22.11.2015 – CURSO BIBLICO EM GENESIS – LIÇÃO 01: A Criação – Começo de Todas as Coisas

 

clique aqui para baixar versão impressa

A Criação – Começo de Todas as Coisas

 

Genesis 1.1 a 2.3

De fato, os cristãos sempre têm afirmado sua fé de que o universo não foi formado por acaso e também não existe desde a eternidade; antes, existe, porque Deus o criou e o sustenta. Não é sem razão que a primeira afirmação do Credo Apostólico, a mais antiga confissão de fé do Cristianismo, diz; “Creio em Deus Pai, Todo Poderoso, criador do céu e da terra” (Gn 1; 2.1 -3).

A narrativa de Gn. 1 e 2, é de uma beleza incomparável. É o início glorioso da revelação escrita de Deus. Esta revelação começa exatamente com o relato da criação.

Uma curiosidade que várias pessoas têm com relação aos dois primeiros capítulos de Gênesis, é com relação ao sentido da palavra “dia”, que aparece várias vezes no capítulo 1: são dias de 24 horas ou são períodos maiores de tempo? O texto bíblico não se preocupa em responder a esta pergunta, pois para o Senhor, “um dia é como mil anos, e mil anos como um dia”(SI 90.4; II Pe3.8). O que importa é saber que Deus criou o universo em que vivemos (Am 4.13; 5.8; Jn 1.9).

Vale a pena observar a estrutura que se repete em Gn 1.3-25, que pode ser assim descrita: Execução da ordem: “e assim se fez” . Comentário: “e viu Deus que era bom”‘. Tempo: “houve tarde e manhã”…

Deve-se considerar neste capitulo, a posição de destaque na criação, desfrutada pela raça humana. Deus criou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança, e deu-lhes a responsabilida­de de zelar da natureza (Gn. 1.27,28). Estes versículos, infelizmente, têm sido mal interpreta­dos – alguns pensam que o ser humano pode des­truir a natureza com base nesta ordem divina. A responsabilidade humana é preservar e cuidar do que Deus criou.

1)  A CRIAÇÃO É MATÉRIA DE FÉ

“Pela fé entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem’’(Hb 11.3). Esta declaração, de maneira simples, mas objetiva, ensina que a criação é uma questão de fé para os cristãos. Tem sido assim em toda a história do povo de Deus. Os fiéis do Senhor sempre têm confessado a fé no Deus que criou todas as coisas a partir do nada. Como exemplo, pode-se citar a Confissão de Fé de Westminster em seu Capítulo IV (Da Criação), § 1 que diz o seguinte: “Ao princípio aprouve a Deus o Pai, o Filho e o Espírito Santo, para a manifestação da glória do seu eterno poder, sabedoria e bondade, criar ou fazer do nada, no espaço de seis dias, e tudo muito bom, o mundo e tudo o que nele há, visíveis e invisíveis” (Hb. 1.2; Jo 1.2,3; Rm. 1.20; SI 104.24; Jr 10.12; At 17.24; Cl 1.16; Êx 20.11).

Mas nem todos crêem que o universo é obra das mãos de Deus. Especialmente a partir do século passado, com a divulgação da assim chamada “Teoria da Evolução”(que ensina que o universo é produto não de uma criação inteli­gente, mas do acaso), a fé na doutrina da criação tem sido colocada em dúvida e até mesmo ridicularizada. Este estudo não entrará em detalhes desta polêmica. Livros inteiros têm sido escritos na tentativa de harmonizar o que a ciência diz sobre este assunto com o que a Bíblia ensina sobre isto. O propósito deste estudo é afirmar que, ainda que a ciência ensine o contrário, a fé cristã continua expressando a crença na criação do universo por Deus.

É preciso que se saiba, no entanto, que a fé cristã não é anti-intelectual. Além disso, a intenção da Bíblia não é ser um livro científico, nem ser totalmente contrário à ciência. A Bíblia foi escrita com o propósito de nos ensinar com relação à salvação (II Tm 3:15). Sendo assim, não importa o que diga a Teoria da Evolução (que continua sendo uma teoria não comprovada), os cristãos afirmam sua fé no Deus Criador e Preservador de todas as coisas.

2)  A CRIAÇÃO É BASE PARA A AÇÃO SALVADORA DE DEUS NA HlSTÓRIA

Um importante ponto que não pode ser desprezado pelos que estudam o ensino bíblico sobre a criação é a forte ligação que há na Bíblia entre esta doutrina e a doutrina da salvação. Javé, o Deus Eterno, o Criador e Preservador de todas as coisas, revela-se primeiramente através de seus atos na história; os atos de Deus revelam Seu caráter de amor, justiça e santidade.

