Palestra.Tema: A escolha Certa

Palestra ministrada no retiro da Igreja Presbiteriana Independente

A escolha Certa

Base bíblica: Salmos 25:12; 32:8; Provérbios 18:22; 19:14.

“Eu prefiro ser solteira e desejar ser casada, do que ser casada e desejar ser solteira”. Esta opinião manifesta a preocupação de muitos solteiros: “e se eu me casar com a pessoa errada?”.

Como cristãos, acreditamos que é impossível fazer uma escolha certa sem ter convicções bíblicas. E que a “escolha certa” começa pelo “namoro correto”. Pois dificilmente alguém se casa sem ter namorado antes. A expressão chave do nosso estudo é: “ter convicção correta!”

Convicção: é um padrão que adotamos como base para nossas escolhas. O jovem que tem convicções corretas permite que o Senhor o ajude a renovar a mente todos os dias. Ele investe tempo buscando na Palavra o padrão que o guiará com segurança ao que Deus tem de melhor para ele (SI 37:4-5).

Para isso, a fim de ajudar os jovens a fazer a escolha certa, e procurar diminuir o risco de cometer um erro, devem ser consideradas as respostas das cinco perguntas.

1) O que é Namoro?

Embora essa palavra não se encontre na Bíblia, descreve um compromisso entre duas pessoas. O namoro cristão é um compromisso entre crentes que buscam fazer a vontade de Deus (Rm 12:1 -2). É um relacionamento profundo e santo que visa o casamento.

2) Por que Quero Namorar?

O texto de Juízes 21:25 descreve um período da história do povo de Israel da seguinte forma: "Naqueles dias, não havia rei em Israel; e cada um fazia 0 que achava mais reto." Nós também, vivemos em uma época em que muitos não temem a Deus, e as pessoas “fazem o que querem”.

Lembre-se de que a mídia, a música, a literatura e os amigos muitas vezes se opõem às escolhas sábias que você está tentando fazer. Quais são as suas motivações para começar um namoro?

1. Motivos errados

> Beleza física

> Posição social

> Medo de ficar só

> Satisfação pessoal (namorar por namorar)

> Desejo forte (paixão)

Conseqüência: defraudação, raiz de amargura, culpa.

2. Motivos certos

> Compartilhar ideias e interesses

> Consideração mútua (respeito)

> Crescimento espiritual

> Preparar-se para o casamento

> Completar o outro

Resultado: amizade, comunhão e convicção correta

Por que quero namorar?

Como Deus pode suprir essas necessidades?

"Quero ser amada(o)"

"… com amor eterno eu te amei…" -Jr31:3.

"Quero alguém que segure minha mão"

"… te sustento com a minha destra fiei" -Is 41:10.

"Quero ser aceito(a) e valorizado(a)"

"… iouvor e gloria da sua graça, pela qual "nos fez agradáveis a si no amado"

-Ef 1:6.

"Quero compartilhar a minha vida com alguém"

"… Deus deseja compartilhar comigo os tesouros escondidos e as riquezas encobertas"- Is 45:3.

"Quero um(a) defensor(a); alguém disposto a lutar por mim"

0 Senhor lutará por mim (Êx 14:14).

"Quero alguém que supra minhas necessidades"

Deus supre minhas necessidades (Fp4:19).

"Quero alguém que me ajude"

Não há outro semelhante a Deus, que cavalga sobre os céus para ajudar-me (Dt 33:26).

"Quero alguém para dividir a vida comigo"

Mesmo na velhice, e ainda até as cãs. Deus me susterá e me guardará (Is 46:4).

"Quero um(a) companheiro(a)"

Deus convida-nos a caminhar com Ele (Mq 6:8).

3) Com quem Vou Namorar?

A Palavra de Deus é clara quanto ao relacionamento de um crente com um incrédulo. “Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos: porquanto, que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? …ou que união do crente com o incrédulo?…"(2 Co 6:14-17).

No entanto, há uma mensagem ainda mais direta: “Porque, se dele vos desviardes e vos apegardes ao restante destas nações ainda em vosso meio, e com elas vos aparentardes, e com elas vos misturardes, e elas convosco, sabei, certamente, que o Senhor, vosso Deus, não expulsará mais estas nações de vossa presença, mas vos serão por laço e rede, e açoite às vossas ilhargas, e espinhos aos vossos olhos, até que pereçais nesta boa terra que vos deu o Senhor, vosso Deus.” (Js. 23:12-13).

Esta característica é essencial. Seria tolice desobedecer a Deus nessa área, casando-nos com uma pessoa incrédula. Mas, juntamente com essa característica, temos outras muito importantes que precisamos considerar.

1. Coloca as necessidades de outros à frente das próprias (Fp 2:3-4). Aceita as pessoas da maneira como são, amando-as mesmo quando o sentimento não é recíproco.

2. Regozija-se em seu relacionamento com Cristo (jo 15:11). Não é preciso perguntar se é crente, a alegria do Senhor é evidente em sua vida.

