Estudo para o encontro dos departamentos na quinta Feira. Tema: Ações de graças

Ações de graças

Salmo 92.1 – Colossenses 4.2

1.     INTRODUÇÃO

Não é nenhum problema para nós pedirmos alguma coisa para Deus. Mas nem sempre somos gratos por termos sidos atendidos, nos pedidos que já lhe fizemos. Os salmos estão repletos de poemas que glorificam a Deus por toda a Sua generosidade e amor. Quanto maior for a bênção ou o livramento que de Deus recebermos (por exemplo: os dez leprosos que foram curados por Jesus; e do homem de Gadara), tanto maior deverá ser a nossa gratidão a Ele.

Podemos usar o louvor como um instrumento de gratidão ao Senhor, e além dos cânticos, nossas orações devem ser permeadas de reconhecimento daquilo que Deus já fez e está fazendo por nós. Sobre isso o salmista declara: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios” (SI 103.2).

PROPOSIÇÃO: Um coração grato é uma das melhores formas de adoração a Deus.

2.     “BOM É RENDER GRAÇAS AO SENHOR…”

Até na gratidão somos abençoados, pois uma alegria profunda – procedente do Espírito Santo inunda o coração daqueles que sabem reconhecer as obras do Senhor em sua vida. Temos alguma razão ou motivo para sermos gratos a Deus? Uma resposta negativa a essa pergunta revela o quão distante Dele estamos.

No AT, a forma mais direta de gratidão a Deus ocorria através do sacrifício de animais, pois no Salmo 92.2 o autor faz referência a manhã e durante as noites, como os horários em que se realizavam os holocaustos no templo.

Cristo é o sacrifício final por todos nós (veja Hebreus 10.12), pois hoje Deus não quer mais sacrifícios de animais, mas de nós mesmos, em uma oferta viva, inteligente, de compromisso e de amor a Ele (Romanos 12.1). Expressamos nossa gratidão ao Senhor oferecendo-Lhe sacrifícios espirituais, e estes consistem de louvores ao Seu nome (Hebreus 13.15) e de demonstrações de amor aos nossos irmãos e aos necessitados, pois é desses tipos de sacrifícios que Deus se agrada (Hebreus 13.16).

No Salmo 50.14,23, está escrito que Deus está mais interessado em “ações de graças” do que nos sacrifícios de animais. Mas, afinal, o que significa a expressão ações de graças? Ação é o mesmo que: “Ato ou efeito de atuar; feito, obra; capacidade de agir; modo de proceder; atitude etc.”. Já o termo graça significa: “favor dispensado ou recebido, dádiva; estima, boa vontade” (Dicionário Aurélio). Em uma definição direta, a expressão ações de graças seria: “Ato de piedade ou devoção com que se agradecem benefícios recebidos; agradecimento, reconhecimento” (Dicionário K. Larousse).

No AT, não existe especificamente o verbo agradecer, da forma como nós o conhecemos. O termo hebraico yadah traduzido por confessar, louvar, agradecer, tem o sentido básico de reconhecer ou confessar o caráter e as obras de Deus. Com isso – pela cultura da Antiga Aliança – é na palavra louvor que a gratidão se manifesta, pois quando se confessa as obras e os feitos do Senhor, estamos por assim dizer, agradecendo por tudo que Ele nos tem feito.

3.     “PERSEVERAI NA ORAÇÃO, VIGIANDO COM AÇÕES DE GRAÇAS”.

Em outras versões da Bíblia encontramos: “Perseverai em oração, velando nela com ação de graças” (ARC); “não se cansem de orar; perseverem nisso; esperem pelas respostas de Deus e lembrem-se de agradecer quando elas vierem” (BV); “Continuem firmes na oração e fiquem alerta quando oram, agradecendo a Deus” (BLH).

No NT, a idéia de gratidão é semelhante àquela que conhecemos no ocidente. O termo grego empregado por Paulo é eucharistia traduzido por gratidão (veja Atos 24.3), ação de graças (2.7), oração de agradecimento (I Coríntios 14.16); mas o verbo eucharisteo que requer a tradução: agradecer, dar graças (Mateus 26.27), nos traz à lembrança a celebração da Ceia do Senhor.

É interessante observar que o apóstolo acrescentou a palavra vigiar entre orar e dar graças. O que isso quer dizer? Que todo cristão tem o dever de ser grato a Deus pelo favor que Dele recebeu. Que a expectativa da resposta de Deus às nossas súplicas deve criar, também, um espírito agradecido. Finalmente, precisamos estar atento para não pensarmos que diante da resposta favorável de Deus houve coincidência ou mérito pessoal (veja Deuteronômio 8.17).

Todas as bênçãos de Deus nos são acessíveis pelos méritos de Cristo, e isso nos mostra que sem Ele não poderíamos nem nos dirigir a Deus. Isso por si só já é um grande motivo de gratidão a Deus (2Coríntios 5.19). Em Colossenses 3.16, Paulo ensina que em tudo o que fizermos ou falarmos devemos demonstrar gratidão a Deus, revelando com isso, a fonte da nossa força, inteligência, sabedoria e também das oportunidades que já alcançamos.

Quando falta gratidão em nossos corações, estamos a um passo do materialismo e à beira da apostasia. É isso que faz o humanismo, centraliza tudo no homem. Por exemplo, o deísmo (a religião do humanismo) procura tirar o elemento sobrenatural de tudo dentro da Bíblia, buscando explicar os fenômenos (por exemplo: um milagre) por meios puramente científicos (veja Romanos 1.21).

4.     CONCLUSÃO

Nas epístolas do apóstolo Paulo, a palavra gratidão e correlatas aparecem mais de 40 vezes, e em uma dessas referências lemos: “Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1 Ts. 5.18). Infelizmente, a gratidão é algo raro ou em desuso nos dias atuais. Apresentadores de TV afirmam: “com certeza voltaremos amanhã”, ou “até amanhã, se Deus quiser, e Ele há de querer”. Como cristãos regenerados, precisamos resgatar a verdadeira Eucaristia, seja por meio da oração de gratidão seja pelo louvor mesclado de adoração e reconhecimento a Deus.

 

Fonte: https://josiasmoura.wordpress.com/

 

 

3 thoughts on “Estudo para o encontro dos departamentos na quinta Feira. Tema: Ações de graças

  1. Boa noite na Santa Paz do Senhor, gostaria de agradecer as mensagens que são uma benção para nossas vidas, eu tenho aprendido bastante.

    Curtir

  2. Boa tarde,

    Informo que efetuei o pagamento, porém, o endereço que está no boleto está errado, o certo é SGAN QUADRA 601 CONJ. I SALA 201 – CODEVASF – CEP.: 70830-019 – Brasília-DF.

    Ref. BOLETO 323904560-7 no valor de R$ 31,00.

    Att.

    IVONETE IBIAPINA

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s