Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel. Tema: Parte 03. Compreendendo as profundas lições do Livro de Tiago.

Parte 03: Compreendendo as profundas

lições do Livro de Tiago

Aprendendo a ter cuidado em não fazer acepção de pessoas

Tiago 2:1-13 (NTLH):

1 Meus irmãos, vocês que crêem no nosso glorioso Senhor Jesus Cristo, nunca tratem as pessoas de modo diferente por causa da aparência delas. 2 Por exemplo, entra na reunião de vocês um homem com anéis de ouro e bem vestido, e entra também outro, pobre e vestindo roupas velhas. 3 Digamos que vocês tratam melhor o que está bem vestido e dizem: “Este é o melhor lugar; sente-se aqui”, mas dizem ao pobre: “Fique de pé” ou “Sente-se aí no chão, perto dos meus pés.” 4 Nesse caso vocês estão fazendo diferença entre vocês mesmos e estão se baseando em maus motivos para julgar o valor dos outros.

5 Escutem, meus queridos irmãos! Deus escolheu os pobres deste mundo para serem ricos na fé e para possuírem o * Reino que ele prometeu aos que o amam. 6 No entanto, vocês desprezam os pobres. Por acaso, não são os ricos que exploram vocês e os arrastam para serem julgados nos tribunais? 7 São eles que falam mal do bom nome b que Deus deu a vocês.

8 Se vocês obedecerem à lei do Reino, estarão fazendo o que devem, pois nas Escrituras Sagradas está escrito: “Ame os outros como você ama a você mesmo.” 9 Mas, se vocês tratam as pessoas pela aparência, estão pecando, e a lei os condena como culpados. 10 Porque quem quebra um só mandamento da lei é culpado de quebrar todos. 11 Pois o mesmo que disse: “Não cometa adultério” também disse: “Não mate”. Mesmo que você não cometa adultério, será culpado de quebrar a lei se matar. 12 Falem e vivam como pessoas que serão julgadas pela lei que nos dá a liberdade. 13 Quando Deus julgar, não terá misericórdia das pessoas que não tiveram misericórdia dos outros. Mas as pessoas que tiveram misericórdia dos outros não serão condenadas no Dia do Juízo Final.

Nos versos acima Tiago nos orienta acerca do cuidado que devemos ter em tratar a todos com equidade, sem fazer acepção de pessoas por causa da aparência. V.1.

Ao tratar deste tema, Tiago estava certamente pensando no desconforto que alguns cristãos sentiam ao ver um escravo sentado ao lado do seu Senhor. O abismo social entre um escravo e o seu senhor era grande, e a aproximação entre estes, no convívio da igreja, deve ter causado alguns conflitos.

Tiago porém nos adverte que se desejamos ser como Cristo, então devemos ter cuidado em amar a todas as pessoas não importando se são ricas ou pobres.

No mundo em que vivemos é comum as pessoas serem avaliadas pela sua forma de se vestir, de falar ou pelos bens materiais que ostentam. Frequentemente as pessoas costumam tratar melhor uma pessoa bem vestida e de aparência vistosa.

Um importante princípio que podemos aprender aqui é que cometemos erros quando avaliamos as pessoas pela sua aparência. Devemos avaliar pessoas através dos princípios morais e espirituais que estas pessoas demonstram ter na vida cristã e nos relacionamentos com os irmãos.

Existem algumas passagens na Bíblia que revelam que Deus interessa-se mais nos valores e motivações interiores do coração do que propriamente na aparência do homem.

Veja por exemplo Provérbios 15:13: “As roupas que vestem o coração do homem são as que interessam realmente a Deus”.

Entendendo que a fé viva é aquela que tem obras

Tiago inicia sua exposição sobre a fé, nos versos abaixo, nos ensinando sobre quais são os critérios que nos ajudam a avaliar se a nossa fé esta viva ou morta:

“14 Meus irmãos, que adianta alguém dizer que tem fé se ela não vier acompanhada de ações? Será que essa fé pode salvá-lo? 15 Por exemplo, pode haver irmãos ou irmãs que precisam de roupa e que não têm nada para comer. 16 Se vocês não lhes dão o que eles precisam para viver, não adianta nada dizer: “Que Deus os abençoe! Vistam agasalhos e comam bem.” 17 Portanto, a fé é assim: se não vier acompanhada de ações, é coisa morta. 18 Mas alguém poderá dizer: “Você tem fé, e eu tenho ações.” E eu respondo: “Então me mostre como é possível ter fé sem que ela seja acompanhada de ações. Eu vou lhe mostrar a minha fé por meio das minhas ações.” 19 Você crê que há somente um Deus? Ótimo! Os demônios também crêem e tremem de medo. 20 Seu tolo! Vou provar-lhe que a fé sem ações não vale nada. 21 Como é que o nosso antepassado Abraão foi aceito por Deus? Foi pelo que fez quando ofereceu o seu filho Isaque sobre o altar. 22 Veja como a sua fé e as suas ações agiram juntas. Por meio das suas ações, a sua fé se tornou completa. 23 Assim aconteceu o que as * Escrituras Sagradas dizem: “Abraão creu em Deus, e por isso Deus o aceitou.” E Abraão foi chamado de “amigo de Deus”. 24 Assim, vocês vêem que a pessoa é aceita por Deus por meio das suas ações e não somente pela fé.

