Estudo: ENTENDENDO O QUE É LOUVAR E ADORAR (Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel)

Entendendo o que é Louvar e Adorar

TEXTO BÍBLICO: 1 Crônicas 29:10-14

1. EXISTE DIFERENÇA ENTRE LOUVOR E ADORAÇÃO?

Durante muito tempo, as palavras “Louvar” e “Adorar” foram tratadas na prática como palavras sinônimas, com significados praticamente semelhantes. Muitos são os autores que ainda hoje, não vêem diferenças marcantes entre os dois significados. Nós, entretanto, gostaríamos de definir alguns termos e anotar algumas diferenças, pois cremos que elas nos ajudarão a entender melhor o conceito de cada uma destas palavras:

· Louvar: quando consultamos dicionários da língua portuguesa, notamos que refere-se ao ato de elogiar, exaltar, enaltecer, glorificar, aplaudir, bendizer, expressar admiração, relatar os méritos.

· Louvor: em dicionários bíblicos, como por exemplo “O Novo Dicionário da Bíblia” (Ed. Vida Nova, p.960), percebemos que o substantivo Louvor no Antigo Testamento, é relacionado a palavras hebraicas como halal, yadha e zamar. Estas palavras são associadas à alegria manifestada diante de Deus, de diversas formas: cantos, gestos, instrumentos etc. No Novo Testamento, o Louvor na Igreja da época é assim descrito no comentário bíblico:

“A alegria era a atitude dominante da vida cristã, e embora a adoração formal e o louvor que tal alegria inspirava, não seja explicitamente descrita ou prescrita, o motivo disso é que era considerado como algo automático. Assim como aqueles que experimentavam a cura e o poder purificador de Jesus, prorrompiam espontaneamente em louvor (Lc. 18:43; Mc 2:12), semelhantemente na igreja apostólica, havia freqüentes exemplos dessas explosões espontâneas de louvor, quando os homens começaram a perceber e a compreender o poder e a bondade de Deus, na pessoa de Jesus Cristo (At 2:46-47; 3:8; 11:18; 16:25; Ef 1:1-14)”.

· Adorar: em dicionários da língua portuguesa, significa: render culto, expressar uma admiração reverente, venerar, amar extremamente.

· Adoração: todos os dicionários (bíblicos ou lingüísticos) definem esta palavra como um tema muito extenso. Mas o conceito essencial é de que Adoração é a ação ou atitude de cultuar. Dr. Russell Shedd no livro “Adoração Bíblica” (Ed. Vida Nova, p. II), mostra que através dos séculos, a Igreja cristã utilizou diferentes expressões de adoração, que caracterizam formas de cultuar e não medem a realidade ou o grau de espiritualidade do adorador. Assim comenta o Dr. Shedd:

“Qualquer que seja a expressão do culto como veículo de adoração, a sua forma é externa, mas a atitude do coração é interna, muitas vezes oculta da própria percepção do adorador. Deus preocupa-se mais com o coração do que com a forma (…). E o próprio Deus quem toma a iniciativa na busca de verdadeiros adoradores (…). Atos religiosos (…) não expressam necessariamente um amor real. 0 mesmo acontece com a adoração; os atos externos mais notáveis podem facilmente enganar”.

Resumindo: Louvar está ligado ao elogio ou exaltação que damos a Deus numa espontânea manifestação de alegria; Adorar está ligado à nossa atitude de cultuar, que deve ser a expressão de um coração sincero e verdadeiro.

2. ADORAR ENVOLVE UM ESPÍRITO DE GRATIDÃO

Seria quase impossível pensarem um “verdadeiro adorador”, que não tivesse uma atitude de gratidão ao Senhor, tanto pelo que Ele é, como pelo que Ele faz continuamente. Esta gratidão a Deus, é uma atitude tão básica na vida de adoração, que foi didaticamente ensinada pelo Senhor desde o Antigo Testamento.

Quase todas as orientações para as ofertas e sacrifícios dadas a Moisés, contêm elementos de “ações de graças”. Marcos Witt, em “Adoremos”, diz que “ao oferecerem sacrifícios e oferendas, não o faziam apenas em obediência às ordenanças do Senhor, mas também em agradecimento pelo fato de que Ele lhes permitia continuar com vida para poder aproximar-se dEle. Uma dessas ofertas é a pacífica, ou como normalmente é chamada, o sacrifício pacífico” (“Adoremos”, Ed. Betânia, p. 17).

