08 ESTUDOS BIBLICOS SOBRE MORDOMIA CRISTA

Mordomia e Vida

8 Estudos Bíblicos para Grupos Familiares

INTRODUÇÃO:

Não são poucos os cristãos que levam uma vida espiritual a quem do padrão Bíblico. Muitos não compreendem ou não desejam compreender melhor o padrão divino para cuidarmos de todas as coisas.

“MORDOMIA E VIDA”, trata-se de uma série de Estudos que tem como objetivos oferecer ao participantes dos grupos familiares um panorama claro e simples da mordomia cristã. Não pretendemos apenas falar sobre dízimo, mas queremos levar os grupos a repensarem sua postura diante de temas como corpo, mente, dons espirituais, dinheiro etc.

A SÉRIE DE ESTUDOS: “MORDOMIA E VIDA”

“MORDOMIA E VIDA”, foi elaborada ao longo de três meses com muito cuidado e preocupação com a mensagem bíblica e a necessidade de cada grupo. É claro que não deixamos de lado as doutrinas reformadas e o contexto moderno.

Mordomo Cristão, como se acha definido no primeiro estudo, é aquele “administrador ou despenseiro” dos bens do Senhor. Falar sobre mordomia, é esclarecer como deve ser a administração desses bens que Deus nos tem confiado. Mordomo Cristão, é aquele que reconhece que em “Cristo no vivemos, nos movemos e existimos”, Sabe que não pertence a si mesmo porque foi comprado pelo sangue de Jesus derramado na cruz pelos nossos pecados. Reconhece que Deus é o seu Senhor e vive para Ele. Toda a vida do Cristão, personalidade, tempo, dons e talentos, ministério, bens materiais, família, dinheiro, enfim o seu todo, é dedicado a Cristo. Essa é a verdadeira doutrina da Mordomia Cristã.

 

Temos ainda uma tarefa semanal. Decorar versículos pode ser um importante instrumento de assimilação do conteúdo dos estudos. Estamos entregando aos líderes os versículos já impressos em cartolina e em letras grandes. Toda semana ao encerrar o estudo os líderes devem entregar aos participantes o versículo da semana seguinte. Uma sugestão que damos aos líderes, é utilizar os versículos no início do encontro como um quebra gelo. Não obrigue as pessoas a decorar, mas estimule os irmãos a isso.

Lembramos aos líderes que ao responder a uma pergunta deve-se procurar explicar cada palavra, cada idéia a ser colocada como respostas às perguntas.

 

Nossa seqüência de estudo será como segue:

 

 

Estudo

Tema

Estudo 1

O que é Mordomia

Estudo 2

Mordomia do Corpo

Estudo 3

Mordomia da mente e do coração

Estudo 4

Mordomia do Tempo

Estudo 5

Mordomia dos dons e talentos

Estudo 6

Mordomia dos Bens

Estudo 7

Mordomia do dinheiro

Estudo 8

Prestando contas a Deus

 

VERSÃO

Todas as citações referidas pelos estudos devem ser pesquisadas na EDIÇÃO REVISTA E ATUALIZADA DA BÍBLIA, Tradução de João Ferreira de Almeida, Sociedade Bíblica do Brasil.

CONCLUSÃO

Ao chegarmos ao final de “MORDOMIA E VIDA”, gostaríamos de desafiar a cada participante dos estudos a buscar em Deus, sabedoria para exercer a tarefa que o Senhor nos tem confiado. Devemos lembrar que teremos que prestar contas de tudo o que fizermos com os bens de Deus e até com a nossa própria vida.

“Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus”. (Romanos 14:12)

Somente a Deus a Glória.

 

Estudo 1

O Que é Mordomia?

 

 

INTRODUÇÃO

Qualquer pessoa que observar atentamente, vai ver que há algo de muito errado com o mundo. O ser humano que foi criado à imagem e semelhança de Deus, parece que cada dia mais se comporta como um predador dentro da criação de Deus. Parece que a espécie humana só encontra uma maneira de sobreviver: Destruir, aniquilar e condenar tudo o que Deus fez, até mesmo a sua espécie.

Neste estudo você entenderá que Deus é o criador e sustentador da vida humana. Você é mero administrador dos interesses e bens de Deus.

Como ponto de partida devemos dar o conceito de Mordomia.

MORDOMO – ECÔNOMO – DESPENSEIRO

1. Administrador dos bens de uma casa, uma irmandade, de uma confraria, etc.; ecônomo.

2 Indivíduo encarregado da administração de uma casa grande, ou de uma instituição particular ou pública; mordomo.

3. Eclesiástico incumbido da administração dos bens de uma abadia, um benefício, etc.

4. Despenseiro. – O encarregado da despensa; ecônomo.

Dado este conceito, devemos dizer que mordomia é o ato de se administrar alguma coisa que não nos pertence. Somos chamados a administrar os bens do Senhor e devemos fazer com amor e zelo.

