O CAMINHO DA VIDA

O CAMINHO DA VIDA

“Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela.” (Mateus 7:13-14 RA)

Introdução

Vemos no mundo religioso, muitas alternativas, que são propostas para que uma pessoa possa se relacionar com Deus. Mas, quando ouvimos as palavras de Jesus ele diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida.” Portanto, só há um único caminho para chegar a Deus: Jesus Cristo, o Filho.

No texto que lemos Jesus nos ensina a respeito de um caminho de perdição, nos afasta de Deus ao dizer que: “…larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela…”

Quando Jesus diz que há um caminho que é espaçoso e a porta é larga, Ele quer nos mostrar que este é o caminho mais fácil de se seguir.

As propostas do caminho largo são atraentes, pois neste caminho a pessoa não precisa negar-se a si mesmo e tomar a sua cruz, não precisa renunciar nada, não precisa fazer qualquer sacrifício. Ao contrário, caminho largo valoriza o egocentrismo e o egoísmo.

O reino de Deus é diferente. Todos, se importam com o próximo. Existe a amizade, a comunhão, a cooperação. No caminho largo, há competição, há inveja, ciúme e egoísmo.

O caminho espaçoso é aquele que segue a seguinte filosofia: “Viva de qualquer jeito, pois o que importa é viver bem”. Esta é a velha filosofia: “O que importa é que eu esteja bem”. Nesta filosofia, de viver bem a qualquer custo, algumas pessoas deixam suas famílias, trapaceiam, enganam e sobem na escada da vida, pisando na cabeça dos mais fracos. Estes esquecem que aquilo que se semeia, se colherá mais tarde.

O caminho espaçoso é aquele que ensina: “Olha meu amigo, todo caminho te leva a Deus..”. Mas, que mentira diabólica é esta, pois Jesus diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Portanto, há um só caminho que nos leva a Deus.

O caminho espaçoso é aquele que ensina: “O meu Deus é o dinheiro, é o meu trabalho”. Outra mentira diabólica, pois dinheiro e trabalho um dia acabam, pois não são eternos. Só Deus é eterno e as suas palavras permanecem para todo sempre.

É bom lembrar, que o caminho mais largo desembarca no inferno, na separação eterna de Deus.

Dante em seu livro, descreveu o inferno como sendo um lugar para o tormento pelo pecado. Por cima do seu portão de entrada, Dante imaginou uma placa a dizer: “Abandonem a esperança todos vós que aqui entrais.”

Provérbios 15:24 diz: “Para o sábio há o caminho da vida que o leva para cima, a fim de evitar o inferno, embaixo.”

Mas, no texto que lemos, Jesus nos ensina sobre o caminho da vida eterna e salvação quando diz: “…Entrai pela porta estreita… porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida,.. , e são poucos os que acertam com ela.”

Atente para o que Jesus diz: “…apertado é o caminho que conduz para a vida…e são poucos que acertam com ela”.

Jesus não nos promete uma vida de facilidades, uma vida de riquezas, uma estrada sem acidentes, noites sem tempestades, sucessos sem perdas. Mas Jesus nos promete força na terra dos medo, alegria nas lágrimas, afeto no desespero. Lembremos do que ele nos diz: “…estarei convosco até a consumação dos séculos.”

O caminho estreito, não é um caminho cheio de flores. Neste caminho, encontramos obstáculos, lutas e dificuldades, neste caminho há pessoas que vão chegar perto de você e dizer: “Olha, não vale a pena, sai desse caminho, aproveita o mundo, você tem toda a vida pela frente, aproveite a vida. Mas, lembre-se das palavras de Jesus em Marcos 8:35: “Quem quiser, pois, salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á.”

Al Whittinghill diz: “Não se chega ao céu sem lágrimas”. Concordo, mas é bom lembrar, que há também um consolador – O Espírito Santo.

O caminho da vida e salvação sempre foi estreito. Já era estreito nos dias de Noé. Noé anunciava o dilúvio, mas as pessoas não se arrependiam de seus pecados e não se entregavam a Deus. O dilúvio veio e levou a quase todos. Apenas alguns escaparam. O caminho da vida e salvação era estreito nos dias de Ló. Em Sodoma e Gomorra foi anunciada a destruição, mas poucos se salvaram.

Mas, sempre há aqueles que desejam andar neste caminho estreito. Homens como o cego bartimeu que clamava por Jesus nas ruas de Jericó, ou como Zaqueu que desceu correndo de uma árvore e vem ao encontro de Jesus, ou ainda como o paralitico que conduzido por outros através de um buraco no telhado, chega até a presença de Cristo, ou ainda como o ladrão que estava ao lado de Jesus, e que na hora da morte se arrepende. Sempre existirão alguns que escolhem andar “no caminho estreito…”, porque no fim deste caminho, há vida eterna.

João 6:47: Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim tem a vida eterna. João 10:28: Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão.

Conclusão

Ilustração. Conta-se que um filósofo realizou uma viagem, mas para chegar ao seu destino devia cruzar um rio grande e caudaloso, numa velha barca. Durante o trajeto ele começou a falar com o barqueiro, e lhe perguntou: – Amigo, você conhece geografia? – Não, não senhor – respondeu o barqueiro, nunca fui à escola. – Se você não conhece geografia, você perdeu 1/4 de sua vida, replicou o filósofo. Então, você sabe gramática? – Não, senhor, como lhe disse, nunca fui à escola. – Lamento dizer, falou o filósofo. Então o senhor acaba de perder mais 1/4 de sua vida. Andaram mais um pouco e o filósofo voltou a perguntar: – amigo, você ao menos sabe matemática? – Não, senhor, também não sei matemática. Só sei mesmo é contar dinheiro. – É lamentável falou o filósofo, pois o senhor com isso já perdeu 3/4 de sua vida. Distraído com a conversa, o barqueiro descuidou e a barca bateu numa grande pedra que havia no meio do rio. A velha barca se rompeu e começou a afundar lentamente. Então o barqueiro perguntou ao filósofo: – Amigo, você sabe nadar? – Não, não sei, disse o filósofo. – então você vai perder toda sua vida, porque esta barca vai afundar.

MORAL. Não importa quanto conhecimento temos, quantos bens possuímos, ou quanto sabemos de teologia. A coisa mais importante é entrar no caminho da vida eterna.

Jesus diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao pai se não for por mim”. João 14:6

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s