3. Procura relacionar-se bem com todos – desde os amigos até os pais (Hb 12:14). Ouve opiniões diferentes das suas com tranqüilidade. Tem força para afastar-se de uma briga. Esforça-se para perdoar aqueles que agiram mal contra si e busca corrigir os próprios erros. Não guarda rancor.

4. Recusa-se a passar à frente de Deus (SI. 37:5,7). Controla a impulsividade para que esteja no centro exato da vontade de Deus.

5. Procura ajudar o próximo de maneira prática (Ef 4:32). Importa-se com o bem-estar de todos, dispondo de tempo, energia e recursos para ajudar.

4.Recusa-se a passar à frente de Deus (SI.37:5,7). Controla a impulsividade para que esteja no centro exato da vontade de Deus.

5. Procura ajudar o próximo de maneira prática (Ef 4:32). Importa-se com o bem-estar de todos, dispondo de tempo, energia e recursos para ajudar.

6. Defende o que é reto (Rm:2:9-10). Aqueles com os quais trabalha a consideram uma pessoa íntegra.

7. É uma pessoa responsável (I Co 4:2). É digna de confiança e não abandona uma obra, ainda que difícil, sem antes concluí-la.

8. Entende importância de emoções e sentimentos (Cl 3:12). Toma a iniciativa de pedir perdão e perdoar.

9. Foge da tentação de ceder (Pv 25:28). Recusa-se a permanecer em ambiente ou situação sensual, imoral ou impura.

Essas qualidades não representam ideais pouco realistas. Quando um jovem segue a Jesus, o Espírito Santo ajuda-o a alcançá-las. Se a pessoa que você gosta possui estas características, não a deixe escapar, invista nesse relacionamento. Vai valer a pena!

4) Qual o momento certo?

Há graves conseqüências para o jovem que decide deixar a paciência de lado e não esperar pelo tempo de Deus. Por isso, tome a decisão de esperar pacientemente pelo melhor que Deus tem para você.

Faça um auto-exame e responda sinceramente às perguntas. “Se começar a namorar:”

• afetará os seus estudos?

• seus pais apóiam? E os pais da outra pessoa?

• afetará a sua comunhão com Deus ou com os irmãos da igreja?

• tem a bênção do seu pastor ou líder espiritual?

• terá de receber ajuda financeira dos pais para sair e pagar um lanche?

• está preparado para resolver uma discussão ou conflito com a outra pessoa? Como você resolverá?

• como será o relacionamento físico de vocês?

“Namoro tem que ser alegria e não tristeza, Tem que ser bênção e não maldição, E tem que ser esperança e não decepção".

5) O que realmente estou sentindo: amor ou paixão?

PAIXÃO

AMOR

Pode surgir de repente, como um raio que corta o céu.

Cresce devagar, como se fosse uma árvore.

Acontece porque você aceitou a outra pessoa o máximo, sem ter a mínima idéia de suas virtudes e falhas.

Continua crescendo mesmo depois de perceber que a outra pessoa dá suas mancadas.

Vê a outra pessoa como meio de conseguir alguma coisa: segurança, sexo ou carinho.

Está interessado no bem-estar e felicidade da outra pessoa.

Alguém pode estar apaixonado por duas ou três pessoas ao mesmo tempo.

O amor se dedica exclusivamente a uma pessoa.

Uma pessoa apaixonada "vive nas nuvens", sonhando, fora de órbita e da realidade.

O amor sonha, mas sem exagero. Ele sabe equilibrar os sonhos com a realidade.

Para o apaixonado o visual da outra pessoa é fundamental.

Para quem ama, o relacionamento total é mais importante que a atração física.

Gosta de estar com a outra pessoa pela excitação sexual que a outra pessoa provoca.

Gosta de estar com a outra pessoa por amizade, companheirismo, carinho.

Uma pessoa apaixonada usa "máscaras" para estar sempre agradando e não decepcionar o outro.

O amor é o que é. Já que quer viver ao lado da outra pessoa, não tem medo de mostrar suas falhas e virtudes.

A atração é mais física do que emocional e intelectual.

Há muita afinidade. Interesses, alvos, valores, atividades em comum.

Seus pais acham que devem "ir mais devagar" ou até que devem "dar um tempo".

Seus pais gostam da outra pessoa e incentivam a conhecê-lo melhor.

6) Conclusão

Deus tem tudo sob controle. Você, jovem, que não quer errar na sua escolha, confie em Deus e caminhe vitorioso na decisão de ser paciente. Não permita que a impaciência lhe roube a vida que Deus deseja lhe dar como bênção, enquanto aguarda a pessoa certa. Conscientize-se de que não precisa namorar para ser feliz ou viver uma vida abundante. Se está defendendo o namoro como um direito seu, desista dessa luta para que isso não o impeça de receber as maiores bênçãos de Deus. Ele sabe o que é melhor para você.

Faz tudo no tempo certo e cuidará de sua esperança para que ela não seja frustrada.

“Aprendo a esperar,

em sua vontade descansar.

Mantendo-me confiante, junto ao Pai.

A manipulação resisto,

E por sua orientação insisto.”

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s