A influência da Internet na Igreja e família

Palavra ministrada na comunidade congregacional do Bessa

A influência da Internet na Igreja e família

 

“De uma mesma boca procede benção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa? Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada ou doce.”  Tiago 3.10-12

 

O que é a internet? É um sistema global de redes de computadores interligados que utilizando alguns protocolos ou normas, conectam pessoas em todo o mundo permitindo a troca de informações.

O crescimento da Internet no mundo é espantoso. Segundo a União Internacional de Telecomunicações, são mais de 3.2 bilhões de pessoas ligadas. Essa pesquisa foi divulgada pelo portal da globo.com no dia 26.05.2015. Portanto, a quantidade de internautas constitui-se como 43% da população mundial.

A Internet é um mundo virtual muito semelhante ao real, nele encontra-se sites abordando todos os temas possíveis, especialmente: pornografia, sexo e assuntos espiritualistas.

Ir contra o uso da internet certamente não é uma atitude que devemos tomar, pois ela é usada hoje em todos em praticamente todos os setores da sociedade, como bancos, escolas on line e serviços gerais. O que precisamos é ensinar a todos a como usa-la para promover o bem e o crescimento pessoal.

As redes sociais nos dias de hoje podem ser usadas para o bem ou para o mal. Exemplos de uso de redes sociais para o bem podem ser: Redes sociais que divulgam empregos, serviços, mensagens bíblicas, etc.. Exemplos de uso errado são a procura por pornografia, encontros com pessoas desconhecidas, etc..

Em meio a estas densas trevas, a luz do  Senhor tem brilhado, pois eis que surgem diariamente novos pontos de luz, que são sites que procuram honrar e glorificar o nome Santo do Senhor Deus, disponibilizando verdadeiros oásis, com águas puras que restauram vidas. Ao servo, é dada a opção de honrar a Deus, acessando páginas dignas dos santos, ou a satisfação da carne e suas consequências. Irmãos não esqueçam, as más ações, mesmo que virtuais são pecado e como tal, passíveis de condenação eterna. (1Co 6.12)

“Todo caminho do homem é reto aos seus próprios olhos, mas o Senhor sonda os corações.” Pv 21.2 (Veja também: Sl 7.9; 17.3; 139.1)

“…Eu sou aquele que sonda mente e corações, e vos darei a cada um, segundo as vossas obras.” Ap 2.23

As tecnologias são apenas ferramentas que podem ser usadas para fazer  o bem ou o mal. Podemos usar uma guitarra para adorar a Deus num culto ou num show de rock, com pessoas fazendo uso de drogas ilícitas. Objetos e ferramentas são apenas ferramentas que podemos usar para o bem ou o mal. Tecnologias existentes são também ferramentas.

Constato que alguns cristãos, em especial os jovens e em muitos casos adultos, têm feito uso desta ferramenta para secretamente pecar. Anônimos, fora do alcance dos olhos de familiares, presbíteros, pastores e demais autoridades da igreja; encontram uma situação de liberdade que os encoraja a agir segundo as inclinações de seus corações e tendências pecaminosas.

1)   O Fenômeno das redes sociais: bênçãos e maldições

Segundo pesquisas recentes são mais de 2 bilhões de pessoas no mundo inteiro que possuem contas em redes sociais como facebook, Twitter, etc… Redes sociais, se forem usadas com os devidos facilitam a comunicação, a troca de informações, etc.., mas usadas de forma errada podem ser a origem de problemas para muitas famílias.

Algumas recomendações  e cuidados para pais e filhos em relação as redes sociais:

1. Cuidado com o que publica a seu próprio respeito

Algumas pessoas se expõem demais nas redes sociais, postando fotos de sua casa, seus pertences, viagens. E pior, muitas até avisam quando estarão viajando dando todas as dicas para que pessoas mal-intencionadas possam agir.

2. Não acredite em tudo o que vê

Há muitos casos de pessoas que se apresentam com perfil falso só para serem aceitas e, ao começarem uma amizade, envolvem a pessoa em alguma armadilha. Principalmente quando a vitima é criança ou adolescente.

3. Não clique em todos os links sugeridos

Cuidado ao sair clicando em links sugeridos até mesmo por amigos, pois como falamos no item anterior, pessoas criam perfis falsos e se aproveitam para mandar vírus que podem danificar seus arquivos e computador, ou até mesmo roubar senhas e se apoderarem de seu perfil, ou contas bancárias.

