Sermão: O PRIVILÉGIO DE SER UM FILHO ADOTIVO DE DEUS

Palavra ministrada na Igreja Missionária do Betel Brasileiro em Altiplano

O privilégio de ser um

Filho adotivo de Deus

Rm. 8:14-17

“ 14  Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.  15  Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai.  16  O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.
     17  Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.” (Romanos 8:14-17 RA)

 

1) Introdução

Eu considero a adoção como um dos mais maravilhosos ensinos da palavra de Deus, pois é através da adoção, que somos feitos Filhos de Deus. Podemos até dizer que a adoção é um ato de Deus por meio do qual ele nos faz membros de sua família.

Jesus menciona a adoção em suas palavras no livro de João 1:12: “Mas, a todos que o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome”.

Já aqueles que não creem em Cristo, não são considerados filhos adotivos. Ao contrario são chamados de “Filhos da ira”, em Efésios 2:3, e “filhos da desobediência” (Ef. 2:2;5:6).

Os verdadeiros filhos de Deus, adotados pela fé em Cristo como salvador, são conhecidos pelo amor. Você então será conhecido como filho de Deus através do amor pelo Pai. Certa vez, Jesus disse a algumas pessoas que não o aceitavam como enviado de Deus: “Se Deus fosse, de fato, vosso pai, certamente, me havíeis de amar… . Vós sois filhos do diabo o vosso, e quereis satisfazer-lhes os desejos”. Jo. 8:42-44.

Será que de fato amamos a Deus? Se o amamos o que temos feito para Ele? Temos procurado agradá-lo? Temos procurado viver uma vida aprovada por Ele?

 

2) No texto que lemos, em Romanos 8:14-17, Paulo destaca 04 privilégios dos filhos adotivos de Deus:

 

a) Os Filhos adotivos de Deus são guiados pelo seu Espírito: “Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.

Ouvimos realmente a voz de Deus? Somos conduzidos por sua palavra? Os verdadeiros filhos de Deus vivem para agradá-lo, servi-lo e honra-lo. Os Filhos de Deus discernem sua voz, e sabem quando Ele esta falando. Filhos de Deus tem como prioridade de vida, viver os sonhos e planos de seu pai. Filhos de Deus trabalham para realizar os projetos de Deus.

 

b) Os filhos adotivos de Deus podem se dirigir ao Pai com intimidade: “15 Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai.”

Um escravo não tem a liberdade de um filho. Ele não pode frequentar os mesmos lugares que um filho. Ele não tem os mesmos direitos que um filho. Paulo aqui, nos ensina que como filhos da adoção, não recebemos o espirito de escravidão, para vivermos atemorizados, mas ao contrário recebermos os privilégios de filho.

E como filhos, podemos falar com nosso Deus, de forma íntima. Podemos até, usar palavras de intimidade como:  Aba, pai. Esta palavra é tão intima como os termos da nossa língua, paizinho, ou papai. Esta palavra é uma palavra de ternura, que revela que temos um relacionamento livre de medo e da ansiedade.

Assim, podemos nos colocar na presença de Deus sem medo ou hesitação e nos relacionarmos com Ele como um pai amoroso.

 

c) Os filhos adotivos de Deus tem a testificação do Espírito. “….o próprio Espírito testifica com o nosso Espírito…”.

Na cultura romana, para uma adoção ser legalmente concretizada, sete testemunhas respeitáveis, tinham que estar presentes para atestar a sua validade.

A nossa adoção é atestada pelo Espírito de Deus. Ele é quem testifica confirmando a segurança da nossa adoção, por meio do fruto que Ele produz em nós, (Gl. 5:22-23) e por meio do poder que Ele nos fornece para sermos suas testemunhas.

 

d) Os filhos adotivos de Deus tem uma herança: “17 Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.”

Como filhos adotivos temos a promessa de uma herança. Herdaremos a vida eterna, um corpo incorruptível, herdaremos a coroa, teremos um galardão. Ao contrário da lei Judaica que dava privilégios maiores aos primogênitos, todos os filhos adotivos de Deus tem os mesmos direitos.

Lucas 24:26 ensina que os filhos adotivos do Pai, terão o direito de compartilhar “…tanto de seus sofrimentos como de sua glória posterior…” Lucas 24: 26

Os filhos adotivos tem uma herança garantida. Na parábola dos talentos os servos que foram fieis, receberam a sua recompensa. Jesus declara para os servos fieis: “Servo bom e fiel ; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.” Mt. 25:21.

A bíblia revela que Cristo foi nomeado pelo Pai como herdeiro de todas as coisas. E esta mesma palavra diz que seremos co-herdeiros com Ele de todos dos grandes privilégios e honras espirituais.

Assim, meu amado irmão seja perseverante nas lutas e aflições, procurando ser fiel ao Senhor, porque chegará um tempo em que recebemos nossa herança e nós, que sofremos com Ele, por amar a sua palavra, “…. também com Ele seremos glorificados”. Rm. 8:17

 

3) Conclusão

Quero finalizar esta reflexão ressaltando que uma das grandes bênçãos da adoção é que passamos a ter uma nova família. Em muitos textos do Novo Testamento, a Bíblia se refere aos cristãos como irmãos e irmãs. O uso destas palavras era tão comum naqueles dias que indica que eles tinham uma forte consciência da Igreja como família de Deus.

Paulo entendia isso com tanta clareza que recomendava a Timóteo que tratasse aos membros da Igreja de Éfeso como a membros de uma grande família. Vejamos I Tm. 5:1,2: “…1 Não repreendas ao homem idoso; antes, a exorta-o como a pai; aos moços, como a irmãos; 2 às mulheres idosas, como a mães; às moças, como a irmãs, com toda a pureza.”

Esse conceito de igreja como família, deve nos dar uma nova visão da obra realizada pela igreja: “Igreja irmãos, é trabalho de família”.

E como uma família, não podemos competir uns com os outros, mas ao contrario servir uns aos outros, devemos ajudar uns aos outros, devemos aconselhar uns aos outros, devemos ser gratos pelo crescimentos uns dos outros, devemos ajudar os nossos lideres, porque todos nós estamos contribuindo para o bem de nossa nova família: a Igreja do Senhor.

Os filhos adotivos do Senhor trabalham pela sua família, a igreja do Senhor. E nesta missão eles são honrados e recompensados.

Pr Josias Moura de Menezes

4 thoughts on “Sermão: O PRIVILÉGIO DE SER UM FILHO ADOTIVO DE DEUS

  1. Eu me sinto profundamente privilegiada por por ter sido escolhida por Deus para ser amada por ele como filha adotiva. Porque seu amor é verdadeiro e imutável, eterno e transformador, constante e abençoador. Isso é que é ser um pai de verdade.

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s