EBD 06.07.2014 – Tema: Agindo como verdadeiro servo

Agindo como verdadeiro servo

Tudo quanto fizerdes, fazei de todo coração, como para o Senhor, e não para homens” (Cl 3.23)

Sempre que servimos aos outros, servimos a Deus. A grandeza para o mundo é definida em termos de poder, posses, prestígio e posição. Na atualidade e com uma cultura egoísta ser servo não é muito apreciado.

Para Jesus a grandeza se mede pelo serviço e não pelo domínio (Mc 10.42 e 43). Você será considerado grande quando serve e não quando é servido. A liderança é cobiçada por muitos, mas o servir por poucos.

Conhecer nossa FORMA vai facilitar o nosso serviço a Deus. Mesmo quando o serviço está fora de nosso dom específico, podemos realiza-lo até que chegue alguém específico para o mesmo.

Seu ministério principal deve ser exercido na esfera de sua FORMA, mas seu ministério secundário é em qualquer lugar em que você seja necessário no momento”. (Warren 2003, pág 223)

Seu ministério é revelado pela sua FORMA. Sua disposição para servir vai revelar sua maturidade. Não é necessário especialidade para servir. O que é preciso é ter um bom caráter de servo.

A seguir veremos algumas características daqueles que possuem um coração de servo. Os verdadeiros servos:

Estão prontos para servir

Semelhante ao soldado que está a disposição de seu capitão, o servo deve estar pronto a servir a Deus e ao próximo (2Tm 2.4)

Verdadeiros servos fazem o que é necessário mesmo quando é ‘inconveniente’”. (Warren 2003, pág 223).

Estão atentos para as necessidades

A atenção do verdadeiro servo está sempre voltada para as necessidades dos outros. Ao surgir uma oportunidade, o servo age imediatamente para auxiliar alguém ou executar uma tarefa.

Ao executarmos uma tarefa, temos a oportunidade de crescermos como servos. Infelizmente muitas vezes, deixamos de servir por falta de sensibilidades ou espontaneidade.

Faça todo o bem que puder, com todos os recursos que dispuser, de todas as formas que puder, em todos os lugares que puder, sempre que puder, a todas as pessoas que puder, enquanto puder”. (John Wesley in Warren 2003, pág 224)

Fazem o melhor que podem com o que têm nas mãos

Os verdadeiros servos fazem o que precisa ser feito. Não esperam por melhores dias ou circunstâncias.

Deus espera que você faça o que puder, com o que você tiver e onde estiver. Um serviço executado, ainda que não seja o melhor, será sempre melhor que as melhores das intenções.

A mentalidade de que para servir a Deus é preciso especialidade, tem impedido muitas pessoas de servirem.

Procure fazer sempre o melhor que você puder, ainda que não seja especialista (Cl 3.23).

Fazem qualquer tarefa com dedicação

Os servos devem colocar o coração em tudo que fazem. Ainda que seja uma pequena tarefa, a questão é: ela precisa ser feita.

Ainda que você alcance uma posição de destaque, não deve se esquecer que é um servo.

Deus jamais vai deixar você fora de pequenas tarefas.

Jesus foi um exemplo de autoridade que servia (Jo 13.13 a 15).

São fiéis ao seu ministério

Os verdadeiros servos terminam as tarefas, são responsáveis e cumprem compromissos. Não fazem nada pela metade e são confiáveis, dignos de crédito.

É triste saber que muitas pessoas se comprometem com tarefas e não cumprem. Por isso a necessidade de improvisos. O falar do crente deve ser sim – sim, não – não (Mt 5.37;Tg 5.12).

É servindo a Deus nas pequenas coisas que seremos engrandecidos para realizar as maiores. Deus recompensa o servo que permanece fiel em seu ministério (Lc 16.10; Mt 25.23). O verdadeiro servo não se aposenta. Serve por toda a vida.

Não buscam a própria glória

Os verdadeiros servos não fazem suas tarefas para se promoverem. Servem por prazer e fidelidade ao ministério.

Muitos nem sempre são notados. Quando o são, não se ensoberbecem, mas glorificam a Deus (1Co 10.31).

Os verdadeiros servos não podem ser como os fariseus que faziam tudo para aparecerem. Deus condena este tipo de serviço (Mt 6.1)

O serviço de servo não deve ser para aprovação ou pelos aplausos, mas para a glória de Deus. O serviço deve ser feito com discrição, nas sombras.

Não é a importância ou volume do serviço que o capacita a receber a recompensa de Deus. O importante é a sua dedicação. Deus tem um propósito para você onde você está e para o que você estiver fazendo. Quando o seu propósito for cumprido, Deus o moverá para outro lugar.

Não desanime se seu serviço for desconhecido ou não for notado. Continue servindo a Deus, pois mesmo o menor serviço, será notado e reconhecido por Ele que o recompensará. (1Co

15.58; Mt 10.42)

PENSANDO SOBRE O PROPÓSITO DE MINHA VIDA

Um tema para reflexão: Quando sirvo aos homens, estou servindo a Deus..

Um versículo para memorizar: “Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus”. (1Pe 4.10)

Uma pergunta para meditar: Qual característica do verdadeiro servo é mais desafiadora para mim?

5 thoughts on “EBD 06.07.2014 – Tema: Agindo como verdadeiro servo

  1. Apaz do Senhor, Pr Josias  Muito obrigado pelos e-mai. Deus possa continuar te abençoando cada vez mais. EV Valmir

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s