4. Fotos de família com dados

Todos querem postar suas fotos e de familiares, mas fotos com muitas informações, como nome, local, datas, eventos, local de trabalho etc, é expor demais a segurança da família, pois qualquer um pode além de usar os dados, copiar as fotos e usá-las indevidamente.

5. Informações financeiras e compra de bens

Isso nunca deve ser exposto, pois é uma porta aberta e com convite de entrada para os mal-intencionados. Comentários inocentes como dizer que foi ao banco tal e pegou a maior fila, já é uma informação de onde você tem conta. Postar foto do carro novo na garagem, da nova televisão de 40 polegadas que acabou de comprar, é outro chamariz.

6. Fofoca e difamação

Às vezes, dá vontade de falar pra todo mundo o que pensa de pessoas que fizeram algo que você não aceitou ou se sentiu ofendido, mas este é um grande perigo que se corre. Pois a pessoa pode inverter a situação até mesmo usando a postagem como prova de injuria de difamação.

Estes são alguns cuidados que se deve ter ao navegar pelas redes sociais e internet. Uma maneira simples para ponderar se você está exagerando na exposição de sua vida e família nas postagens é pensar da seguinte maneira:

Ao comprar algum novo bem para sua casa ou família, abriria as portas da sua casa e ficaria convidando a todos que passassem para entrar e ver o que acabou de comprar?

Colocaria fotos de sua família em eventos que fizeram expostas na calçada para que todos pudessem ver, e se quisessem pudessem levar embora?

Quando não se toma os cuidados necessários com as postagens é exatamente isso que se faz, estamos expondo nossa vida a qualquer um, pois você não sabe quem está do outro lado e muitas vezes nem mesmo que a pessoa é quem diz ser.

7. Cuidado com excesso de tempo.

Alguns jovens passam muitas horas em frente a computador com jogos digitais em redes, etc.. Isso não é saudável. Jovens precisam conversar, praticar alguma atividade.

O excesso de tempo em frente a computadores pode gerar jovens que sedentários e com dificuldades de relacionamento.

 

2)   Não é aconselhável ao servo de Deus:

1 – Acessar sites Eróticos e Pornográficos.

É preciso que os servos de Deus tenham o devido cuidado com a vida espiritual, não permitindo que a impureza se aloje, afastando-lhes da comunhão verdadeira com o Eterno. Amados, é um engano pensar que o acesso a tais páginas não produz um efeito devassador na vida, é praticamente impossível, não se contaminar com os desejos baixos produzidos pela carne. O Senhor nos deixa uma palavra clara de alerta contra a impureza, sua prática apaga o Espírito de Deus. 

“Eles perderam toda a vergonha e se entregaram totalmente aos vícios; eles não têm nenhum controle e fazem todo tipo de coisas indecentes… Vocês fazem parte do povo de Deus; portanto, qualquer tipo de imoralidade sexual, indecência ou cobiça não pode ser nem mesmo assunto de conversa entre vocês.” Ef 4.19 e 5.3

Ele castigará especialmente os que seguem os seus próprios desejos imorais e desprezam a autoridade dele.” 2Pe 2.10

 

2 – Sexo Virtual (Conversas sensuais, adultério virtual, etc…).

Sexo virtual é pecado! No uso da internet muitas pessoas tem envolvido-se com esta prática.

”Vocês fazem parte do povo de Deus; portanto, qualquer tipo de imoralidade sexual, indecência ou cobiça não pode ser nem mesmo assunto de conversa entre vocês.” Ef 5.3

“Deus não nos chamou para vivermos na imoralidade, mas para sermos completamente dedicados a ele.” 1Ts 4.7 ; Hb 13.4)

“Que o casamento seja respeitado por todos, e que os maridos e as esposas sejam fiéis um ao outro. Deus julgará os imorais e os que cometem adultério.” Hb 13.4

 

3 – Bate Papo / Chat.

Estas salas de conversação são usadas por muitos para construir amizades e em outros casos, até falarem do amor do Senhor. Infelizmente, nota-se que as designadas aos Cristãos/Evangélicos dos grandes portais, são verdadeiras praças nas quais muitos frequentadores influenciados por espíritos malignos se portam como filhos das trevas. Lamento a ingenuidade de muitos que insistem em “jogar pérolas aos porcos” (Mt 7.6) expondo ao ridículo a palavra santa do Senhor e, pela vida de muitos crentes que escondido atrás de um “Nickname” (ou de nome virtual) mostram suas inclinações pecaminosas, usando expressões baixas e mentiras. A consciência de uma vida santa deve envolver todo o nosso ser, a ponto de produzirmos os frutos do Espírito Santo em todas as situações, inclusive, nas ações numa sala de Chat, nossas palavras devem ser continuamente uma expressão de louvor a Deus.

