Estudo Bíblico para o culto de doutrina da Igreja Betel Geisel. Tema: Os Atributos de Deus – Parte 03

Estamos estudando as doutrinas essenciais do cristiaismo, nas quintas feiras. Iniciamos, nas semans anteriores, estudos concernentes a doutrina de Deus. Dentro deste tema estamos vendo os atributos de Deus.  Hoje iremos estudar acerca da eternidade, onipresença e o conhecimento de Deus.

1.     A eternidade de Deus

Deus existia antes de começar o tempo. Dizemos isso, porque o tempo foi criado por Deus. A pergunta, Qual a idade de Deus?, é simplesmente imprópria, pois Ele é um ser eterno e não envelhece com o passar do tempo.

A eternidade de Deus pode ser definida da seguinte maneira: Deus não tem começo, fim ou sucessão de momentos em seu próprio ser, e Ele vê todo o tempo de modo vividamente igual. Deus não esta limitado pelo passado, pelo presente ou pelo futuro. Ele vê o futuro como algo já realizado.

Veja o que diz o Salmo 90.1,2 diz: “SENHOR, tu tens sido o nosso refúgio, de geração em geração. Antes que os montes nascessem e se formassem a terra e o mundo, de eternidade a eternidade, tu és Deus”. Judas 25 diz: “ao único Deus, nosso Salvador, mediante Jesus Cristo, Senhor nosso, glória, majestade, império e soberania, antes de todas as eras, e agora, e por todos os séculos”. Um pensamento semelhante é encontrado em Efésios 3.21. O uso de expressões como “o primeiro e o último” e “Alfa e Omega” servem para transmitir a mesma idéia de eternidade (Is 44.6; Ap 1.8; 21.6; 22.13).

Nem o céu ou mesmo a terra são eternos. Jesus declarou em Mateus 24:35:  Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão. A palavra de Deus está firmada e estabelecida sobre as épocas e eternidade.

Lemos em Salmos 90.4: “De fato, mil anos para ti são como o dia de ontem que passou, como as horas da noite”. No NT, Pedro nos diz que “para o Senhor um dia é como mil anos, e mil anos como um dia (2Pe 3.8). Esses versículos vistos juntos nos ajudam a imaginar o modo como Deus vê o tempo. De um lado, Deus vê mil anos como “o dia de ontem”. Ele pode lembrar todos os eventos detalhados de mil anos ao menos tão claramente como nós podemos nos lembrar dos eventos de “ontem”. Nenhum evento jamais se apaga da consciência de Deus. Podemos concluir, portanto, que Deus vê e conhece todos os eventos — passados, presentes e futuros — de forma igualmente vivida.

2.     A Onipresença de Deus

Exatamente como Deus é ilimitado ou infinito com relação ao tempo, ele também é ilimitado com relação ao espaço. Essa característica da natureza de Deus é chamada onipresença de Deus. A onipresença de Deus pode ser definida da seguinte maneira: Deus não tem tamanho ou dimensão espacial, e está presente em cada ponto do espaço com a plenitude do seu ser, todavia Deus age diferentemente em lugares diferentes.

Há passagens específicas que falam da presença de Deus em cada parte do espaço. Lemos em Jeremias: “Sou eu apenas um Deus de perto’, pergunta o SENHOR, e não também um Deus de longe? Poderá alguém esconder-se sem que eu o veja?”, pergunta o SENHOR. Não sou aquele que enche os céus e a terra?”, pergunta o SENHOR” (Jr 23.23,24). Deus está aqui repreendendo os homens que pensam que suas palavras ou pensamentos podem ser escondidos de Deus. Ele está em toda parte e enche os céus e a terra.

A onipresença de Deus é belamente expressa por Davi: Para onde poderia eu escapar do teu Espírito? Para onde poderia fugir da tua presença? Se eu subir aos céus, lá estás; se eu fizer a minha cama na sepultura, também lá estás. Se eu subir com as asas da alvorada e morar na extremidade do mar, mesmo ali a tua mão direita me guiará e me susterá (Sl 139.7-10).

Não há nenhum lugar no universo todo, na terra ou mar, no céu ou no inferno, onde alguém possa fugir da presença de Deus.

Neste exato momento milhões de pessoas em todo mundo estão invocando ao Senhor, e podemos com certeza dizer que Deus está presente na vida de cada pessoa que o invoca. “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles.” Mt. 18:20

3.     O Conhecimento de Deus

A infinitude de Deus também pode ser considerada no que diz respeito ao Seu conhecimento. Seu entendimento é incomensurável (SI 147.5). Jesus disse que nem um pardal pode cair ao chão sem o consentimento do Pai (Mt 10.29), e que até mesmo os cabelos da cabeça dos discípulos estão todos contados (v. 30). Somos, todos, completamente transparentes diante de Deus (Hb 4.13). Ele nos vê e nos conhece totalmente. Ele conhece totalmente os nossos problemas e necessidades.

Outro fator implicado nesse conhecimento é a sabedoria de Deus. Com isso, quer-se dizer que quando Deus age, ele considera todos os fatos e todos os valores corretos. Conhecendo todas as coisas, Deus sabe o que é bom para todos nós.

Em Romanos 11.33, Paulo afirma com eloquência, o conhecimento e a sabedoria de Deus: “Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos!” O salmista descreve as obras de Deus como algo totalmente feito com sabedoria (SI 104.24).

Deus tem acesso a todas as informações. Portanto, seus julgamentos são feitos sabiamente. Ele nunca precisa rever suas avaliações a respeito de algum ponto, por causa de alguma informação complementar. Ele vê todas as coisas na correta perspectiva e ângulo. Assim, as pessoas podem orar confiadamente sabendo que Deus não fará algo que não seja bom.

Se confiarmos no infinito conhecimento e sabedoria de Deus, certamente aceitaremos “….que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” Rm. 8:28

Na próxima semana continuaremos estudando outros atributos de Deus.

Não falte.

Pr Josias Moura.

One thought on “Estudo Bíblico para o culto de doutrina da Igreja Betel Geisel. Tema: Os Atributos de Deus – Parte 03

  1. Olá, Josias. Sempre que posso acompanho as notícias e estudos de seu blog. Fico feliz em saber que vai bem, que tem sido um instrumento para o engrandecimento da Obra do Senhor. Hoje estou na cidade por onde vc passou, Macau/RN, pelo que pessoas me contaram, vc fez um excelente trabalho, tanto na construção do templo quanto na pastoreio dos membros. O meu mais sincéro desejo é que vc continue assim – dando frutos, pois foi pra isso que Deus te chamou. Ah, parabéns pela sua filhinha – Deus lhe concedeu o privilégio de fechar com chave de ouro, permitindo que vc fosse pai de um filho e uma filha. Abraço.

    Curtir

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s