer que tem de ter nascido ao mundo um homem.22  Assim também agora vós tendes tristeza; mas outra vez vos verei; o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém poderá tirar.”

Temos que passar pelo anoitecer. E quando este momento chega vem com ele o choro, mas seremos visitados por Cristo, e a nossa alegria virá.

Jesus diz em Mateus 5:4: “Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.” Jesus afirma que choraremos. E de fato choramos em muitos momentos das nossas vidas. Até o próprio Cristo chorou. Mas, Jesus quer trocar nosso choro por consolo. Alegre-se irmão, porque o Espírito Santo te consola. E depois virá a alegria.

O choro poderá vir, mas depois das aflições virá a alegria. E nossa alegria esta firmada em Cristo.

2.3    Deus quer trocar Espírito deprimido por louvor e adoração(“….veste de louvor, em vez de espírito angustiado…”)

Um espírito deprimido é um espírito abatido. Provérbios 17:22  diz: “O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos.” Foi assim que esteve o Rei David, após ter pecado contra Deus. Foi assim que esteve Elias, após fugir de Jezabel, chegando ao ponto de pedir para morrer. Foi assim que Jesus ficou, quando estava no Getsêmani.

Tomas Moore disse: “A terra não tem tristeza que o céu não possa curar”. De fato, podemos experimentar o poder de Deus nos momentos de abatimento. Geralmente, o abatimento vem após os grandes momentos de conquistas e vitórias. Foi assim com Elias. Após ele guerrear contra Jezabel, após ele orar e a chuva cair do céu, Elias começa a experimentar um grande momento de esgotamento.

Duncan diz: “As mais lindas flores são encontradas no solo da tristeza”. As mais profundas experiências que pude ouvir foram daquelas pessoas que caminhavam pelos vales da aflição, e ali foram trabalhados por Deus, sendo completamente transformados.

Foi assim com Elias. Quando ele estava esgotado, aflito, desanimado, abatido e deprimido,  Deus vem em seu socorro e o renova e ainda lhe diz: “Elias, longo te será o teu caminho”.

Deus fará uma grande troca nesta ocasião. Corações angustiados serão cheios de paz, corações desanimados serão cheios de renovação e força, corações dominados pela dúvida serão transformados em corações cheios de fé e esperança.

3.  CONCLUSÃO

Estas trocas realizadas por Deus tem um objetivo: “…a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para a sua glória.”

Os carvalhos são árvores conhecidas pela sua força, durabilidade e beleza. Qualidades que os tornam árvores únicas e distintas. Deus está dizendo que seremos como os carvalhos cheios de força, beleza, resistência e vigor.

Quanto mais temporais e tempestades o carvalho enfrenta, mais forte ele fica! Suas raízes naturalmente se aprofundam mais na terra e seu caule se torna mais robusto, sendo impossível uma tempestade arrancá-lo do solo ou derrubá-lo! Mas não pense que os cientistas precisam fazer essas análises todas para saber isso! Basta apenas eles olharem para o carvalho. Por absorver as conseqüências das tempestades, a robusta árvore assume uma aparência disforme, como se realmente tivesse feito muita força.

Cada tempestade para um carvalho é mais um desafio a ser vencido e não uma ameaça! Numa grande tempestade, muitas árvores são arrancadas, mas o carvalho permanece firme! Assim somos nós. Devemos tirar proveito das situações contrárias à nossa vida e ficar mais fortes! Um pouco marcados. Muitas vezes com aparência abatida, mas fortes!!! Com raízes bem firmes e profundas na terra!

Seremos conhecidos como carvalhos cheios da justiça de Deus, plantados pela poderosa mão do Senhor e a glória do senhor será vista através de nós!

Que Deus nos abençoe

 

 

Pr Josias Moura de Menezes

2 thoughts on “SERMÃO: TRÊS TROCAS QUE DEUS QUER FAZER COM VOCÊ

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s