 

 

Leia atentamente as passagens citadas e responda as seguintes perguntas com sinceridade:

1 – Cite algumas obras das mãos do Senhor:

Gênesis 1:1, 16, 21 e 25

Gênesis 1:27

Jó 4:17

Isaías 43:15

Jeremias 10:16

2 – Relacione algumas coisas que pertence ao Senhor de acordo com os seguintes textos:

Salmo 24:1

Salmo 8:3

Gênesis 14:22

Deuteronômio 10:14

3 – Deus, nos criou e não nos abandonou. Ele também nos sustenta na sua providência. O que nos fala sobre Deus em Atos 14:17?

4 – A Palavra “mordomo” aparece na Bíblia algumas vezes. A que se relaciona o mordomo nos seguintes textos?

Gênesis 15:2,3 e 24: 1,2 e 3

 

Mateus 25: 14 – 30

Devemos entender a posição de cada um dos personagens aqui citados. A Todos eles foi confiada uma tarefa administrativa. E nenhum era dono de nada. Eles recebem ordens de administrar os interesses de seus senhores.

5 – Que funções são dadas por Deus ao primeiro homem e a primeira mulher?

Gênesis 1: 28

Gênesis 2:15

6 – Que função José recebeu do Faraó do Egito após lhe interpretar o Sonho?

Gênesis 41:39 – 43

7 – O que o Faraó do Egito reconheceu haver em José para lhe tornar governador e administrador de todo o Egito?

Gênesis 41: 38,39

8 – Na oração de Davi em I Crônicas 29: 1 – 22, ele se prepara para a construção do Templo e faz algumas ofertas para tal construção. Que grandes verdades diz Davi nesse texto?

v. 11

v. 12

v. 14

v. 16

Neste caso todas as coisas são do Senhor e até mesmo os planos vem do Senhor. Os recursos e tesouros são do Senhor. Somos meros instrumentos nas mãos do Senhor. Você acha que as pessoas hoje se comportam como se tudo fosse do Senhor? Porque? Será que temos dificuldades de compreender a posse do Senhor?

 

9 – Na história de Daniel, encontramos muitos fatos que nos chamam a atenção. O que foi confiado a Daniel pelo Rei Nabucodonozor ?

Daniel 2: 48,49

 

Explique

Compreendemos agora que o que Deus deseja de seus servos e filhos, é que administremos o seu patrimônio. É claro que o Espirito Santo nos dará capacitação para tal tarefa.

 

10 – Cientes que somos de nossa responsabilidade diante de Deus e de nossa incapacidade para bem desempenharmos a função a nós confiada. O que devemos fazer?

Mateus 20:25 –28

 

Salmo 123:2

 

Lucas 9;23 – 24

 

CONCLUSÃO

Você já tem aprendido que tudo o existe, foi criado por Deus. ele criou e mantém sua criação. Somos apenas administradores dos interesses do Senhor. Como fiéis mordomos devemos nos colocar como servos, procurando imitar o exemplo de Jesus que serviu a ponta de perder a sua vida para ganhar a nossa vida. Devemos aprender a nos envolver com a administração dos interesses de nosso Senhor.

 

TAREFA DA SEMANA;

Memorize Salmo 24:1 “Ao Senhor pertence a terra. e tudo o que nela se contém. O mundo e os que nele habitam.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Estudo 2

Mordomia do Corpo

 

 

INTRODUÇÃO

No último estudo nós aprendemos o significado da palavra “Mordomia”. Ser mordomo, é ser administrador, despenseiro etc. Aprendemos ainda, que Deus criou todas as coisas e que ele as sustenta pelo seu poder. Nós somos chamados a administrarmos os bens de Deus. A Natureza, o nosso corpo, dinheiro, família etc. Tudo é de Deus. Nada nos pertence, somos mordomos do Senhor.

 

RECORDANDO A TAREFA DO ESTUDO ANTERIOR:

Salmo 24:1 “Ao Senhor pertence a terra. e tudo o que nela se contém. O mundo e os que nele habitam.”

 

No presente estudo, nos buscaremos entender a mordomia do corpo. Como devemos administrar o nosso corpo? Que cuidados devemos tomar com o corpo? O que devemos evitar em nosso corpo?

Estas e outras perguntas estaremos respondendo durante este trabalho à luz da Palavra de Deus.

