Estudo Bíblico para a Escola dominical da Igreja Betel Brasileiro Geisel. Tema: Derrubando o gigante da discórdia entre Pais e Filhos.

Derrubando o gigante da

discórdia entre Pais e Filhos

Texto base: Provérbios 22.6

Textos bíblicos relacionados a criação de filhos:

"Quem não castiga o filho não o ama. Quem ama o filho, castiga-o enquanto é tempo" (13.24).

"Corrija os seus filhos enquanto eles têm idade para aprender, mas não os mate de pancadas" (19.18).

"Eduque a criança no caminho em que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele’ (22.6).

"E natural que as crianças façam tolices, mas a correção as ensinará a se comportarem" (22.15).

"Não deixe de corrigira criança. Umas palmadas não a matarão. Para dizer a verdade, poderão até livrá-la da morte "(23.13,14).

"E bom corrigir e disciplinara criança. Quando todas as suas vontades são feitas, ela acaba fazendo a sua mãe passar vergonha "(29.15).

"O filho sábio dá alegria ao seu pai, mas o filho sem juízo despreza a sua mãe" (15.20).

INTRODUÇÃO

Vivemos em um tempo de rápidas transformações e mudanças. A ciência e a tecnologia progridem em velocidade espantosa. Os costumes e a moralidade estão passando por mudanças impressionantes. No entanto, há coisas que não mudam. Por exemplo, todos querem ter uma família ajustada, com relacionamentos harmoniosos e cheios de afeto e ternura. Pais e mães querem ver seus filhos e suas filhas bem encaminhados na vida, como pessoas úteis à sociedade. Como conseguir formar famílias equilibradas?

Em nosso tempo, muitos pais estão assustados. Devido ao imenso volume de informação disponível pelos meios de comunicação de massa, o mundo presencia uma situação completamente inesperada. Como, então, devem ser os relacionamentos familiares? Não faltam por aí cursos, palestras, fitas de vídeo, e outros recursos, que pretendem ensinar como se deve educar um filho. Será que são orientações seguras, dignas de crédito? Estamos convictos que somente a Palavra de Deus pode nos dar conselhos nos quais podemos confiar. Pois cremos que, não importa quantas e quão rápidas sejam as mudanças, a Bíblia continua a ser a Palavra de Deus, nossa única e infalível regra de prática e de fé.

Portanto, no estudo de hoje, extrairemos do livro de Provérbios alguns princípios que nos orientam quanto ao relacionamento entre pais e filhos. Tudo, visando construir relacionamentos saudáveis, para a glória de Deus!

1. OS PAIS DEVEM ORIENTAR SEUS FILHOS PARA A VIDA

Aos pais é delegada a tarefa de orientar seus filhos. Cabe lembrar que esta delegação é de origem divina, isto é, não se trata apenas de uma instituição cultural ou social. Além disso, esta é uma missão que cabe, conjuntamente, aos pais e às mães, e não apenas às mães, como é tradicional na cultura brasileira.

O livro de Provérbios apresenta a idéia de uma cena familiar, na qual uma criança pequena é orientada para a vida por seu pai e por sua mãe: "Quando eu era menino, ainda pequeno, em companhia de meu pai, um filho muito especial para minha mãe, ele me ensinava e me dizia: apegue-se às minhas palavras de iodo o coração; obedeça aos meus mandamentos e você terá vida" (4.3,4, Nova Versão Internacional – NVI). Deste modo, encontramos os pais advertindo seus filhos para que estas não sejam falsos nem perversos (4.24); não se envolvam com adultério (5.1,7-14; 6.20-35; 7.1-27), não sejam fiadores de dívidas (6.1-5); não sejam preguiçosos (6.6-11). Resumindo: os pais devem orientar seus filhos para que estes não se tomem pessoas maldosas.

Em 6.16-19, encontramos uma lista de vícios sobre os quais os pais devem orientar seus filhos para que não se tomem culpados: orgulho, mentira, violência, maldade nos planos e projetos, prática do mal, falso testemunho, criação de contendas e brigas entre irmãos. Como os pais devem orientar seus filhos? Dando conselhos, atenção, carinho, passando tempo com eles, mostrando-Ihes de maneira prática que são importantes.