· Lv 7:11 -12: ‘‘Esta é a lei das ofertas pacíficas que alguém pode oferecer ao SENHOR. Se fizer por ação de graças, com a oferta de ação de graças trará (…)".

· Lv 22:29: “Quando oferecerdes sacrifício de louvores ao SENHOR, fá-lo-eis para que sejais aceitos”.

· SI 116:17: “Oferecer-te-ei sacrifícios de ações de graças e invocarei o nome do SENHOR".

· Jn 2:9: “Mas, com a voz do agradecimento, eu te oferecerei sacrifício; o que votei pagarei. Ao SENHOR pertence a salvação!”.

Esta foi a maneira didática de Deus ensinar ao seu povo, a importância de ser agradecido diante dEle. Hoje, não temos a necessidade de oferecer sacrifícios, pois Cristo na cruz foi o último sacrifício aceito por Deus, em substituição pelos nossos pecados. Entretanto, as orientações para que sejamos agradecidos continuam por toda a Bíblia e são válidas para nós hoje (I Cr29:10-14;SI 100:4; I Co I5:57;2Co2:I4; Fp 4:6; I Ts5:l8).

Lendo I "Is 5:18 você nota que no versículo que o adorador não apenas é “grato a Deus”, mas tem a compreensão de que a vontade de Deus para Seus filhos, é que eles EM TUDO dêem graças? Acha difícil? E mesmo! Mas é um caminho de aprendizado, em que a cada acontecimento da vida, reconhecemos a Sua presença, o Seu suprimento, o derramamento da Sua graça, Seu consolo nas horas difíceis … enfim, o Senhor sendo EMANUEL (Deus conosco)!

Marcos Witt, no livro citado, conta que sua avó foi um exemplo em sua vida, de alguém que conhecia intimamente ao Senhor. Mesmo diante de imensas dificuldades ao longo de toda a sua vida, como dor e sofrimento, perdendo dois de seus filhos, teve uma reação admirável. Marcos declara:

“Ela tem um relacionamento tão íntimo com Deus, que nunca escutei de sua boca, uma só palavra de ingratidão para com o Senhor, nem de reclamação ou dúvida. Sempre foi uma pessoa que se caracterizou por um sorriso incrível, uma grande alegria, uma personalidade estável, mas que tinha prazer em contar e escutar uma boa piada. E sua risada é tão contagiante quanto seu otimismo. (…) Sua comunhão com o Senhor é tão íntima, de tanta confiança, que pude descobrir o porquê das “rugas de alegria” no semblante da minha avó : ela conhece o Senhor ! Ela confia que o que Ele está fazendo é perfeito. Isso lhe dá uma paz e uma alegria diferentes. (…) Ela desenvolveu de tal forma o seu "estilo de vida” que, dar graças por tudo, não lhe era difícil. (…) Ela simplesmente era agradecida, pelo fato de conhecer a Deus’’ (op. cit., p. 24).

E você, meu irmão, já aprendeu a conhecer o Senhor dessa maneira?

3. ADORAR ENVOLVE RELEMBRAR E CELEBRAR

Relembrar sobre quem é e quanto já nos fez o Senhor, ajuda a que aprofundemos nossa comunhão com Ele. Este é um tempo, em que usamos a imaginação para renovar em nossa mente, a certeza de que Deus é o mesmo ontem, hoje e eternamente.

Como exemplo temos os versículos 1-2,14, 17 do Salmo 90, escrito por Moisés e, também, o Salmo 30:4-5,11-12, onde Davi faz um “balanço” dos momentos bons e difíceis, vividos diante de Deus.

Meditar sobre estes fatos produz a expectativa que alimenta a esperança do adorador, que resulta numa felicidade ao cultuar e num anseio de celebrar. Conseqüentemente, nossos cultos na Igreja devem ser elaborados visando também as expectativas dos ouvintes: participação e entusiasmo. Portanto, nos momentos de adoração que temos, há espaço para possibilitar que as pessoas compartilhem o que Deus tem feito em suas vidas, a fim de que todos juntos possam alegrar-se e celebrar.