Leia atentamente as passagens indicadas e responda com sinceridade:

 

1 – Quando Deus criou o homem, ele o fez com um cuidado especial. Ao criar as demais coisas ele simplesmente disse; “Faça-se” e “Viu Deus que era bom”. Quando porém, criou o homem, qual foi a diferença das demais criações de Deus?

 

Gênesis 1:26 – 28 e semelhança

 

Gênesis 1:31 Ele viu que

 

2 – De que forma é descrita a criação do ser humano?

 

Salmos 139:14

 

Salmos 8: 4,5

De fato, o ser humano é criado conforme a imagem e semelhança de Deus. O nosso corpo é considerado uma criação maravilhosa. Por mais que a ciência humana tenha se desenvolvido, ainda não conseguiu avançar a ponto de criar algo e lhe dar vida. O Ser humano recebe de seu criador a capacidade de viver. O corpo humano é portanto mais do que uma escultura, e dotado de vida inteligente.

 

3 – Quais são as coisas que não devemos fazer com o nosso corpo?

 

Provérbios 5: 3 –6, 8 e 9

 

Provérbios 6: 6 – 10

 

Provérbios 20:1

 

Provérbios 23: 1 – 3

 

Provérbios 23:14 – 21

 

I Coríntios 6: 18

 

4 – Qual é o severo julgamento de Deus quanto ao mau uso do corpo?

I Coríntios 6: 9 – 11

 

Gálatas 5:21

 

Qualquer coisa que venha a tornar impuro ou escravizar o nosso corpo, torna-se desobediência a Deus e mal uso do corpo.

 

5 – Que parte do corpo devemos dar atenção especial?

Tiago 3 : 2 – 6

 

Mateus 12:36,37

 

Provérbios 4:23

 

6 – Qual o ponto de partida de todo o mau uso do corpo?

 

Provérbios 4:22

 

Jeremias 17: 9, 10

 

7 – Que tipo de coração Deus procura?

 

II Crônicas 16:9

 

Salmo 51:17

 

8 – O que o corpo se torna ao receber a salvação em Cristo?

 

I Coríntios 3: 16,17

 

I Coríntios 6:19

 

“Santuário” ou “Templo”, é uma referência ao Templo do Antigo Testamento. As pessoas iam uma vez por ano ao templo para oferecer sacrifícios a Deus. Era a forma de culto. Deus habitava no seu Templo e por essa razão, o povo ia ao templo pelo menos uma vez por ano. No Novo Testamento nós encontramos o corpo como a habitação do Espírito Santo de Deus. Devemos cuidar o honrar a Deus com o nosso corpo.

 

9 – O que devemos fazer com o nosso corpo já que somos “santuário”?

I Coríntios 6:20

 

Romanos 12:1,2

 

Romanos 6: 13

 

10 – Que exemplo nós tiramos da vida do Apóstolo Paulo com respeito ao uso do corpo?

Filipenses 1:20

 

Gálatas 6:17

 

CONCLUSÃO

Chegamos até aqui constatando que fomos criados conforme a “Imagem e semelhança de Deus”. O nosso corpo não deve ser entregue a prostituição, vícios e promiscuidades. Devemos tratar o nosso corpo como santuário de Deus. Não somos donos desse corpo, somos apenas mordomos para o Senhor e devemos glorificar a Deus em nosso corpo.

 

 

TAREFA PARA O PRÓXIMO ENCONTRO:

Memorize 1 Coríntios 6: 19 “Acaso não sabeis que o vosso corpo é Santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Estudo 3

Mordomia da Mente e do Coração

 

 

INTRODUÇÃO

No último estudo nós vimos a necessidade de mantermos o corpo como um Santuário do Espírito Santo. Não devemos permitir que o nosso corpo seja usado como instrumento do pecado. Mas devemos glorificar a Deus em nosso corpo.

 

RECORDANDO A TAREFA DO ESTUDO ANTERIOR:

1 Coríntios 6: 19 “Acaso não sabeis que o vosso corpo é Santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?”

 

Não podemos falar em corpo sem falarmos na Mente e no coração. Sabemos que do coração e da mente brotam os bons e maus desígnios. É na mente e no coração que se forjam os desejos e anseios de uma personalidade. A mente humana é dotada de intelecto e memória. Ela tem a capacidade de planejar, arquitetar e assimilar um determinado projeto. Também a mente humana tem a capacidade de lembrar, armazenar dados que ao longo dos dias vão se tornando história. É na mente que residem a personalidade, o caráter de cada pessoa. Portanto, é necessário entendermos melhor essa poderosíssima arma que temos à nossa disposição

 

Leia atentamente os textos e responda:

1 – Pensamento e inteligência residem na mente humana. Alguém já falou que a mente é o computador mais perfeito que jamais a ciência criou ou criará. Quem criou a mente humana e sua capacidade de raciocínio e de lembranças?

