Parte 03: Curso básico de evangelismo pessoal. Ministrado no culto de doutrina pelo Pr Josias Moura

Clique aqui para ver a parte 01 e 02 deste curso

1.     Algumas recomendações especiais Para os evangelizadores novatos

Se você encontrar dificuldades ou não conseguir se lembrar dos pontos do plano de salvação, que estudamos, não desista. A mensagem que você está levando aos homens é muito poderosa e não depende da sabedoria humana.

Faça o seguinte:

  • Fale o que você sabe sobre Jesus.
  • Recheie  suas  palavras  com testemunhos  de  bênçãos que     você      ou alguém da sua família ou algum conhecido recebeu de Jesus.
  • Entregue alguma literatura evangelística: um folheto, um evangelho, um novo testamento ou até mesmo uma Bíblia.
  • Convide essa    pessoa para visitar uma igreja evangélica.
  • Se for possível, ofereça-se para acompanhá-la até a igreja no dia de culto ou, então, forneça-lhe o endereço de forma bastante clara.

Em qualquer situação, trate bem a pessoa que você está evangelizando. Pergunte-lhe o nome e chame-a sempre pelo seu nome. Não faça rodeios, apresente claramente a Palavra de Deus, poupando o seu tempo e o tempo do seu ouvinte.

2.     Como iniciar e manter contato com a pessoa.

Ao chegar numa casa, identifique-se e diga que você deseja deixar um convite especial para a pessoa. Informe que haverá um culto evangelístico na Igreja, se tiver um folheto deixe-o com a pessoa, pergunte se a pessoa tem tempo disponível para ir.

Quando falar com alguém sobre o Evangelho, não faça um discurso. Se você permitir que a pessoa fale o que pensa, ela se sentirá melhor. Procure manter um diálogo. Leia uma passagem bíblica, faça um breve comentário, apresente o seu testemunho pessoal, sempre dando tempo para que ela possa entender o que você disse. Mostre-se interessado no que ela quer falar. Lembre-se, quem convence é o Espírito Santo através da palavra pregada. Mantenha-se firme na mensagem a ser entregue mas não force o seu ouvinte.

2.1        Podemos inciar um contato com uma pessoa por meio de:

Assuntos Comuns: Faça perguntas ou comentários rápidos sobre assuntos do dia: trânsito, temperatura, clima, notícias políticas ou econômicas, tomando o cuidado para não criar polêmicas. Assuntos relativos a Vida Familiar: Procure saber como se constitui a família dessa pessoa: pais, filhos, etc. Fale também de sua família, de modo a deixá-la à vontade para perguntar. Assuntos sobre a vida profissional: onde trabalha, se é empregado, se trabalha por conta própria. Assuntos relacionados a Vida Espiritual: Procure conhecer quais crenças ou religiões a pessoa segue. Não despreze a fé dela. Lembre-se de que sua missão é levar a Salvação no nome de Jesus e não condenar o seu modo de viver ou de crer.

NO MOMENTO OPORTUNO APRESENTE O PLANO DE SALVAÇÃO

2.2        Após expor o plano de salvação, faça o apelo.

Estando certo que a pessoa ouviu e entendeu o Evangelho, aproveite o momento  e lhe ofereça Jesus, pedindo-lhe que se decida por aceitar Jesus em seu coração. Se ela não entender, explique-lhe que “aceitar Jesus” quer dizer reconhecer que é um pecador, que não pode encontrar-se com Deus nessa situação, que deseja ser salvo, que crê que Jesus morreu na cruz em seu lugar, que crê que Jesus pode perdoar todos os seus pecados e que deseja seguir a Jesus por todos os dias de sua vida.

2.3        Em seguida incentive a pessoa a ir a culto evangélico

Informe ao novo convertido os dias e horários dos cultos e o endereço da sua igreja ou da igreja mais próxima. Se possível, vá com ele ao primeiro culto e o apresente ao pastor  da  igreja,  o  qual,  com  certeza,  cuidará  da  sua introdução no corpo de membros e o iniciar no discipulado.