Notaram como “Louvor e Adoração” é muito mais do que apenas um momento no culto? É uma vida dedicada ao Senhor, em todo o tempo ! Existe muito mais a ser estudado, mas este início é uma “amostra” de como precisamos conhecer melhor este tema. Coloque-se diante de Deus e peça a Ele que o ajude a colocar em prática o que aprendemos até aqui.

Compartilhe este estudo bíblico com alguém.

Até a próxima semana.

28 thoughts on “Estudo: ENTENDENDO O QUE É LOUVAR E ADORAR (Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel)

  1. A influência da música na saúde mental
    Ivone Boechat

    A música se destaca dentre as expressões artísticas, desde os primórdios da narrativa bíblica. No século VI a.C, Pitágoras afirmava: “A música e a dieta são os dois principais meios de limpar a alma e o corpo e manter a harmonia e a saúde de todo organismo”.
    Nada no planeta escapa aos efeitos da música. Ela interfere em tudo: na digestão, na produção de secreções, na circulação sanguínea, nas batidas cardíacas, na respiração, na nutrição e nas inteligências.
    O alemão Tartchanoff, especialista nos fenômenos cerebrais, provou que “A música exerce poderosa influência sobre a atividade muscular, que aumenta ou diminui, de acordo com o ritmo, o volume, o estilo”. Os sons são dinamogênicos, isto é, aumentam a energia muscular em função de sua intensidade e ritmo. Ou o inverso: a música pode paralisar. O uso errado da música encurta a vida e, corretamente usada, ajuda a preservá-la. As batidas cardíacas podem ser reguladas ou transtornadas pelos sons musicais. O rock, por exemplo, faz mal à saúde física e mental, e vicia tanto quanto qualquer droga química. Um rock-dependente submetido a um tratamento de desintoxicação mental demora muito para curar a desarmonia no seu metabolismo.
    Já os ritmos harmoniosos são estimulantes, sedativos, ajudam a recuperar o sono e fixam a memória. A medicina usa a música na terapia de partos, cirurgias, tratamentos dentários etc. Empresas de saúde entretêm pacientes em sala de espera com música suave, neutralizando a ansiedade.
    Médicos de Los Angeles, EUA, selecionam músicas para relaxar no tratamento de pacientes com dores. No Brasil a música é usada na assistência a doentes terminais.
    Há muito se sabe que a música estimula a produção no trabalho. Em restaurantes, se inteligentemente usada, ela estimula o apetite, o romantismo, a confraternização, as comemorações. Nos quartéis, desperta o espírito cívico. A Bíblia conta, por exemplo, que o rei Jeosafá usou um grandioso coral e uma banda de música para intimidar o inimigo (II Cr 20). Ganhou a batalha!
    Shakespeare dizia que a música: “Presta auxílio a mentes enfermas, arranca da memória uma tristeza arraigada, arrasa as ansiedades escritas no cérebro e, com seu doce e esquecedor antídoto, limpa o seio de todas as matérias perigosas que pesam sobre o coração”.
    Para cada ambiente há ritmos, sons e volumes apropriados. Porém, o volume acima de 60 decibéis, segundo órgãos internacionais de saúde, pode causar espasmos e lesões cerebrais irreversíveis. Mais de 90 decibéis, e o excesso sonoro e rítmico calcificam parcialmente o cérebro, bloqueando a memória. A mensagem externa não pode ser gravada, porque a química está alterada pelo excesso de adrenalina.
    A epilepsia musicogênica resulta do excesso de ruídos musicais, incluindo convulsões. A lesão produzida pelo mau uso do som pode até matar, se a vítima não for adequadamente tratada. Desde o quarto mês de gestação, os bebês já podem perceber a agressão externa pela inteligência corporal. A ansiedade de uma grávida onde o som ultrapassa os limites humanos de segurança é percebida e registrada pelo feto.
    Hoje, muitos jovens têm problemas de audição comuns em idosos, o que explica o volume exagerado de músicas em festas e cultos. Isso leva a sons cada vez mais altos. Outros efeitos negativos são irritabilidade, memória confusa, baixa aprendizagem, baixa autoestima, insônia, cefaleia, vômitos, impotência, morte etc.
    Na Alemanha, um estudo revelou que 70 decibéis sistemáticos de “música” causam constrição vascular – mortal, se as artérias coronárias já estiverem estreitadas pela arteriosclerose. Quem usa marca-passo deve fugir desses ambientes! É comum o mal-estar súbito em pessoas durante festas em que a música, ao invés de ser um bem passou a ser arma. É uma questão de saúde pública!
    Se usada com equilíbrio, a música sensibiliza, entusiasma, fortalece a memória, consola, tranqüiliza, desperta a atenção, mobiliza inteligências…
    A música deve ser usada inteligentemente, como recomenda um dos maiores músicos da antiguidade, Rei David: “ Pois Deus é o Rei de toda a Terra; cantai louvores com inteligência.” Sl 47:7 .
    Nos céus de Belém, anjos cantaram naquela noite em que a Internet de Deus se abriu à humanidade, em sons harmoniosos e o data-show celestial revelou “… novas de grande alegria…” Lc 2:10