Salmos 33: 13 – 15

 

2 – Que coisas Deus abomina?

Provérbios 6:16 – 19 , , , , , ,

Deuteronômio 15:9

Salmos 64: 1 – 7

Mente e coração são sinônimos na Bíblia. Pensamentos e anseios passam pelo coração humano. Por essa razão, somos provados no coração e na mente.

 

03 – O que Deus é capaz de fazer em nosso coração e mente?

I Crônicas 28:9

Gênesis 6:5

Salmos 139:23

 

Sondar, Investigar e Provar, são expressões correlatas em toda a Bíblia. Deus é capaz de investigar profundamente os nossos anseios e até saber de todas as intenções por trás de nossos atos.

 

4 – A memória é outra capacidade criada por Deus em nós que nos torna capazes de lembrar de fatos contidos em nosso passado ou de informações que armazenamos no nosso dia a dia. Alguns afirmam que nós usamos apenas 1% de nossa capacidade mental.

Podemos usar a nossa memória para melhorar as coisas no presente e no futuro?

Deuteronômio 8:2 e Lamentações 3:20,21

 

Explique

 

5 – Como se encontra a mente das pessoas que não tem Cristo?

2 Timóteo 3: 8

Tito 1: 15

 

6 – Como deve ser a mente de uma pessoa que conhece a Cristo?

1 Coríntios 2:16

Romanos 12:2

 

7 – Podemos ao certo investigar a mente de Deus?

Romanos 11:34 e ! Coríntios 2:16

Explique

 

8 – Como são os pensamentos de Deus?

Salmos 92:5

Isaias 55:8,9

 

9 – Com que devemos ocupar o nosso pensamento?

Colossenses 3: 1 e 2

 

10 – Relacione alguns itens com os quais devemos estimular em utilizar o potencial de nossa mente e coração.

Filipenses 4:8 , , , , ,

 

CONCLUSÃO:

Se fosse exigida a prestação de contas de nosso uso da mente, inteligência, intelecto e memória, será que chegaríamos à conclusão de que estamos usando bem o nosso potencial para a glória de Deus. Sabemos uma coisa que temos que nos “transformar pela renovação de nosso entendimento” Rm 12:2

 

TAREFA PARA O PRÓXIMO ESTUDO:

Memorize “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto”. (Salmos 51:10 )

.

Estudo 4

Mordomia do Tempo

 

 

INTRODUÇÃO:

No nosso último estudo verificamos a importância da mente e do coração como criação de Deus. Ele criou e conhece muito bem os desejos e anseios que brotam dentro de cada um. Verificamos que temos que manter a nossa mente e coração ocupados com coisas duradouras e sérias. Não adianta eu cuidar bem de meu corpo se não cuidar bem da mente como mordomo que sou do Senhor Deus.

VAMOS RECORDAR A NOSSA TAREFA DO ESTUDO ANTERIOR:

“Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto.” (Salmos 51:10 )

 

Hoje nós estaremos abordando alguns aspectos da mordomia e da vida. Estaremos estudando como devemos administrar melhor o nosso tempo. Você já parou para pensar que você tem um compromisso com Deus no que diz respeito ao seu tempo? Será que você sabe quantos dias você tem de vida? O que você faria se soubesse que iria morrer em um mês? Será que você tem se preocupado em como administrar os seus momentos de vida?

Para essas e outras perguntas, estaremos buscando as respostas na Palavra de Deus.

 

Leia atentamente os textos indicados e responda com sinceridade:

 

01 – O que Deus está criando nos seguintes textos:

 

Gênesis 1: 5,8, 13, 19, 23, 31b

É difícil falar em dia, sem falar em tempo. Cada período de 24 horas é um tempo. Deus é o criador do tempo.

 

02 – Quantos anos nós vamos viver?

Salmos 90: 9

 

Salmos 90:10

 

Salmos 103:15,16

 

03 – A que se assemelha a duração da vida humana?

Jó 8:9

 

Jó 9:25,26

 

Jó 14:1, 2

 

Salmo 144:3,4

 

Tiago 4:13-15

 

04 – O que devemos buscar em Deus de acordo com o salmista?

Salmos 90: 12

“Contar os dias”, buscar sabedoria para administrarmos o nosso tempo.

 

05 – Como devemos gastar o nosso tempo?

Efésios 5: 15,16

“Remir”, é salvar o tempo. A nossa vida pertence a Deus, e é a Ele que devemos pedir orientação sobre como administrar esse bem precioso que é o tempo.

 

06 – É possível equilibrar a aplicação de nosso tempo de forma a termos tempo para tudo? Eclesiastes 3:1 – 9.

