Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel. Tema: Parte 01. A doutrina do Espírito Santo

Estudo ministrado no culto de doutrina da Igreja Betel Geisel

1) Introdução

Podemos definir a obra do Espírito Santo como segue: a obra do Espírito Santo consiste em manifestar a presença ativa de Deus no mundo e em especial na igreja.

Essa definição indica que o Espírito Santo é o membro da Trindade que as Escrituras com mais frequência representam como aquele que está presente para fazer a obra de Deus no mundo.

No Antigo Testamento, a presença de Deus muitas vezes foi manifestada na glória de Deus e nas teofanias; nos evangelhos o próprio Jesus manifestou a presença de Deus entre os homens. Mas depois que Jesus subiu ao céu, o Espírito Santo é agora a principal manifestação da presença da Trindade entre nós, que fazemos parte da Igreja de Cristo. Ele é o que está presente de modo mais proeminente entre nós agora.

2) A revelação do Espírito Santo no Antigo e Novo Testamento

Desde o princípio da criação, temos indícios de que a obra do Espírito Santo consiste em completar e sustentar o que Deus Pai planejou e o que Deus Filho começou, pois em Gênesis 1.2, "o Espírito de Deus pairava por sobre as águas".

E no Pentecostes, com o início da nova criação em Cristo, é o Espírito Santo quem vem conceder poder à igreja (At 1.8; 2.4, 17-18).

Como o Espírito Santo é a pessoa da Trindade por meio de quem Deus manifesta de modo particular sua presença na era da nova aliança, Paulo emprega uma expressão adequada ao referir-se a ele como "primeiros frutos" (Rm 8.23) e "garantia" (ou "penhor", 2Co 1.22; 5.5) da plena manifestação da presença de Deus que conheceremos no novo céu e na nova terra (cf. Ap 21.3-4).

Mesmo no Antigo Testamento, foi previsto que a presença do Espírito Santo traria bênçãos abundantes da parte de Deus: Isaías predisse um tempo em que o Espírito traria grande renovação:

O palácio será abandonado, a cidade populosa ficará deserta […] até que se derrame sobre nós o Espírito lá do alto; então, o deserto se tomará em pomar, e o pomar será tido por bosque; o juízo habitará no deserto, e a justiça morará no pomar. O efeito da justiça será paz, e o fruto da justiça, repouso e segurança, para sempre. O meu povo habitará em moradas de paz, em moradas bem seguras e em lugares quietos e tranqüilos (Is 32.14-18).

De modo semelhante, Deus profetizou por meio de Isaías a Jacó: "Porque derramarei água sobre o sedento e torrentes, sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito, sobre a tua posteridade e a minha bênção, sobre os teus descendentes" (Is 44.3).

Ao examinarmos o velho testamento, observamos que várias profecias no Antigo Testamento predisseram um tempo em que o Espírito Santo viria de modo mais pleno, um tempo em que Deus faria uma nova aliança com o seu povo (Ez 36.26-27; 37.14; 39.29; Jl 2.28-29).

3) De que maneiras específicas o Espírito Santo traz a bênção de Deus?

Podemos distinguir pelo menos quatro aspectos da obra do Espírito Santo para fornecer evidências da presença de Deus e abençoar: (1) o Espírito Santo dá poder, (2) o Espírito Santo purifica; (3) o Espírito Santo revela; (4) o Espírito Santo unifica. Vamos examinar uma dessas quatro atividades.

Observemos também que o Espírito Santo reflete o prazer ou o desprazer de Deus com a fé e a obediência — ou com a incredulidade e a desobediência — do seu povo. Por causa disso, precisamos examinar um quinto aspecto da atividade do Espírito Santo: (5) o Espírito Santo dá evidência mais forte ou mais fraca da presença e bênção de Deus, de acordo com nossa resposta a ele.

3.1 O Espirito Santo da poder

Da poder para o serviço. Veremos no Antigo Testamento, por exemplo, que o Espírito Santo muitas vezes capacita pessoas para serviço especial:

· Ele capacitou Josué com habilidades de liderança e sabedoria (Nm 27.18; Dt 34.9), e deu poder aos juízes para libertar Israel de seus opressores (observe como o Espírito do Senhor "veio sobre" Otoniel em Jz 3.10, Gideão em 6.34, Jefté em 11.29 e Sansão em 13.25; 14.6, 19; 15.14).

