Estudo EBD: ADORAÇÃO VERDADEIRA. (Estudo Bíblico para Escola Dominical da igreja do Betel Brasileiro Geisel)

Adoração verdadeira

Isaías 1: 10-17

“Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espirito e em verdade.” João 4: 24

INTRODUÇÃO

A adoração é um dos importantes aspectos em que as igrejas precisam crescer. Há muito a aprender e a pôr em prática nessa área. Adorar significa prestar culto, servir. Os adoradores de Deus têm-se multiplicado a cada dia. Poderíamos até ficar contentes com isso.

Mas, a grande pergunta que existe é: será que todos são verdadeiros adoradores? Será que existe uma consciência de adoração verdadeira a Deus ou está havendo uma mesclagem do sacro com o profano, da adoração sincera com a hipocrisia? Ao tempo do Antigo Testamento, já existiam muitos que se diziam adoradores. Mas o culto que prestavam não era aceito pelo Senhor, Is. 1: 13. Aprendemos no Novo Testamento que os verdadeiros adoradores precisam adorar a Deus em espírito e em verdade, Jo 4: 23.

QUE SIGNIFICA ADORAR A DEUS EM ESPÍRITO?

a) Adoração pressupõe novo nascimento, Jo 3:5. Somente aqueles que passaram pela regeneração podem prestar adoração: “ninguém pode dizer: Senhor Jesus! senão pelo Espírito Santo", 1 Co 12: 3. O verdadeiro adorador é aquele que morreu para o mundo, teve os sentimentos mundanos sepultados e agora vive para Deus, Rm 6: 11. E o Senhor mesmo quem coloca em nossos lábios um novo cântico, SI 40: 3. Isso significa adoração em espírito, pois vem do Espírito de Cristo que habita em nós, Rm. 8: 9; I Co. 3: 16.

b) O valor da hinologia na adoração. Hinologia é a arte de recitar, cantar ou compor hinos. No Novo Testamento há, segundo os intérpretes, trechos de hinos cantados na igreja antiga. São composições nitidamente cristãs. Ex: Ef 5: 14; 1 Tm 3: 16; Fp 2: 6-11; CU: 15-20; Hb 1:3. Atualmente, há nas igrejas canções com ritmos até bonitos, mas com letras vazias de adoração, de expressão, de consciência, de Palavra de Deus, Ef 4: 29. Muitas músicas são plagiadas, sem consistência. E há ritmos que levam mais ao embalo do corpo do que ao louvor a Deus.

As letras das canções que entoamos refletem nossa fé, nossa teologia. Se muitos dos cânticos de hoje são pobres de conteúdo é porque, também, estamos doutrinariamente empobrecidos. Hinos edificantes foram esquecidos em muitas igrejas. Mas seu conteúdo é riquíssimo e inspirador. Por isso, devem ser cantados.

c) O momento de adoração não pode ser banalizado. Muitas igrejas estão sendo banalizadas, pois os púlpitos estão se tornando palcos de shows e o Senhor dos senhores não tem sido adorado, reverenciado e, muitas vezes, nem ao menos lembrado. Adorar a Deus em espírito é mais sério que às vezes temos pensado. O texto de Eclesiastes 5:1 parece ter sido riscado de muitas Bíblias: “Guarda o pé, quando entrares na Casa de Deus.”

QUE SIGNIFICA ADORAR A DEUS EM VERDADE?

Quando Jesus disse que os verdadeiros adoradores adorariam o Pai “em verdade” referia-se à ausência da hipocrisia por parte dos adoradores. Quem adora “em verdade” tem coração sincero, íntegro. Jesus estava condenando o ritualismo judaico que impedia a realização de um culto sincero.

a) Conhecer o objeto da verdade. Na Bíblia, Jesus é a verdade de Deus. Ele é a expressão do que Deus é, Jo. 14:6; Hb. 1: 3. Por isso, o cristão procura, a cada dia, crescer na graça e no conhecimento de quem é seu salvador e mestre.

b) Andar de acordo com os princípios do evangelho. Davi perguntou: “Quem subirá ao monte do SENHOR? Quem há de permanecer no seu santo lugar?” E ele mesmo respondeu: “O que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à falsidade, nem jura dolosamente.” SI.24:3,4. Se não há integridade, fidelidade ao Senhor, como poderemos prestar-lhe autêntica adoração? Adorar a Deus implica em muito mais que entoar alegres cânticos na igreja.

c) Adorar com sinceridade de coração. Em Isaías 1: 11-15 há dura condenação ao culto prestado de forma insincera. Sacrifícios e ofertas não significam real adoração. O profeta Oséias também trouxe uma palavra de condenação por causa da hipocrisia dos adoradores: “Pois misericórdia quero, e não sacrifício, e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos.” Os 6: 6.

ATITUDES QUE IMPEDEM A ADORAÇÃO

O escritor Alexandre Cerqueira, em seu livro Adoração & Adoradores, menciona diversas atitudes que impedem a adoração. Mencionamos algumas delas a seguir:

  • Traumas e feridas emocionais não curadas (abusos, roubos, traições, palavras negativas, frustrações, decepções, perdas, etc): Is 1: 5; Mt 11: 28-30;
  • Amargura, rancor, falta de perdão: Hb 12: 15;
  • Baixa-auto estima, complexo de inferioridade ou de superioridade: Tg. 3:14; 1 Sm 18: 1-9;
  • Impureza, imoralidade: Gl 5:19; 1 Co 6:9,18;
  • Problemas de relacionamento, contendas, divisões: Rm. 13: 13; 1 Co. 1:10;
  • Língua ferina, fofoca, falar mal do próximo, julgá-lo: Tg 3: 8; 4:11,12.
  • Mentira: Rm 1: 25; 1 Jo 2: 21.

CONCLUSÃO

Precisamos restaurar o sentimento da verdadeira adoração. É para isto que fomos chamados por Deus. Fomos criados para sermos verdadeiros adoradores.

Que Deus nos abençoe nesta tarefa.

2 thoughts on “Estudo EBD: ADORAÇÃO VERDADEIRA. (Estudo Bíblico para Escola Dominical da igreja do Betel Brasileiro Geisel)

  1. graça e paz fui muito tocado por este estudo da verdadeira adoração. encontrei verdadeira motivação para adorar ao nome do Senhor nosso Deus. SP araras

    Curtir

  2. Gaças dou por ter lido na manhã de hoje esta mesnsagen sobre verdadeiros adoradores,que possamos adorar a Deus na sua exçelençia.

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s