Explique

 

 

07 – Qual 0 Ponto de partida para uma boa administração do nosso tempo? Colossenses 4: 2- 5

 

! Tessalonicenses 5; 16,17

 

Marcos 13:33

 

08 – O que Deus pede de nós na mordomia do tempo?

Salmos 62:8

 

09 – Nós podemos fazer coisas práticas e simples para administrarmos melhor o nosso tempo diante de Deus. Em que coisas devemos aplicar o nosso tempo:

Eclesiastes 12: 1

 

Eclesiastes 9:1

 

Provérbios 5:18

 

Provérbios 11:30

 

Salmos 104:23

 

Êxodo 23:12

 

Lucas 10: 25 –37

 

 

CONCLUSÃO:

No resumo do estudo de hoje nós aprendemos que o tempo que temos é dado por Deus. Os nossos dias de vida se passam rapidamente e precisamos prestar contas de nosso tempo diante de Deus. Uma boa administração do tempo de vida, é buscarmos em Deus a sabedoria para melhor aplicarmos os nossos momentos. Deus deseja que sejamos pessoas que aproveitemos com maior cuidado cada momento da vida. Família, descanso, lazer, boas conversas, Igreja e serviço ao próximo, são bons motivos para gastarmos o tempo de acordo com a vontade do Senhor.

 

TAREFA PARA O PRÓXIMO ESTUDO:

Memorize Salmo 90:12 “Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Estudo 5

Mordomia dos Dons e Talentos

 

 

INTRODUÇÃO:

No estudo anterior nós passamos a entender a importância de aproveitarmos melhor o nosso tempo em coisas úteis e edificantes. Aprendemos que o tempo que temos é dado por Deus. Os nossos dias de vida se passam rapidamente e precisamos prestar contas de nosso tempo diante de Deus. Uma boa administração do tempo de vida, é buscarmos em Deus a sabedoria para melhor aplicarmos os nossos momentos. Deus deseja que sejamos pessoas que utilizem cada momento da vida com muito cuidado e responsabilidade. Família, descanso, lazer, boas conversas, Igreja e serviço ao próximo, são bons motivos para gastarmos o tempo de acordo com a vontade do Senhor.

RECORDANDO A TAREFA DO ÚLTIMO ESTUDO:

Salmo 90:12 “Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios.”

Hoje nós queremos entender melhor sobre nossos dons e talentos. Como são coisas muito parecidas, vamos definir cada uma delas:

Talento – É uma capacidade que temos em realizar coisas, geralmente criativas. Os talentos nascem com as pessoas.

Dons – Capacidades que o Espírito Santo concede aos filhos de Deus para exercerem um determinado serviço em favor dos outros e para a glória do Senhor.

A Bíblia se refere à Igreja como “O Corpo vivo de Cristo”. Cristo é o cabeça. Da mesma forma que o corpo tem muitas partes, cada uma das partes tem a sua função, assim a Igreja é composta por muitos indivíduos, cada um com uma função e uma contribuição a ser dada ao corpo. Cada Cristão possui talentos naturais e dons espirituais. Os talentos já nascem conosco. Já os dons espirituais, nos são dados no momento do nosso “Novo Nascimento” e eles permitem aos cristãos ministrarem aos outros em nome de Jesus.

Leia com cuidado cada texto indicado e responda:

1 – Quem determina que “Dom” ou “quais os dons” cada Cristão deve Ter?

1 Coríntios 12:11 e 18

Efésios 4:7

 

2 – O que mais o Senhor pode dar às pessoas, mesmo que não sejam Cristãos?

2 Crônicas 2:14

Provérbios 1:5

 

3 – Quantos dons um cristão pode receber do Espírito Santo?

1 Coríntios 12:11

1 Coríntios 12:31

 

4 – Quais os grandes objetivos de possuirmos dons espirituais?

Efésios 4: 16 _

1 Coríntios 12: 7

 

5 – Leia atentamente o texto de 1 Coríntios 12: 15 a 17 e responda:

Qual o grande perigo que as pessoas que acham que seus dons não são importantes correm?

6 – Leia ! Coríntios 12:21,22 e responda:

Que sentimento um Cristão que acha que possui melhores dons que os outros está manifestando?

 

Auto-depreciação e Auto-suficiência são sentimentos egoístas e que não devem fazer parte da vida do cristão. Todos os dons são importantes e necessários e nenhum deles é melhor que o outro.

 

7 – Leia Mateus 25: 14 – 30 e responda:

Qual a nossa responsabilidade para com os dons espirituais e os talentos naturais que Deus nos tem dado?

