Estudo: CURSO BIBLICO EM I JOÃO–PARTE 01 (Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel)

Estudo ministrado pelo Pr Josias Moura no culto de doutrina da Igreja do Betel brasileiro Geisel, no dia 20/09/2012.

Curso Bíblico em I João – Parte 01

Introdução

Em seu livro, João escreve a respeito de assuntos importantes para a vida cristã. Trata de dizer que a vida cristã é vida em união com Deus e com Jesus Cristo e também em união de uns com os outros. Esta união se manifesta no amor que os cristãos tem uns pelos outros em obediência ao mandamento que Jesus deu aos seus seguidores. João também mostra que esta união com Deus resulta da atuação do Espírito Santo, que Deus derramou sobre nós.

Em último lugar, ele trata de mostrar que o que somos nesta vida não é nada comparado com a vida que nos espera no futuro. Agora de fato, já somos filhos de Deus; mas quando Cristo aparecer, no Dia final, “ficaremos parecidos com Ele, pois o veremos como Ele realmente é”.

Jesus, a palavra da vida.

No capitulo 1:1-4, João fala em nome dos apóstolos que foram testemunhas que acompanharam o ministério de Jesus, e viram e ouviram o que Ele fez e ensinou. Assim sendo, João testifica sobre experiências vivenciadas com Cristo. Nós também precisamos compartilhar o que experimentamos. Precisamos falar daquilo que realmente temos recebido.

Jesus, o motivo de nossa comunhão.

João nos mostra em 1:3, que seu objetivo em compartilhar suas experiências é que possamos ser levados a ter comunhão. Ao pensar na necessidade de comunhão, João se preocupa em ter comunhão com seus irmãos em Cristo, e ao mesmo tempo deixa claro que esta comunhão terminava por estabelecer também comunhão entre eles e o Pai.

Assim, a mensagem de João deve nos levar a priorizar a comunhão com os nossos irmãos em Cristo. Somos um corpo, e este corpo só avança quando desfruta de verdadeira comunhão.

Paulo ilustra os princípios desta comunhão quando compara a igreja a um corpo. Em um corpo há várias partes diferentes, porem cada parte trabalha em harmonia com as outras partes, apesar de serem diferentes. Somos igualmente diferentes, mas todos nós trabalhamos pelo objetivo da glorificação do reino de Deus.

Jesus, o motivo de nossa alegria.

Um dos principais objetivos desta carta é produzir um sentimento de alegria em nossos corações. Na vida cristã, nós enfrentamos momentos difíceis, mas nestas horas podemos sentir o gozo da presença de Deus em nossas vidas.

João declara no verso 4: “Estas coisas vos escrevemos, para que a nossa alegria seja completa”. A proclamação do evangelho produz uma comunhão na vida eterna (v.3), que, por sua vez, produz alegria. Assim expressa-se o salmista em Salmos 45:15: “Serão dirigidas com alegria e regozijo; entrarão no palácio do Rei.”

Jesus, a nossa verdadeira luz

João declara no verso 5, qual é um dos aspectos vitais da natureza de Deus: “Deus é luz”. No sentido teológico a luz refere-se a verdade bíblica enquanto que as trevas a mentira e a falsidade. No sentido moral, luz refere-se a santidade ou pureza, enquanto que as trevas referem-se ao erro, ao pecado ou transgressão da lei de Deus.

Ao apresentar a Deus como luz, João que nos mostrar que nEle não há imperfeição de caráter, ou nada que que possa afetar sua verdade e santidade. Confira isto que esta sendo dito com Tiago 1:17.

Assim sendo, João nos ensina uma condição importante para que possamos desfrutar de comunhão com Deus: “Se andarmos na luz, como Ele esta na luz, mantemos comunhão uns com os outros e o sangue de Jesus Cristo seu filho nos purifica de todo pecado.” (1:7) Portanto, para termos comunhão com Deus devemos ter comunhão nossos irmãos e andar de acordo com a verdade revelada, compreendendo que o sangue de Jesus Cristo nos purifica de todo pecado.

Jesus, a fonte de purificação de nossos pecados

No verso 9, João apresenta Jesus como aquele que nos proporciona o perdão e purificação de nossos pecados. Estes são concedidos mediante a nossa confissão.

A confissão de pecados é um sinal indicador de nossa experiência com Deus. Confessamos pecados porque em nós há uma atuação do Espírito Santo. O cristão genuíno admite seus pecados reconhecendo-os perante Deus.

A confissão de pecados tem a função de nos libertar para que possamos desfrutar a comunhão com Cristo. Deve aliviar as nossas consciências e nos iluminar para o que é importante. Nosso relacionamento com Cristo é seguro. E por causa disso devemos confessar nossas transgressões de forma que possamos desfrutar da máxima comunhão e alegria com o Senhor.

A verdadeira confissão nos leva ao desejo de não mais repetirmos os nossos pecados. Não estaríamos confessando verdadeiramente nossos pecados se planejássemos comete-los novamente.

Devemos então pedir forças a Deus para vencermos as tentações, quando estas nos levarem a praticar pecados antigos, que já foram confessados. Que Deus nos ajude com sua graça a sermos vencedores sobre o pecado.

Na próxima semana continuaremos nosso curso Bíblico em I João.

11 thoughts on “Estudo: CURSO BIBLICO EM I JOÃO–PARTE 01 (Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel)

  1. Muito bom o estudo! Gostei muito e gostaria de continuar participando destes estudos! Bem explicado bem claro! Amei!
    Parabens Pr. Josias pelo belissino estudo! Que Deus continue usando sua vida!

    Curtir

  2. Gostei muito do estudo achei bastante esclarecedor e ao mesmo tempo edificante que Deus o abençoe pastor e continue usando para abençoar nossas vidas 👍

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s