Na tarefa de evangelização pessoal, na maioria das vezes, você terá de ir ao lugar onde as pessoas se encontram. Assim como Jesus disse e fez: buscar e salvar o  perdido. Na direção do  Espírito  Santo, você poderá visitar prisões, hospitais, locais de trabalho e lares. Em cada lugar você deverá respeitar os seus costumes e normas. E também precisa manter uma atitude que faça você agradável para a pessoa visitada, de modo que não haja nenhum impedimento para ela ouvir o Evangelho.

3.     Orientações relativas às visitas. Tomando como exemplo o lar, provavelmente o lugar onde se realiza mais visitas para evangelização, seguem algumas recomendações.

Equipe para visitas

Duas pessoas são suficientes para a visita num lar. Para evitar  constrangimentos,  o  evangelizador  somente  irá sozinho se no lar houver pessoas do mesmo sexo. Por exemplo, o homem somente irá sozinho visitar o lar de uma mulher, se lá também estiver o seu esposo, irmão ou pai. Para visitar pessoas que vivem sozinhas recomenda-se que a equipe tenha evangelizadores dos dois sexos.

Na entrada do lar

Na porta, você deverá se apresentar, dizendo seu nome, a sua igreja e a sua função. Se estiver acompanhado, faça a mesma  apresentação  das  pessoas  que  estiverem  com você.  Espere  o  visitado  lhe  convidar  para  entrar.  Ao entrar,  agradeça-o  com  palavras  como  “obrigado”  ou “com licença”.

Marque horário

Antes de visitar o lar, marque o dia e a hora para permitir que a pessoa se prepare com antecedência. Se a visita não tiver sido marcada, tome cuidado para que você não se torne um incômodo. Se a visita se tornar desagradável, com certeza bloqueará a pessoa para receber a Palavra de Deus. Caso a pessoa visitada tenha outro compromisso naquele momento, como visita de parentes, alguma tarefa importante no lar ou um lazer que ela gosta muito, peça- lhe desculpas e marque outro dia e hora.

Dentro do Lar

Não  se  mostre  curioso  em  observar  os  móveis  e  as condições do lar, a  não  ser que você  ache  necessário fazer, de modo sincero, algum elogio, por exemplo: “este sofá é mais confortável que o meu!” ou “que quadro bonito!”.  Nunca  altere  as             atividades  no   lar,  como: desligar tv/rádio, baixar volume, fechar cortinas e janelas, juntar cadeiras. Quando uma dessas coisas for realmente necessária, peça educadamente para que a pessoa visitada o faça.

Ao sentar

Procure  sentar-se  perto  da  pessoa  a  ser  evangelizada. Assim você poderá mostrar-lhe na Bíblia o texto que está lendo e também poderá pedir-lhe para que o leia.

O motivo da sua visita

Mantenha-se alerta para não se desviar dos motivos da visita. Você está ali para falar do Salvador Jesus, para anunciar as boas novas de uma vida eterna na presença de Deus. Evite outros assuntos, a não ser que, quando falar deles, possa descontrair a pessoa visitada e assim torná-la mais disposta para ouvir o Evangelho.

Não esqueça.  Alguns cuidados ajudarão você, tais como:

• Não demore muito no lar visitado,

• Mas, também, não se mostre apressado,

• Deixe alguma literatura (por exemplo: folhetos),

• Convide a pessoa para visitar a igreja,

• Forneça o endereço da igreja e o horário dos cultos,

• Agradeça,  gentilmente,  a  oportunidade  de  ter  sido recebido no lar, e

• Procure marcar outro dia e hora para retornar.

Que Deus te abençoe!

4 thoughts on “Parte 03: Curso básico de evangelismo pessoal. Ministrado no culto de doutrina pelo Pr Josias Moura

  1. Que a graça de Cristo esteja plenamente em sua vida.
    Gostaria de desejar-lhe parabéns pelo material sobre evangelismo. É um material didático, porém acessível aos mais leigos. Atrave´s dele qualquer pessoa pode ter uma maior compreensão da importância de se ganhar almas para Cristo.

    Pastor Mauro Oliveira

    Curtir

  2. Pingback: Anônimo

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s