 

8 – Faça uma relação de alguns dons encontrados abaixo:

Romanos 12; 3 – 8

1 Coríntios 12: 8 – 11

Efésios 4: 11 – 13

 

9 – Você entende que o exercício dos dons pode ser feito de qualquer maneira?

1 Coríntios 13: 1 – 7

Explique

 

CONCLUSÃO:

Cada um de nós tem recebido do Espírito Santo, uma capacidade especial para exercermos determinado ministério na igreja. Nós nascemos com nossos talentos naturais ou adquirirmos com o tempo e um determinado treinamento. No entanto, os dons são presentes de Deus com a finalidade de servirmos aos outros e promovermos a glória do Senhor. Todavia, podemos ter muitos dons em exercício mas se não praticarmos com amor, os nossos dons se tornarão meros treinamentos e deixam de ser dons e para nada servem. O mordomo de Cristo coloca seus talentos e dons a serviço do Senhor Jesus.

 

TAREFA PARA O PRÓXIMO ESTUDO:

Memorize Efésios 4:15 “antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,”

.

Estudo 6

Mordomia dos Bens

 

 

INTRODUÇÃO

No ultimo estudo nós tivemos a oportunidade de analisar a responsabilidade de administrarmos nossos talentos naturais e os nossos dons espirituais. Deus nos tem dado através do Espírito Santo, oportunidades de servirmos ao próximo capacitando-nos com os dons espirituais. Precisamos multiplicar esses nossos ministérios e aplicarmos na vida da igreja. Deus vai pedir conta de cada um de nossos dons e talentos.

 

RECORDANDO A TAREFA DO ÚLTIMO ESTUDO:

Efésios 4:15 “antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,”

 

Hoje nós pretendemos analisar a nossa postura diante dos bens materiais. Quando tratamos de bens normalmente tratamos de algo que nos pertence. Segundo a Jurisprudência, “Bens”, é o que é propriedade de alguém. Mas será que estamos preparados para administrarmos os bens de uma outra pessoa. Desde que iniciamos esta série de estudos, nós anunciamos que o Senhor Deus é dono de todas as coisas (Salmo 24:1). Somos meros mordomos ou administradores dos bens de Deus. como mordomos temos que prestar contas de tudo que nos tem sido confiado.

 

Leia atentamente os textos indicados e responda.

 

1 – A quem pertence todas as coisas?

Deuteronômio 10; 14

 

2 – Faça uma relação de coisas que são de Deus?

1 Crônicas 29:10-12

Ezequiel 18:4

Levítico 25:23

Quando nós afirmamos que tudo pertence ao Senhor, vem a nossa mente apenas coisas subjetivas como Natureza, animais, estrelas, sol, lua, mares, rios e planetas etc. Vamos fazer uma lista de coisas objetivas:

3 – O Que mais pertence ao Senhor Deus?

Ageu 2:8

 

4 – O que você entende por “Deus ser dono dos tesouros”?

 

5 – Leia o Salmo 127: 1 – 3 enumere algumas coisas que estão sob os nossos cuidados mas que vêm do Senhor.

 

Notamos que a Casa, a cidade, o alimento e a família são dádivas do Senhor. Se não reconhecemos a soberania de Deus em todas essas coisas, então não estamos vivendo os princípios da mordomia cristã.

 

6 – Uma das história mais impressionantes na Bíblia é a história de Jó. Ele era temente a Deus. Um homem muito rico e equilibrado. Deus permitiu que ele perdesse tudo temporariamente, para depois restituir-lhe. O que Jó reconhece:

Jó 1: 20 – 22

 

7 – Abraão foi um homem que confiava em Deus. O Senhor ordenou que ele saísse de sua terra, sua parentela e fosse para uma terra que Ele ia mostrar. Lá ele seria um grande povo. Isaque era o filho esperado por Abraão. Mas Deus o pediu em Sacrifício. Que atitude Abraão tomou quando Deus lhe pediu Isaque?

Gênesis 22:1 –19

 

8 – Você considera Abraão um homem que administra bem sua família?

 

Porque?

 

9 – Administrar bem a família é coloca-la diante de Deus todos os dias. Quando nos distanciamos de nosso lar estamos deixando de exercer nosso papel de mordomos de Deus, no bem mais precioso que ele nos tem dado a administrar. A que se assemelha o homem que se distancia de seu lar?

Provérbios 27:8

Explique

 

10 – Que perigo nós corremos ao termos ao nosso dispor uma grande quantia de bens?

Deuteronômio 8:11 – 18

Qual a nota que você tem dado para a sua administração como mordomo de Deus? ( 0 – 5)

– Para com a família ( )

– Para com a casa ( )

– Para o cuidado com o carro ( )

– Para com o cuidado da natureza ( )

 

Porque?