“A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um.” Cl 4.6

”De boas palavras transborda o meu coração… nos teus lábios se extravasou a graça; por isso Deus te abençoou para sempre.” Sl 45.1,2

”Ordena e ensina… Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, tornar-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.” 1Tm 4.11,12

”Põe  guarda, Senhor, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios” Sl 141.3

”E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus…” Sl 40.3

 

”Habite ricamente em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos e hinos e cânticos espirituais, com gratidão, em vossos corações. E tudo que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus.”   Cl 3.16,17

 

4 – Hackers e vírus

A rede está repleta de vírus e programas intrusos que se alojam no hd, trazendo sérios danos ao funcionamento do PC e ou captando informações pessoais (senhas, número de documentos, etc.). Aventurar-se na Internet sem algumas precauções mínimas é buscar para si, prejuízos; procure proteger o computador com programas contra vírus ou invasores (firewalls).

Hoje, além dos famosos vírus, cuja finalidade  é violar nossos computadores e em alguns casos roubar algumas de nossas informações pessoais, encontramos na internet os delinqüentes cibernéticos aplicando golpes nos usuários. Cuidado. Use com cautela seu computador, procurando não entrar em sites desconhecidos.

 

5 – Sites cristãos com conteúdo edificante

Mas, em meio a este mar de coisas terríveis, visualizamos ilhas que são verdadeiros paraísos espirituais, nas quais podemos aportar e desfrutar das delicias que nos são apresentadas. Verdadeiro alimento que fortalece a nossa fé e concede-nos disposição para continuarmos firmes e inabaláveis na caminhada em direção à cidade santa. Estes sites devem ser visitados e ajudados, são pontos de luz em meio às trevas.

 

Conclusão: Amados Pais, jovens e Irmãos:

O Senhor colocou em nossas mãos a responsabilidade pela instrução dos filhos nos caminhos santos (“Guardem sempre no coração as leis que eu lhes estou dando hoje e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem.” Dt 6.6,7), procure conhecer qual a vida que eles tem levado na Net, sente-se e os aconselhe, faça-os refletir sobre os perigos da rede, bem como, sobre a necessidade de serem santos em todo o proceder, seja no acesso a site impróprios, em chats e até mesmo na incompatibilidade da prática hacker. Estejam atentos, acompanhe os passos de vossos filhos na Web, analise o histórico de páginas visitadas, e as conversações desenvolvidas. Converse e oriente a serem santos nas ações.

Mas lembremos que, por outro lado, pode-se fazer uso da Internet de uma forma santa e edificante! A rede possui um lado muito positivo, pois o Senhor tem levantado servos verdadeiramente compromissados e cheios do Espírito Santo para serem luz neste mundo de escuridão; levando a Sua Salvação, bem como, abraçando àqueles que necessitam de uma palavra de consolo e ânimo. Para invadir este “mundo virtual”, surgem diariamente uma série de sites, cujos fins é anunciar a “Boa Nova do SenhorJesus”. É o Eterno lançando mãos dos meios disponíveis para manifestar a Sua glória.

Já é possível transmitir cultos via internet para o mundo inteiro a custo zero. Pregadores e escritores podem alimentar milhares e até milhões de pessoas com a mensagem que recebem da parte de Deus. As barreiras da comunicação caíram, postamos textos e informações nos blogs e sites e em segundos são acessados em qualquer parte do mundo. A internet tem possibilitado aos missionários virtuais chegarem facilmente até os confins da terra, literalmente. Temos recebido a informação e o testemunho de muitos irmãos de que, em países onde há grande perseguição aos cristãos e é proibida a divulgação aberta do Evangelho, como a China e alguns lugares do Oriente Médio, a Internet tem se revelado o grande e eficaz veículo de propagação da fé em Cristo.

Ao usar a Internet não esqueçamos do que nos ensina a palavra: “Sede santos, porque eu sou santo.” 1Pe 1.16

 

Pr. Josias Moura de Menezes

One thought on “A influência da Internet na Igreja e família

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s