Quando se fala sobre a ligação que há entre a doutrina da criação e a doutrina da salvação, não se pode esquecer que Cristo é o elo que une estas duas realidades. O Novo Testamento entende que o mundo foi criado através de Cristo (Cl 1.15-17; Hb 1.2). Cristo é descrito como o Sustentador do universo (Hb 1.3). A obra da redenção realizada por Cristo atinge não apenas homens e mulheres a quem Deus chamou (Ef 1.3-5), mas também a natureza (Rm 8.19-25). Outro aspecto que apresenta Cristo como elo de ligação entre criação e salvação é o fato de Paulo dar a Jesus o sugestivo título de “segundo (ou último) Adão”: I Co 15.21,22,45, por isso a salvação é chamada de “nova criação”(ou nova criatura): II Co 5.17; G16.15. Do início ao fim de tudo, Cristo é o centro do propósito redentor de Deus.

O entendimento desta verdade bíblica é útil para uma compreensão melhor do conteúdo do Evangelho que deve ser pregado pelos cristãos: este Evangelho dirige-se ao ser humano em sua totalidade, e no meio ambiente onde vive. A salvação não é de modo algum, apenas para a “alma”; pelo contrário, a salvação é para todos os aspectos que constituem a vida humana.

3)  A CRIAÇÃO IMPLICA EM RESPONSABILIDADE PARA O CRISTÃO

As doutrinas bíblicas não devem ser apenas estudadas, devem ser também colocadas em prática. Pois, conforme diz a conhecida frase, a Bíblia é nossa única regra de fé, isto é, nossa orientação quanto à teologia que cremos e ensinamos, e de prática, isto é, nossa orientação quanto à ética, ou seja, aquilo que fazemos.

A doutrina da criação não é uma teoria apenas interessante; antes, tem inúmeras implicações para a vida dos cristãos no mundo. Destas implicações, pode-se citar:

1.           Mordomia Ambiental – Esta expressão foi criada pelo Dr. Juan Stam, da Costa Rica, respeitado teólogo evangélico que tem se dedicado ao estudo da teologia da criação. Aqueles que crêem que Deus criou o mundo, devem se esforçar no que for possível para preservar o meio ambiente, a natureza, que não é sagrada, nem deve ser cultuada, mas deve ser cuidada pelos filhos de Deus (Gn 1.26,27; 2.15).

2.           Missão Mundial – O Deus que criou o mundo deve ser adorado por todos os povos (SI 33.5-9; 117.1). Esta é a mensagem missionária da doutrina da criação. E isso só acontecerá através do anúncio da salvação em Cristo a todos os povos.

3.           Relacionamentos Humanos – A fé cristã afirma que todos os seres humanos, não importando a raça, cor dos olhos ou da pele, ou tipo de cabelo que tenham, são imagem e semelhança de Deus. Esta imagem encontra-se corrompida pelo pecado, mas não está totalmente desaparecida. Por isso, os que crêem na criação, não podem admitir racismo ou qualquer tipo de preconceito, pois estas atitudes são graves pecados contra o Deus Criador.

4.           Louvor e Adoração – A adoração ao Senhor pela obra da criação, é outra implicação prática desta doutrina – o Criador é louvado pelo que fez. Este temaé muito frequente nas Escrituras. Textos como SI 104, apresentam com muita clareza este belo aspecto da vida com o Senhor.

5.           Luta pela Justiça- Já se fez referência neste estudo ao texto deli Pe3.13, o qual apresenta que o futuro da criação não é a destruição, mas a nova criação, marcada pela justiça. O projeto de Deus Criador para o Seu povo, é de uma terra sem males. Por isso, os cristãos são motivados a lutar por todas as manifestações da justiça no mundo. Quem crê na criação, não pode se acomodar diante das injustiças produzidas peto pecado.

DESAFIOS

 

A doutrina da criação nos apresenta vários desafios. Alguns destes são: O envolvimento de cristãos em Organizações Não Governamentais que lutem em defesa da criação, como forma de testemunho para o mundo. Em segundo, uma tomada de posição com relação a todas as responsabilidades que são consequências da fé na doutrina da criação.

2 thoughts on “22.11.2015 – CURSO BIBLICO EM GENESIS – LIÇÃO 01: A Criação – Começo de Todas as Coisas

  1. Pastor Josias, tenho sido edificado pelas mensagens que o nosso Senhor e D’us tem te revelado. Tenho salvos alguns estudos em pdf para o meu crescimento na Palavra e no Senhor! Se porventura, tiver outros estudos em pdf: lhe agradeço. Principalmente no campo de teologia reformada e outros… Desde já, meu obrigado! Abraço…

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s