 

CONCLUSÃO:

Chegamos a este estudo e aprendemos que todos os bens que temos ao nosso dispor não nos pertence. São propriedade de Deus. Apenas administramos para o Senhor. Contudo, além de patrimônio ainda temos a família e tudo o que nos diz respeito. Devemos manter tudo na mais perfeita ordem e harmonia para alcançarmos êxito em nossa administração.

 

TAREFA PARA O PRÓXIMO ESTUDO:

Memorizar “Minha é a prata, meu é o ouro, diz o SENHOR dos

Exércitos.”(Ageu 2:8)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Estudo 7

Mordomia do Dinheiro

INTRODUÇÃO:

No estudo anterior nós ficamos sabendo que todos os bens que temos a nossa disposição pertencem a Deus. Administramos a casa, a família, o carro, terras, trabalho, dinheiro etc. Tudo é do Senhor e apenas nos tornamos mordomos de Deus, diante dos bens materiais.

 

RECORDANDO A TAREFA DO ÚLTIMO ESTUDO:

“Minha é a prata, meu é o ouro, diz o SENHOR dos Exércitos.”(Ageu 2:8)

 

No presente estudo pretendemos estudar de maneira mais clara e objetiva a questão do dinheiro. Já temos descoberto que de Deus, é a prata, o ouro e todos os tesouros da terra e que ele nos coloca como seus administradores.

O mundo em que vivemos é extremamente capitalista, marcado pelo consumismo, acúmulo de dinheiro e desejo de lucro e de luxo. Os seres humanos que possuem muito querem mais ainda. Os que possuem pouco ou nada, desejam ardentemente alguma coisa.

Podemos chamar ao estudo de hoje “Mordomia do Bolso”, já que essa expressão representa de maneira clara e simples o que se pretende. O que devo fazer com o dinheiro de Deus sob os meus cuidados?

Como administrar o recursos do Senhor? Devo me aventurar em trabalhos que me tomem todo o tempo que disponho só para ganhar algum dinheiro extra? Essas e outras perguntas estaremos dando respostas a partir de agora.

 

Leia atentamente cada passagem e responda:

 

1 – De onde vem o dinheiro que temos?

Eclesiastes 5:19

 

2 – Salomão foi o homem mais sábio de sua época. Quando ele se tornou Rei o que ele pediu a Deus que lhe desse?

1 Reis 3: 5 – 9

 

3 – O que recebeu Salomão do Senhor?

1 Reis 3: 12 – 13

 

4 – Que cuidados devemos Ter com o dinheiro?

Lucas 12:16 21

1 Timóteo 6:17 –19

Eclesiastes 5:10

Explique

 

5 – Qual o maior perigo que cristãos ricos e pobres enfrentam em relação ao desejo de ganhar e possuir dinheiro?

Mateus 6:19-21 e 24

Provérbios 23:4 – 5

Colossenses 3:5

1 Timóteo 6: 7 – 10

 

Sem dúvida, quando nos tornamos obcecados por riquezas, passamos a “Servir a um deus estranho – Mamom”, isso é idolatria. Muitos cristãos, quer ricos ou pobres, amam ao dinheiro desesperadamente mais do que qualquer coisa. Esse é um grande perigo de cairmos na idolatria do dinheiro.

6 – O que devemos fazer ao ganharmos dinheiro?

Provérbios 3:9

Efésios 4:28

1 Timóteo 6:18

Tiago 4:17

7 – O que Deus ordena a seu povo?

Levítico 27:32

Malaquias 3: 8 – 10

 

8 – No Novo Testamento o dízimo deixa de ser uma ordem e passa a ser uma questão de amor. Como deve ser a nossa contribuição ao Senhor?

Lucas 6:38

II Coríntios 8:24

II Coríntios 9:7

Não importa quanto seja o nosso salário. O importante é que estejamos dispostos a reconhecer que determinada parte do ganharmos deve ser retornada a Deus através da contribuição sistemática à igreja.

9 – O que acontece com aqueles que se tornam dizimistas ou contribuintes fiéis da Igreja?

Malaquias 3:10-12

Mateus 6:33

Filipenses 4:19

II Coríntios 9:8

10 – Um dos dons espirituais que encontramos na lista dos dons é o Dom da “Contribuição”. Como deve ser a contribuição daquele que tem o Dom da contribuição?

Romanos 12: 8

11 – Que advertência nós encontramos em Lucas 16:10,11

Explique

CONCLUSÃO;

Até aqui aprendemos que o dinheiro é uma dádiva especial que o Senhor nos concede. Temos contudo, que Ter cuidado para não nos tornarmos obcecados pelo ideal capitalista. Possuir mais e mais sem Ter em mente o propósito de servir ao próximo e a acima de tudo, a Deus. Uma das maneiras mais simples de colocarmos o dinheiro à disposição de Deus, é demonstrarmos a nossa fidelidade através dos dízimos e ofertas.