    Extraído do livro A família no século XXI 1ª edição Reproarte 2001 RJ

    Curtir

  2. MUITO OBRIGADO DEUS POR TER ILUMINADO O TEU SERVO E NOS TRANSMITIR ESTA EXPERIENCIA COM TODA TRANSPARENCIA. POIS QUE ESTA SEMANA MESMO, ESTAMOS COM A SEMANA DE LOUVOR E ADORAÇÃO A DEUS. IMPRIMIMOS ESTE ESTUDO, PARA PASSAR A MESMA EXPERIENCIA AO AMADO POVO DE DEUS NESTA SEMANA. PEDIMOS QUE O AMADO PASTOR LIBERE.

    UM FORTE ABRAÇO QUE DEUS CONTINUE A USAR ESTE VASO.
    MUITO OBRIGADO E MUITO OBRIGADO MESMO PELO SEU ESTUDO.

    Curtir

  3. um estudo maravilho a respeito de louvor e adoração´seria grandiosamente bom se todos envolvidos-assistíssem a este precioso estudo; o senhor te abençôe-amem
    R. SOARES DE SÃO LUIZ-MA.

    Curtir

  4. E muito bom saber que ainda existe pastores que falam da palavra de DEUS no contexto certo , e revelam as verdades do reino para a salvação de almas.

    Que DEUS seja glorificado.

    Curtir

  5. ap:Nelson Iatay (Melquissalem ) Glorifico a YaHWeH pela sua vida;Por te-lo inspirado à nos presentear com este ensinamento sobre louvor e adoração.De uma forma tão simples,um conteúdo tão rico e eficaz;com um valor inestimável para quem busca compreender o significado de louvor e adoração.Pois são bem aventurados os que procuram atrair o olhar do Senhor!Seja ensinando, seja aprendendo! Que o ETERNO seja sempre magnificado,e que Ele possa achar em nós,sentimentos e atitudes de verdadeiros adoradores.Fica na Paz e na Graça de Yeshua, que Ele continue te abençoando (23/10/2013-as 07:44hs)

    Curtir

  6. a paz do senhor Pr. Josias é sempre um prazer ter na minha biblioteca seus cometários bíblicos que nos a crescer no conhecimento do Senhor. que Deus continue lhe abençoando!

    Curtir

  7. Boa tarde, Pastor.Gotaria de dizer ueestarei sempre orando por vcs.Seus estudos são maravilhosos.Desu continui lhes abençoando rica e abundantimente.Um abraço.

    Curtir

  8. A PAZ DO SENHOR PASTOR!!
    MAIS UMA QUESTÃO , QUE FIZ QUESTÃO DE IMPRIMIR !!
    PARA MEUS ESTUDOS DIÁRIOS, LOUVOR E ADORAÇÃO
    FIQUE COM DEUS !!! BOAS OBRAS O SENHOR TEM FEITO, PARA TODOS NÓS QUE NECESSITAMOS DA PALAVRA DIÁRIA COM DEUS!!
    ANGELA RITA.

    Curtir

  9. a paz do Senhor varao . gloria a Deus por essa mensagem tao rica que precisamos nos dias atuais de verdadeiros adoradores que adorem o pai em espirito em verdade.

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s