EBD DIA 15.05.2016. TEMA: Expondo o livro de I Timóteo – Capitulo 03

 

Expondo o livro de I Timóteo – Capitulo 03

A igreja também é uma organiza­ção, além de ser um organismo vivo, um corpo vivo e em cresci­mento unido por Cristo. Na ver­dade, todo organismo tem de ser organizado, ou morre. O corpo humano é um organismo vivo, mas também é uma máquina extrema­mente organizada. A igreja local tem de ter liderança, e isso implica organização, para executar suas ta­refas com eficiência. Ser um líder é uma responsabilidade pesada, porque a Igreja pertence ao Deus vivo. Os líderes de uma igreja não devem ser eleitos por serem populares, mas devem ser escolhidos com discernimento por parte da Igreja da vontade de Deus.

 

I. O lider no Novo Testamento (3:1-7)

Os termos “pastor”, “presbítero” e “bispo” referem-se para alguns estudiosos ao mesmo cargo. Veja Atos 20:1 7,28 e Tito 1:5,7. A palavra “presbítero” ou “ancião” é a tradução da palavra grega presbyteros (em 4:14, traduzida por “pres­bítero”). A palavra significa apenas uma pessoa mais velha, madura. Os anciãos judeus (Lc 22:66) eram os homens adultos que assumiam a liderança em reconhecimento à sua maturidade. A igreja primitiva escolhia seus pastores entre os ho­mens maduros da congregação. O termo “bispo” vem da palavra grega episkopos e significa “supervisor”. O nome da Igreja Episcopal origi­nou-se dessa palavra. Portanto, o pastor era alguém que precisava ter maturidade espiritual e se constituía como um super­visor no que dizia respeito ao mi­nistério. Filipenses 1:1 apresenta a constituição da igreja do Novo Tes­tamento: santos, bispos e diáconos. Era comum as igrejas terem mais de um presbítero ou pastor.

 

A.   As qualificações pessoais (vv. 2-3)

“Irrepreensível” não quer dizer sem pecado, e sim alguém com uma vida cristã aprovada por Deus e pela comunidade. O sentido literal da palavra é que esta pessoa não deve ter em sua conduta nada de que o inimigo pos­sa lançar mão a fim de atrapalhar o trabalho ou arruinar o testemunho.

Exigia-se que o pastor tivesse apenas uma esposa, Atente aqui que a prática da poligamia de muitos homens naquele tempo, era incompatível com o exercício da obra de Deus. Ao dizer no verso 2, que o bispo deveria ser fiel a sua esposa, Paulo está proibindo tanto a poligamia como a promiscuidade.

“Temperante” refere- se a sobriedade no julgamento e nas ações. “Sóbrio” indica seriedade de propósito e autocontrole. “Respeitá­vel” (NVI) poderia ser traduzido por “ordeiro”, o que sugere vida e teste­munho bem organizados. Ele devia ser um verdadeiro cavalheiro. Ele ti­nha de amar as pessoas e gostar de recebê-las em sua casa. “Apto para ensinar” relaciona-se a Efésios 4:11, em que “pastores e mestres” repre­sentam o mesmo ofício. Verifique, ao reler 1—2 Timóteo, como Paulo fala muitas vezes em ensinar a Pala­vra.

Sem dúvida, a Bíblia enfatiza a sobriedade. Os pro­blemas modernos fizeram com que a igreja adotasse uma atitude contra o álcool e a embriaguez. “Violento” (v. 3) é aquele que usa força física para fazer com que as pessoas concor­dem com ele, e sabemos que “a ira do homem não produz a justiça de Deus” (Tg 1:20). O pastor não pode ser avarento, briguento (barulhento, dado a contendas); ele deve ser pa­ciente com as ovelhas, generoso, pôr Cristo e a igreja em primeiro lugar.

 

B.   As qualificações familiares (vv. 4-5)

O pastor tem de ser o cabeça de sua família e ter controle sobre os filhos. O que não quer dizer que seus fi­lhos não possam ser crianças! Mas, sim, que devem respeitar a Deus e os pais, e devem ser orientados a crescer em amor a Deus e sua palavra. Muitos líderes cometem o erro de pensar que seu trabalho é tão importante que eles o usam como justificativa para abandonar suas famílias.  Se um homem não está disposto a cuidar, disciplinar e ensinar a seus filhos, então não estará também apto para liderar espiritualmente. Não devemos permitir que quaisquer atividades suprimam nosso dever para com nossa família.

