Estudo EBD Geisel. Tema: O ESPIRITO SANTO. Estudo para o dia 20.10.2013

O ESPIRITO SANTO

“Creio no Espírito Santo” Atos 2:1-13

A afirmação de fé no Espírito Santo, registrada no Credo Apostólico, resu­me a crença da igreja no Deus que está presente na História. O Espírito Santo é Deus que está conosco, aquele que é “socorro bem presente nas tributa­ções” (SI 46.1).

Muito se tem falado sobre o Espíri­to Santo. Inúmeros equívocos são co­metidos hoje em nome do Espírito San­to. Necessário é uma releitura dos tex­tos bíblicos e uma profunda reflexão por boa parte da comunidade cristã, desfazendo erros sobre a terceira pes­soa da Trindade.

Cremos no Espírito Santo e que Ele está a serviço do Pai e do Filho, e age na vida da igreja. Não podemos mani­pular o Espírito Santo. Mas podemos e devemos nos colocar numa atitude pas­siva de total submissão à sua Pessoa.

Neste estudo, vamos refletir sobre Ele. Refletiremos sem a pretensão de compreendê-lo plenamente.

A ATUAÇÃO DO ESPIRITO SANTO

As Escrituras registram inúmeras ações do Espírito Santo (Jo 3.5-6;8.44; 16.8; I Co 12.13; IJo 3.8,15,19). Contudo, a principal ação da terceira pessoa da Trindade é aplicar a obra re­dentora de Jesus Cristo em nossas vi­das, levando-nos a desfrutar das bên­çãos da comunhão com o Pai, através de uma vida de serviço ao próximo. Podemos destacar essa atuação do Espírito Santo da seguinte maneira:

1. Ele opera na regeneração – Je­sus disse: "Quem não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no Rei­no de Deus. O que é nascido da car­ne, é carne; o que é nascido do Espí­rito, é espírito” (Jo 3.5,6). O Espírito Santo nos dá uma nova vida (Tt 3.4,5). Segundo o teólogo João Dias de Araú­jo, essa implantação da nova vida “é efetuada no inconsciente, na raiz pro­funda de nossa personalidade, de ma­neira que toda a nossa vida consciente é atingida e modificada”.

2. Ele opera na conversão – A palavra conversão, tão usada no meio evangélico, quer dizer mudança de di­reção. O Espírito Santo atua em nós, completando a nossa renovação, convertendo-nos.

3. Ele opera na união com Cristo – Como o crente vai ao encontro de Cristo? Tão somente pela ação do Es­pírito Santo, que nos une com Cristo, mas também com o corpo de Cristo, que é sua Igreja (Ef 2.20-22; Jo 15.1- 10; I Co 12.12).

4. Ele opera na justificação – O cristão é justificado em Cristo. Pela fé, o Espírito Santo nos apresenta diante de Deus como justos, por causa de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (Rm 1.17).

5. Ele opera na santificação – O que significa a palavra “santo”? Define-se santo como “o que está separado do comum para um uso especial nas mãos do Senhor”. O Espírito é “santo” e atua em nós auxiliando-nos na santificação de nossas vidas para o serviço de Deus no mundo.

Quando a igreja cristã afirma que crê no Espírito Santo, ela precisa estar consciente e aberta à atuação maravi­lhosa do Espírito.

O ESPÍRITO SANTO É DOADOR

O Espírito Santo não só tem uma ação no mundo, mas também uma do­ação. Ele é doador de boas dádivas. 0 seu agir é generoso. Vejamos algumas de suas doações a nós:

Doador da vida – O antigo Cre­do de Nicéia e Constantinopla, do ano 381 de nossa era, diz:"… e cremos no Espírito Santo, Senhor, doador da vida”. A vida doada pelo Espírito Santo é a mesma vida doada pelo Pai, no ato criador. De acordo com o Gênesis, essa vida foi “soprada” por Deus sobre a criatura (Gn 2.7). Por isso, crer no Es­pírito Santo hoje, é crer que Ele é o doador da vida, e, mais do que isso, lutar contra todos os agentes da mor­te no mundo. Igreja que crê no Espíri­to Santo, é Igreja engajada em obras que promovam a vida humana. Vale lembrar a profecia de Isaías lida na si­nagoga de Nazaré por Jesus, que diz: “O Espírito do Senhor Deus está so­bre mim, porque o Senhor me ungiu, para pregar as boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos, e a pôr em li­berdade os algema dos… ” (Is 61.1; Lc 4.18)

Doador dos dons – O Espírito Santo concede dons à igreja com vis­tas ao seu aperfeiçoamento (Rm 12.6- 8; I Co 12.8-11,28; Ef 4.11). A orien­tação apostólica quanto a estes dons é que eles são para a edificação da igre­ja, e que nenhum deve ser desenvolvi­do sem a presença do amor (I Co 13).

Doador dos frutos – O apóstolo Paulo faz referência ao fruto do Espíri­to (Gl 5.22,23). O fruto, na verdade, se refere a valores da vida cristã que são oriundos de uma profunda comunhão com o Espírito Santo. Mas vem dele, é obra e doação dele. Ele é amor, é ale­gria, é paz, é longanimidade, é benignidade, é bondade, é fidelidade e man­sidão; domínio próprio. Se estes valo­res estão presentes em nós, é tão so­mente pela doação do Espírito Santo.

Crer no Espírito Santo significa, também, estar consciente de suas do­ações a nós.

A FUNÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

Dos muitos benefícios da função do Espírito Santo, neste estudo pretende­mos salientar os seguintes:

Ele é Consolador – (Jo 14.16) – “o cristão que vive no Espírito, em meio aos proble­mas da vida aprende a crescer sentin­do o bálsamo espiritual, o refrigério consolador e o encorajamento estimulador da ação do Espírito San­to. É o Espírito quem anima os que se encontram prostrados, fortalece os desvalidos, encoraja os fracos, enxuga as lágrimas dos que choram, alegra os corações tristes, desafia os desmotivados… agindo além do que pensamos ou pedimos (Ef 3.21).”

Ele é Ensinador – Nosso Senhor, ao falar sobre a vinda do Espírito San­to, afirmou que Ele guia a toda a ver­dade (Jo 16.13. Sua função é de ensinador. As Escrituras Sagradas são fruto da inspiração do Espírito Santo (II Pe 1.16-21). Crer no Espírito Santo como educador é também um apelo à tarefa educadora da própria Igreja.

Ele é Orientador – Não nos en­contramos ao léu da sorte, sendo ori­entados por horóscopos, mapas astrais etc. A Igreja que crê no Espírito Santo aceita a orientação sábia deste mesmo Espírito. São várias as ocasiões em que o registro escriturístico confirma a ori­entação do Espírito Santo (Mt 4.1; At 8.29; 10.19,20;)

Ao afirmarmos que cremos no Es­pírito Santo é importante estar consci­entes da ação, da doação e da função deste Espírito maravilhoso que está presente na vida da igreja hoje. Ele é a presença de Deus conosco. Como igre­ja, devemos aproveitar desta presença santa e abençoadora.

Conclusão

O que significa andar no Espíri­to?

Por que, atualmente, há mais ênfase na ação do Espírito Santo como Capacitador do que como Consolador?

One thought on “Estudo EBD Geisel. Tema: O ESPIRITO SANTO. Estudo para o dia 20.10.2013

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s