Acima de tudo, os pais orientarão seus filhos pelo exemplo. Pais incoerentes na vida não têm autoridade moral para orientar seus filhos. Os filhos sabem se seus pais são sinceros ou hipócritas. Quando os filhos crescem, os pais já não têm condição de obrigá-los a nada. Ai, só o exemplo de vida que deram aos seus filhos permanecerá.

2. OS PAIS DEVEM IMPOR LIMITES AOS SEUS FILHOS

O livro de Provérbios é bastante conhecido pelas inúmeras referências que faz à disciplina que os pais devem saber impor aos seus filhos. Conforme o ensino de Provérbios, na ministração da disciplina aos filhos, os pais deverão usar a "vara", isto é, castigo físico (13.24; 22.15; 23.13,14 etc).

Chama a atenção, no entanto, o equilíbrio com que Provérbios apresenta a questão: "castiga a teu filho enquanto há esperança, mas não te excedas a ponto de matá-lo" (19.18). Este equilíbrio é precioso por demais, ainda mais quando nos lembramos que no mundo do antigo Oriente Médio, no qual Provérbios foi escrito, não havia uma declaração de direitos da criança como temos hoje em dia.

Biblicamente falando, a disciplina aplicada pelos pais aos filhos não é violência, espancamento, nem um descarregar covarde de frustrações e raiva nas crianças. A disciplina ensina às crianças que suas ações têm consequências. Assim, é elemento importante para a formação integral do ser humano (Ef 6.4).

É possível entender as referências à disciplina de filhos encontradas em Provérbios, também, como uma lembrança aos pais, para que estes saibam impor limites às suas crianças. Para que haja adultos equilibrados e centrados, é preciso que estes aprendam, desde cedo, a respeitar limites, e respeitar, também, a autoridade de quem estabelece estes limites.

Especialistas em psicologia reconhecem que crianças criadas sem Iimites, que fazem tudo o que querem na hora que querem, tornam-se adultos inseguros, com muita dificuldade na convivência comunitária. É impressionante perceber como a sabedoria da Palavra de Deus é permanentemente atual e válida, em todos os aspectos da nossa vida.

3. OS FILHOS DEVEM RESPEITAR OS PAIS

Cabe aos filhos respeitar e honrar seus pais. "Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor, o teu Deus, te dá" (Ex 20.12, NVI). Este é o quinto mandamento do Decálogo. Quando os filhos obedecem, estão manifestando respeito e honra aos seus pais. É por isso que, em Provérbios, encontramos, tantas vezes, referências aos filhos, para que estes ouçam seus pais e guardem suas instruções com atenção no coração.

Provérbios tem palavras severas em relação aos filhos que, ao invés de honrarem seus pais, os desprezam e os tratam mal: "os olhos de quem zomba do pai, e, zombando, nega obediência à sua mãe, serão arrancados pelos corvos do vale, e serão devorados pelos filhotes do abutre" (30.17, NVI). Já nos tempos do antigo Israel, haviam filhos Insensatos, que chegavam ao extremo de expulsar a mãe (certamente viúva) de casa (13.26). Havia filhos tolos o bastante para gastar todo o dinheiro de seus pais (28.24), e até para amaldiçoá-los (20.20; 30.11).

Sabemos que muitas sociedades têm os pais e as pessoas mais velhas em geral (os anciãos) em alta conta. A sociedade ocidental dos nossos dias tem a tendência de descartar as pessoas mais velhas. Quem tem a Bíblia como Palavra de Deus, não pode permitir que conceitos assim orientem sua vida. Os filhos devem honra e respeito permanentes aos seus pais. O ideal bíblico é que, não importa que idade tenham pais e filhos, haja sempre entre eles um relacionamento equilibrado, de amor, honra, respeito e consideração (23.22).

Discussão

  • Conforme o Novo Testamento, os pais, algumas vezes, provocam seus filhos à ira. Como evitar que isso aconteça?
  • Filhos rebeldes e desobedientes são resultado de uma educação deficiente?
  • Quais são as falhas mais comuns cometidas pelos pais no processo de educação dos filhos?

2 thoughts on “Estudo Bíblico para a Escola dominical da Igreja Betel Brasileiro Geisel. Tema: Derrubando o gigante da discórdia entre Pais e Filhos.

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s