 

C.   As qualificações da igreja (vv. 6-7)

Ele não deve ser um novo converti­do a fim de que Satanás não o ensoberbeça, e ele peque. É perigoso confiar a liderança cristã a novos convertidos. Os novos crentes devem se tornar seguros e fortes na fé antes de aceitar posições de liderança na igreja. E muito frequente a igreja que tem falta de obreiros colocar prematuramente novos crentes em posições de responsabilidade. A nova fé precisa de tempo para amadurecer. Os novos crentes devem servir, mas não devem ser colocados em posições de liderança até que estejam firmes em sua fé. demonstrando um sólido estilo de vida cristã e conhecimento da Palavra de Deus.

 

Os crentes mais jovens que são escolhidos para a liderança precisam se precaver contra os efeitos prejudiciais do orgulho. Este pode seduzir nossas emoções e obscurecer nossa razão. Pode tornar aqueles que são imaturos suscetíveis à influência de pessoas inescrupulosas. O orgulho e a vaidade foram a causa da ruína do Diabo, e ele usa o orgulho como uma armadilha para as pessoas.

 

II. O diácono no Novo Testamento (3:8-13)

“Semelhantemente” indica que dian­te de Deus o diácono tem a mesma importância, pois ele deve trabalhar com o pastor na direção dos assun­tos da igreja. Ser “respeitável” sig­nifica “ser tido em alto conceito”. A pessoa de “língua dobre” (ARC) é aquele tipo que fala uma coisa para alguém, outra coisa para outra pes­soa, na tentativa de conseguir algo dessas duas pessoas. Os líderes da igreja têm de ter só uma palavra e cumprir o que prometem. O versí­culo 3 discutiu os assuntos relacio­nados ao vinho e ao dinheiro. Eles de­vem ter a consciência limpa e viver o que professam.

Observe que o pastor e o diácono devem ser testados antes de receber o cargo, ou seja, exercitar seus dons em outros ministérios, antes de se tornar líde­res. Deve-se desempenhar o cargo de diácono, não apenas preenchê-lo. Os servidores fiéis da igreja adquirem uma boa reputação (condição) diante de Deus e dos homens e, assim, favo­recem o trabalho de Cristo.

 

III. A igreja do Novo Testamento (3:14-16)

Escreve-se muito a respeito da “ver­dadeira igreja” ou da “igreja invisí­vel”. Sem dúvida, na Bíblia há muito desse conceito na afirmação de que todos os crentes pertencem a Cristo e são um nele. Todavia, a ênfase pri­mária do Novo Testamento está na igreja local, que é, simplesmente, a “igreja verdadeira”, assim como o “corpo místico de Cristo” do qual se fala tanto. No Novo Testamento, espera-se que o cristão reúna-se em congregações locais e trabalhe por Deus. Nesses versículos, Paulo des­creve diversas imagens para mostrar a importância da igreja local:

 

A.   A casa de Deus

Ou seja, a família ou o lar de Deus na terra. Os crentes são filhos do Senhor, e a igreja é sua família. Veja Gála- tas6:10 e Efésios2:19. Raulo escre­veu essa carta para ensinar as pessoas a se comportarem como membros da família de Deus. Com certeza, a igre­ja é mais importante que qualquer outra organização sobre a terra, já que é a família do Senhor.

 

B.   Coluna e baluarte da verdade

Ele usa linguagem arquitetônica. A igreja é que mantém a verdade de Deus neste mundo. A palavra “balu­arte” significa fundação, e também foi traduzida por “firmeza” (ARC). O trabalho de Deus prospera na terra à medida que a igreja local é fiel em preservar, em pregar e em praticar a verdade. O cristão infiel enfraquece a fundação da verdade do Senhor no mundo.

 

C.   O corpo de Cristo

Talvez, o versículo 16 seja um hino cristão antigo que os santos me­morizavam para usar nos cultos de adoração. O mistério da piedade é o plano secreto de Deus com a fi­nalidade de tornar o mundo piedo­so. Sem dúvida, Cristo é o grande mistério do Senhor, e esse cântico o exalta: seu nascimento, sua morte, sua ressurreição e seu ministério ter­reno. E um resumo da pessoa e da obra de Cristo e transmite a idéia de que, agora, a igreja continua a obra que ele iniciou. A igreja é o corpo de Cristo na terra (veja 1 Co 12:12, em que Paulo fala da igreja local, não da universal).

A igreja é importante para Deus e também deve ser para nós.

 

Na próxima semana continuaremos. 

One thought on “EBD DIA 15.05.2016. TEMA: Expondo o livro de I Timóteo – Capitulo 03

  1. Deus abençoe a cada dia sua vida agradeço a Sr Jesus por esse trabalho realizado por sua equipe ,que continue fortalecido no Espírito Santa para que novas vidas sem alcançadas amém

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s