· O Espírito Santo veio poderosamente sobre Saul a fim de levantá-lo para a batalha contra os inimigos de Israel (ISm 11.6), e quando Davi foi ungido rei, "o Espírito do Senhor se apossou" dele daquele dia em diante (ISm 16.13), capacitando-o para cumprir a tarefa de realeza para a qual Deus o havia chamado.

· O Espírito Santo dotou Bezalel com talentos artísticos para a construção do tabernáculo e de seu equipamento (Êx 31.3; 35.31) e com capacidade para ensinar essas técnicas para os outros (Êx 35.34).5

O Espírito Santo também protegeu o povo de Deus e capacitou-o para vencer seus inimigos. Por exemplo, Deus colocou seu Espírito no meio deles à época do êxodo (Is 63.11-12) e, mais tarde, após seu retorno do exílio, pôs seu Espírito novamente no meio deles para protegê-los e guardá-los do medo (Ag 2.5).

Quando Saul estava tentando capturar Davi à força, o Espírito Santo veio sobre os mensageiros de Saul (ISm 19.20) e por fim sobre o próprio Saul (v. 23), levando-os a involuntariamente cair no chão e profetizar durante horas, frustrando dessa forma o propósito de Saul e humilhando-o em resposta à sua demonstração maligna de força contra Davi e Samuel. De modo semelhante, enquanto Ezequiel profetizava julgamento pelo poder do Espírito Santo contra alguns líderes de Israel (Ez 11.5), um dos líderes chamado Pelatias morreu (Ez 11.13). Dessa forma, o Espírito Santo trouxe julgamento imediato sobre ele.

Outro exemplo da capacitação dos cristãos para o serviço é a atividade do Espírito Santo que consiste em conceder dons espirituais para equipar os crentes para o ministério. Após alistar uma variedade de dons espirituais, Paulo diz: "Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas cousas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente" (ICo 12.11). Uma vez que o Espírito Santo é quem mostra ou manifesta a presença de Deus no mundo, não surpreende que Paulo possa chamar os dons espirituais de "manifestações" do Espírito Santo (ICo 12.7). Os dons espirituais em atuação representam um sinal da presença de Deus Espírito Santo na igreja.

Na vida de oração dos indivíduos crentes, verificamos que o Espírito Santo concede poder para a oração e a torna eficaz. "… não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós em gemidos inexprimíveis" (Rm 8.26).11 E Paulo diz que "temos acesso ao Pai em um Espírito" (Ef 2.18). Um tipo específico de oração para a qual o Novo Testamento diz que o Espírito Santo dá poder é o dom de orar em línguas (ICo 12.10-11; 14.2, 14-17).12

Outro aspecto da obra do Espírito Santo em que ele concede aos cristãos o poder para serviço é a capacitação do povo para vencer a oposição espiritual à pregação do evangelho e à obra de Deus na vida das pessoas. Esse poder na guerra espiritual foi visto primeiro na vida de Jesus, que disse: "Se, porém, eu expulso demônios pelo Espírito de Deus, certamente é chegado o reino de Deus sobre vós" (Mt 12.28). Quando Paulo chegou a Chipre, enfrentou a oposição de Elimas, o mágico, mas ele, "cheio do Espírito Santo, fixando nele os olhos, disse: O filho do diabo, cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda ajustiça, não cessarás de perverter os retos caminhos do Senhor? Pois, agora, eis aí está sobre ti a mão do Senhor, e ficarás cego, não vendo o sol por algum tempo. No mesmo instante, caiu sobre ele névoa e escuridade, e, andando à roda, procurava quem o guiasse pela mão" (At 13.9-11).

O dom de "discernimento de espíritos" (ICo 12.10), dado pelo Espírito Santo, é também uma ferramenta nessa guerra contra as forças das trevas, assim como a Palavra de Deus, que funciona como "a espada do Espírito" (Ef 6.17) na batalha espiritual. Portanto, percebemos que a experiência com o Espírito Santo é essencial para que tenhamos vitória sobre as investidas do mundo espiritual contra nós.

Na próxima semana estudaremos sobre a purificação, a revelação e a unidade promovida pelo Espirito Santo na vida do crentes. Também estudaremos sobre os dons do Espirito e o Batismo com o Espirito Santo. Não perca.

Pr. Josias Moura de Menezes

One thought on “Estudo para o culto de doutrina da Igreja do Betel Brasileiro Geisel. Tema: Parte 01. A doutrina do Espírito Santo

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s