Não devemos esquecer que tudo vem do Senhor e deve ser usado para a sua completa glória em nossa vida.

 

TAREFA PARA O PRÓXIMO ESTUDO:

Memorize Lucas 6:38 ” dai, e dar-se-vos -á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Estudo 8

Prestando Contas a Deus

 

 

No estudo anterior, nós falamos sobre o uso do dinheiro de Deus. Nós que somos mordomos de Deus, não podemos nos tornar escravos das riquezas mesmos sendo pobres. Todos os cristãos, sejam eles ricos ou pobres, devem evitar supervalorizar o dinheiro como fosse ele a solução para todos os problemas humanos. Agir assim, é idolatrar a posse de dinheiro ou riquezas e nos afasta de Deus.

Aprendemos que um bom princípio para aplicarmos o dinheiro é iniciarmos separando os dízimos e ofertas ao Senhor.

 

RECORDANDO A TAREFA DO ESTUDO PASSADO:

Lucas 6:38 ” dai, e dar-se-vos -á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também.”

Hoje nós estaremos realizando o nosso último estudo e queremos concluir “Mordomia e Vida” e desejamos neste último estudo prestar contas de nossa Mordomia a Deus.

Leia atentamente cada texto e responda sinceramente:

 

1 – Jesus Quando voltar vai fazer o que?

Mateus 16:27

II Coríntios 5:10

Eclesiastes 3:17

“Todos Nós” se refere principalmente aos cristãos. Os nossos pecados já foram julgados em Cristo (Romanos 8:1). O que se trata aqui é o julgamento das obras, desde que a pessoas se converteu. Na verdade o julgamento é de nossa mordomia diante do Senhor,

 

2 – O que precisamos fazer até a volta do Senhor?

1 Pedro 4:10

 

3 – O que você acha que acontecerá ao Cristão que se tornar um mau mordomo de Cristo?

Mateus 24: 45 – 51

Mateus 25: 24 – 30

 

4 – O que acontece ao mordomo de Cristo que for fiel na administração dos bens do Senhor?

Mateus 24:45 – 51

Mateus 25: 19 – 23 Ser mordomo de Cristo é estar disposto a qualquer momento da vida, prestar contas ao Senhor sobre sua mordomia. Ser fiel mordomo, é administrar tudo conforme a vontade de Deus.

 

5 – O julgamento que vamos sofrer no juízo final com respeito a nossas obras, é comparado à reação de certos materiais ao fogo. De acordo com o texto a seguir, Deus está interessado na qualidade ou na quantidade das obras que realizamos?

1 Coríntios 3: 11- 15

 

6 – É possível então gastar longas horas trabalhando para Deus e não receber qualquer galardão por causa de motivos errados, por não ser cheio do Espírito Santo?

1 Coríntios 3:13

Explique

 

“Galardão” é recompensa. Cada Cristão irá receber a sua recompensa na administração das coisas de Deus.

 

7 – Se as obras de alguém foram rejeitadas essa pessoa será salva?

1 Coríntios 3:15

 

8 – Você entende que Deus disciplina em vida, (castiga), os que são mordomos infiéis?

Lucas 12:47,48

Como é essa disciplina?

A disciplina do Senhor vem em forma de uma vida espiritual medíocre. Muitas vezes deixamos de ser abençoados por não exercemos a mordomia do Senhor em sua totalidade.

 

9 – Qual elemento básico do reconhecimento de toda a doutrina da mordomia cristã?

2 Coríntios 8:5

Provérbios 23:26

Entregar o coração e a vida cada dia, é reconhecer que Deus é o Senhor de tudo. Todos nós devemos aprender esse caminho.

 

10 – Qualquer Cristão pode ser chamado para prestar contas de sua mordomia?

Lucas 16:2

Você se considera preparado para prestar contas a qualquer momento? Explique

 

 

CONCLUSÃO

Ao chegarmos ao final desta série de estudos não pretendermos deixar que nos corações caia um sentimento de medo do juízo de Deus, mas um amor tremendo pela obra do Senhor, um compromisso responsável em realizar a mordomia dos bens de Deus. Quer seja no corpo, na mente, na família, na casa, nos dons e ministérios, patrimônio ou dinheiro o importante é reconhecermos que tudo é do Senhor e somos meros mordomos. “Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.” I Pedro 4:10

Somente a Deus a Glória.

 

 

 

 

One thought on “08 ESTUDOS BIBLICOS SOBRE MORDOMIA CRISTA

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s