25 Foi o que aconteceu com a prostituta Raabe, quando hospedou os espiões israelitas e os ajudou a sair da cidade por outro caminho. Deus a aceitou pelo que ela fez. 26 Portanto, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem ações está morta.”

Com base no texto acima podemos destacar os seguintes princípios para avaliarmos a fé, que é verdadeiramente viva:

1) A verdadeira fé tem que sem acompanhada de ação. V.14, 17

2) A verdadeira fé deve produzir sensibilidade e sentimento de misericórdia por aqueles que sofrem e se encontram necessitados. V.15-17

3) A verdadeira fé deve ser demonstrada através de comportamentos e atitudes.v.18-20

4) A verdadeira fé nos faz fazer grandes sacrifícios por Deus. V.21-25

Devemos lembrar que somos salvos através da nossa fé em Cristo, e não pelas obras, conforme diz Paulo em Efésios 2: “8 Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus. 9 A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la. 10 Pois foi Deus quem nos fez o que somos agora; em nossa união com Cristo Jesus, ele nos criou para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós.”

Porém devemos atentar, nos versos acima, para o fato que a nossa salvação fundamentada na fé em Cristo, nos leva a produzir boas obras. Assim, as boas obras são uma consequência natural da verdadeira fé em Cristo.

A boa e verdadeira fé sempre nos levará a produzir frutos. Lembremos das palavras de Jesus: “Portanto, pelos seus frutos os conhecereis”. Mateus 7:20

Sempre seremos capazes de conhecer a boa árvore, pelos seus frutos. Conheço a história de um crente que estava sendo perseguido em determinada igreja por alguns irmãos que tinham ciúme de seus cargos e posições. Ao ser chamado para conversar com o pastor daquela igreja, aquele irmão declarou: “Pastor, vejam quais são os meus frutos e os daqueles que me perseguem.” O pastor refletiu e percebeu que aqueles perseguidores não tinham fruto algum.

Conclusão

A ilustração abaixo exemplifica bem a importância de uma fé demonstrada por meio de ações:

Um homem esticou um cabo de aço sobre as cataratas do Niágara, que ficam na divisa entre o Canadá e os Estados Unidos. Em seguida, atravessou andando sobre o cabo de aço. Foi e voltou. A multidão, extasiada, aplaudiu. Aproximando-se de uma velha que estava no meio do povo, aquele homem perguntou: "A senhora acredita que eu consiga atravessar novamente?" "É claro!" – respondeu a mulher entusiasmada. "Eu conseguiria atravessar levando um carrinho de mão?" "Tenho certeza que sim!" (Observe que a mulher acreditava). "A senhora acredita que eu poderia levar uma pessoa dentro desse carrinho?" "É claro que eu acredito!" – insistia a mulher. "Então", disse o homem, "a senhora poderia, por favor, entrar no carrinho?" "De jeito nenhum. O senhor está louco?" A mulher cria mas não confiava. Assim, não basta apenas acreditar que Deus existe. Isso é um bom começo. Porém, é necessário o compromisso com ele e a entrega da vida em suas mãos. A fé viva precisa ser sempre demostrada através das obras. Portanto, a Fé viva produz uma vida cheia de obras, não uma cabeça cheia de fatos.

Alguém já disse que "há crentes que na vida secular são como leões que rugem, mas, na obra de Deus, são gatos velhos e cansados", e assim permanecem na igreja sem produzir qualquer fruto. Que nós não nos acomodemos em nome de Jesus. Saiamos a luta, pois há muitas vidas a serem resgatadas para Cristo!

Na próxima semana prosseguiremos. Não perca.

Pr. Josias Moura

One thought on “Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel. Tema: Parte 03. Compreendendo as profundas lições do Livro de Tiago.

  1. pastor estou muito feliz com as liçoes que tenho recebido em meu hotmail estou apredendo muito que jesus continue usando o senhor e abençoando o seu ministerio.

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s